+ Responder Tópico
Página 3 de 3 Primeira 1 2 3
  1. #51
    hardMOB Staff - Moderação Avatar de Spidey
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Feb 2002
    Mensagens
    21.470
    Verdinhas
    1924

    Citação Citando Proper Ver mensagem
    Sim, eu concordo que a demanda é que dita o preço (ou não), nestes casos vende e a produtora/softhouse aproveita. O que está em questão não é isso, é a maldita mania de tabelar todo lançamento em disco nesta margem de valor.
    Exatamente. Olha o Humble Indie Bundle. Se as produtoras de indie batessem o pé e só vendessem o jogo por 50 dólares que é o preço de lançamentos pra PC, não iam vender nem pra família. É questão de bom senso, o custo não dita o preço, claro, mas um jogo que recebe muito investimento de uma softhouse já experiente tende a ser mais completo, e por isso valer mais, por entregar mais diversão, mais replay value, melhor balanceamento, etc.

    Olha, sobre marginalizar quem não tem internet, eu até concordo em partes, mas os Live Arcades e PSN Minis não são vendidos em mídia física e bombam: Braid, Castle Crashers, Limbo, Bastion, Fat Princess. Porra, olha as vendas de jogos da App Store e do Android Market. Mesmo que nem todo mundo tenha banda larga, mais de 90% das pessoas que tem um Xbox 360 ou um PS3 tem banda larga (ou pelo menos alguma internet, seja 3G ou mesmo dial-up).

    Próxima geração tem que ter 3 coisas pra ser um sucesso:
    1- Lançamento simultâneo em mídia física e digitalmente, podendo baixar o jogo antecipadamente como no Steam.
    2- Relaxamente do preço dos jogos, podendo existir jogos de todas as faixas de preços, sem limite de tamanho, ficando totalmente à critério dos desenvolvedores (como é no Android Market, uma porcentagem fica pro Google, mas o preço você quem dita).
    3- Acesso COMPLETO à rede online GRATUITO. Conteúdo premium pode ser cobrado a parte, como acesso aos canais dos parceiros Microsoft (ESPN, Sky, UFC). Agora os outros serviços que já cobram, como Netflix e Hulu, eles que têm que fazer lobby pra Microsoft liberar os clientes pros jogadores não premium. Chat por voz e multiplayer gratuito obrigatório, não faz sentido pagar pra poder rodar o servidor no seu próprio console, usando código do próprio jogo que você já comprou.

    Agora pra estourar a boca do balão e quase monopolizar o mercado, abre a Live completamente e trata TODOS os jogos e aplicativos de igual pra igual. Libera a licença do XNA pra lançar DIRETO na Live, e só cria filtros pra selecionar jogos das grandes (SEGA, EA, Bethesda, Activision, id Software, Epic Games, Ubisoft, etc, etc, etc), das médias (as que já faziam Live Arcade) e as pequenas (indies) desenvolvedoras. Mistura tudo, ABRE o sistema, usa sistema de rankeamento (rating) pra mandar pro limbo os jogos ruins e deixar em evidencia os bons, e pronto. Bota o sistema de Awards pra funcionar, dando itens pro avatar conforme o usuário vai avaliando os jogos.

    Pra fechar com chave de ouro TOTAL, amplia o SITE do Xbox.com e da Live e cria uma rede social integrada com o FB a partir das amizades da Live, com o histórico de jogatina, os achievements destravados, os jogos comprados.

  2. # Publicidade
    Publicidade

  3. #52
    Membro Avatar de Matheusoc
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    BR BR HUEHUEHUE
    Registro
    Oct 2003
    Mensagens
    21.252
    Verdinhas
    4395

    vc ta pedindo pra M$ abrir e liberar

    nao vai acontecer

  4. #53
    Membro
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Jan 2002
    Mensagens
    4.456
    Verdinhas
    102

    A idéia de pagar assinatura da Xbox Live é meio absurda mesmo... Renovei a minha ano passado pela última vez...

    Anyway, o aranha tem razão quando fala de preços. No 3DS, tem vários jogos que eu gostaria de jogar mas não vou tão cedo, simplesmente pq geralmente custam mais do que a média que eu pago em um jogo de ps3 (importando na GAME e outros sites). E enquanto não achar por um preço justo (ou seja, em torno de R$50,00), não vou jogá-los.

    Agora, o Vita provavelmente sirva pra Sony fazer alguns testes sobre distribuição digital, preços e etc pro ps4. Lembro de ter lido em algum lugar que todos os jogos seriam vendidos tanto em midia física como por distribuição digital. Sou meio frango, gosto de caixinhas , mas dependendo do custo vou tudo por distribuição digital mesmo.
    Última edição por Neo Hunter : 10-01-2012 às 9:22

  5. #54
    Membro
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    facebook.com/vinimatias
    Registro
    Nov 2006
    Mensagens
    3.640
    Verdinhas
    2152

    @Spidey o que eu falei sobre a banda larga e tal, é que acho que no momento seria um tiro no pé acabar de vez com a midia fisica, mais acredito que lançamentos simultaneos sejam o caminho, pq sai muito mais barato pra elas fazerem distribuição digital, e isso poderia colocar promoções, ou até planos, que vc pagava uma quantia x por ano e baixava quantos jogos quisesse, algo do tipo.

  6. #55
    Membro Avatar de Proper
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Cidade das Mangueiras
    Registro
    Sep 2004
    Mensagens
    16.633
    Verdinhas
    9148

    Citação Citando Spidey Ver mensagem
    Exatamente. Olha o Humble Indie Bundle. Se as produtoras de indie batessem o pé e só vendessem o jogo por 50 dólares que é o preço de lançamentos pra PC, não iam vender nem pra família. É questão de bom senso, o custo não dita o preço, claro, mas um jogo que recebe muito investimento de uma softhouse já experiente tende a ser mais completo, e por isso valer mais, por entregar mais diversão, mais replay value, melhor balanceamento, etc.

    Olha, sobre marginalizar quem não tem internet, eu até concordo em partes, mas os Live Arcades e PSN Minis não são vendidos em mídia física e bombam: Braid, Castle Crashers, Limbo, Bastion, Fat Princess. Porra, olha as vendas de jogos da App Store e do Android Market. Mesmo que nem todo mundo tenha banda larga, mais de 90% das pessoas que tem um Xbox 360 ou um PS3 tem banda larga (ou pelo menos alguma internet, seja 3G ou mesmo dial-up).

    Próxima geração tem que ter 3 coisas pra ser um sucesso:
    1- Lançamento simultâneo em mídia física e digitalmente, podendo baixar o jogo antecipadamente como no Steam.
    2- Relaxamente do preço dos jogos, podendo existir jogos de todas as faixas de preços, sem limite de tamanho, ficando totalmente à critério dos desenvolvedores (como é no Android Market, uma porcentagem fica pro Google, mas o preço você quem dita).
    3- Acesso COMPLETO à rede online GRATUITO. Conteúdo premium pode ser cobrado a parte, como acesso aos canais dos parceiros Microsoft (ESPN, Sky, UFC). Agora os outros serviços que já cobram, como Netflix e Hulu, eles que têm que fazer lobby pra Microsoft liberar os clientes pros jogadores não premium. Chat por voz e multiplayer gratuito obrigatório, não faz sentido pagar pra poder rodar o servidor no seu próprio console, usando código do próprio jogo que você já comprou.

    Agora pra estourar a boca do balão e quase monopolizar o mercado, abre a Live completamente e trata TODOS os jogos e aplicativos de igual pra igual. Libera a licença do XNA pra lançar DIRETO na Live, e só cria filtros pra selecionar jogos das grandes (SEGA, EA, Bethesda, Activision, id Software, Epic Games, Ubisoft, etc, etc, etc), das médias (as que já faziam Live Arcade) e as pequenas (indies) desenvolvedoras. Mistura tudo, ABRE o sistema, usa sistema de rankeamento (rating) pra mandar pro limbo os jogos ruins e deixar em evidencia os bons, e pronto. Bota o sistema de Awards pra funcionar, dando itens pro avatar conforme o usuário vai avaliando os jogos.

    Pra fechar com chave de ouro TOTAL, amplia o SITE do Xbox.com e da Live e cria uma rede social integrada com o FB a partir das amizades da Live, com o histórico de jogatina, os achievements destravados, os jogos comprados.
    Ótimo post, mas infelizmente não vinga (pelo menos do lado da Microsoft).

+ Responder Tópico Ir para o Fórum
Página 3 de 3 Primeira 1 2 3

Assuntos do tópico

Compartilhar

Permissões