+ Responder Tópico
  1. #1
    Redação
    hardMOB
    Avatar de Rodrigo Guerini
    Info
    Registro
    May 2002
    Mensagens
    12.637
    Blogs
    10
    Verdinhas
    1645

    Game Gear

    Sucesso é um conceito relativo, pelo menos se estivermos pensando no mercado de videogames. Enquanto algumas empresas se estapearam para conseguir ultrapassar um milhão de unidades vendidas, outras venderam muito mais. O Game Gear chegou ao número de 11 milhões de unidades em 6 anos, algo considerável que o fez ficar em segundo lugar na corrida entre os portáteis.

    Clique na imagem para versão maior

Nome:	 Game Gear.jpg
Visualizações: 896
Tamanho: 49,2 KB
ID:	6309


    Sucesso? Não se lembrarmos dos 118 milhões de unidades de Game Boy.

    Um pouco de história

    No início da década de 1990, com o bom lançamento do Mega Drive (Genesis) nos EUA e a demora da Nintendo em trazer o Super Nintendo para o ocidente, a Sega estava colhendo os frutos de competir de igual para igual no mercado. Com o lançamento do Game Boy, e Atari Lynx em 1989 e Turbo Express em 1990, já havia passado da hora da Sega tentar suas chances neste segmento.

    Em outubro de 1990 a Sega lança o Game Gear no Japão, e assim como o seu Master System e Mega Drive anteriormente não recebe grande atenção, com vendas apenas modestas. Em abril de 1991 a Sega lança o console nos EUA (e Europa) e sabe que já irá competir com uma base milionária de Game Boys. O marketing, portanto, é agressivo.

    Clique na imagem para versão maior

Nome:	 gamegear_tv.jpg
Visualizações: 2348
Tamanho: 43,3 KB
ID:	6310
    Game Gear TV Tuner permitia ver TV (analógica) no seu portátil


    Mostrando principalmente a capacidade de cores do console, ao contrário do "verde e preto" do principal concorrente, e a luz traseira na tela a Sega pretendia mostrar que o Game Boy era justamente isto, um jogo para crianças, enquanto o Game Gear serveria para todos, inclusive adultos, com suas capacidades multimedia. E depois dizem que a história não se repete...

    Sem o apoio de third parties que preferiam focar na produção de jogos para o Game Boy e sem um "killing app" como Tetris, o Game Gear vendeu bem, mas nem de perto arranhou o reinado do portátil da Nintendo. Acabou sendo descontinuado em 1997, justamente no momento em que uma nova febre surgia no concorrente: Pokémon.

    Hardware

    O Game Gear é essencialmente um Master System turbinado. Recebeu uma paleta de cores maior (4096), além de som stereo. Possuía dois botões de ação e um de menu chamado start no canto direito e um direcional no canto esquerdo.

    Seu formato vinha tentar resolver um dos problemas do Game Boy, que era a dificuldade em arranjar uma posição confortável para jogá-lo. Embora alguns tenham apreciado o esforço outros já o achavam grande e desengoçado demais.

    Clique na imagem para versão maior

Nome:	 Game Gear_back.jpg
Visualizações: 944
Tamanho: 96,5 KB
ID:	6311
    Seis Pilhas!


    A jóia estava na tela. Se para os padrões de hoje ela seria considerada no máximo medíocre, para a época suas cores vivas e a luz de fundo permitiam uma qualidade de imagem muitas vezes superior ao Game Boy. Entretanto isto cobrava um preço severo, no caso, no formato de 6 pilhas AA para um máximo de 5 horas de jogatina. Enquanto isto o Game Boy se equilibrava em 4 pilhas para 10, 12 horas.

    Acessórios

    A Sega investiu pesado nos acessórios para o Game Gear, na tentativa de transformá-lo num aparelho multimedia completo. Mas é curioso notar que a grande maioria destes acessórios estavam ligados a um problema vital do aparelho: a bateria.

    O PowerBack, o Battery Pack e o Car Adaptor foram todos acessórios que tinham este objetivo, prolongar a jogatina por mais algumas horinhas antes de ir ao supermercado comprar mais e mais pilhas.

    Clique na imagem para versão maior

Nome:	 MasterGear Converter.jpg
Visualizações: 856
Tamanho: 97,0 KB
ID:	6312
    Jogar Alex Kidd nunca ficou tão... pequeno


    Já o Super Wide Gear era uma lente de aumento colocada na frente da tela para aumentar a visão do jogador e o Game Gear TV Tuner permitia assistir televisão na tela do console. Por alguma razão as pessoas pareciam realmente interessadas em ter TV onde quer que elas estivessem. Esquisito anos 1990. Este acessório permitia até a entrada de video, fazendo com que você pudesse ligar algum console ou VHS no aparelho.

    A jóia da coroa dos acessórios de Game Gear, entretanto, ficava com o MasterGear Converter que permitia que os jogos de Master System rodassem no console. Devido a paleta de cores inferior do console de mesa o inverso (rodar jogos de Game Gear em um Master System) não é possível.

    Jogos

    Como já dito o Game Gear não teve um jogo "todo-poderoso", como foram Tetris e Pokémon no Game Boy, mas isto não quer dizer que não haja vários jogos que merecem a atenção dos amantes de videogames.

    Sonic 2, Shinobi II, Ax Batler, Mega Man, Gunstar Heroes e até o próprio Columns, a tentativa da Sega de trazer algo próximo a Tetris no console, são exemplos de jogos que se não fazem você sair de casa agora para comprar o console, pelo menos deixarão o proprietário de um entretido por um bom tempo.

    Clique na imagem para versão maior

Nome:	 Streets%20of%20Rage%202%20Compare%20GG-1.gif
Visualizações: 1038
Tamanho: 13,0 KB
ID:	6313
    Streets of Rage no Game Gear, jogo que mostrava bem a capacidade de cores do portátil


    Na verdade, pela falta de jogos de outras empresas, a Sega investiu pesado na produção para o portátil que se não foi possível criar clássicos eternos, ao menos não fizeram feio.

    Por fim...

    Não foi a entrada no mercado de portáteis que a Sega queria, certamente. Mercado que ela claramente ignorou no futuro, apenas com o lançamento do Nomad em pequena escala.

    Com apenas 11 milhões de unidades é difícil falar sobre qualquer competição existente contra o Game Boy, e seu atual esquecimento por grande parte dos jogadores mostra que quando uma única empresa domina o mercado há a chance de perdermos ótimos jogos e idéias nos concorrentes de menor calibre.

    O Game Gear tinha (e tem?) muito a oferecer a um jogador, pelo menos enquanto as pilhas aguentassem.

  2. # Publicidade
    Publicidade

  3. #2
    Membro Avatar de Darktag
    Info
    Doe sangue.
    Registro
    Aug 2004
    Mensagens
    12.838
    Verdinhas
    3956

    O Master System de bolso! \o/

  4. #3
    Membro Avatar de Yang
    Info
    Registro
    Jun 2003
    Mensagens
    3.882
    Verdinhas
    545

    tive um e joguei bastante.. a questao da pilha realmente era muito triste, naquela epoca nem existia acho eu pilhas recarregaveis..
    ate tinha esquecido da sua existencia, relembrar é viver!
    hj tenho um psp e acho otimo, nada como ter um game do lado da cama.

  5. #4
    Membro Avatar de Mr Fish
    Info
    Registro
    Apr 2001
    Mensagens
    1.468
    Verdinhas
    5

    Na época, um console portátil com tela colorida era algo revolucionário. Ele custava o mesmo que um Mega Drive. Então, se aquele não fosse pra ser um segundo console, era até burrice comprar.
    O interessante mesmo é o tosquíssimo sintonizador de tv analógica. Imagino só a qualidade do sinal...

  6. #5
    Membro Avatar de Pigueroto
    Info
    Registro
    Oct 2007
    Mensagens
    641
    Verdinhas
    78

    De bolso? não lembro disso cabendo em bolso nenhum

  7. #6
    Membro Avatar de andrepmrj
    Info
    Registro
    Nov 2000
    Mensagens
    11.346
    Verdinhas
    449

    eu tive dois eaheheahehe

    meu primeiro , meu sobirnho detonou ele no chao, o segundo eu vendi nem sei pra quem, me diverti muito com ele.

  8. #7
    Membro Avatar de Netossauro
    Info
    Registro
    Sep 2003
    Mensagens
    4.032
    Verdinhas
    2938

    comerdor de pilhas

  9. #8
    Suspenso
    Info
    Registro
    Jul 2004
    Mensagens
    1.296
    Verdinhas
    260

    invejei muita gente que teve... sim tive uma infancia modesta...

  10. #9
    Membro Avatar de Rafael El Mariachi
    Info
    Moe Dickstein
    Registro
    Dec 2001
    Mensagens
    3.483
    Verdinhas
    843

    eu também invejei quem teve...
    eu achava espetacular apesar de não gostar da sega.
    nunca tive game boy também.

  11. #10
    Membro Avatar de Ratzenberger
    Info
    Registro
    Sep 2004
    Mensagens
    9.506
    Verdinhas
    2823

    Invejei mto tambem quando vi essa belezinha rodando jogos de verão entre minhas mãos. Fiquei abismado

  12. #11
    Membro Avatar de Soufly3xtr3m3
    Info
    Loading...
    Registro
    Oct 2006
    Mensagens
    7.879
    Verdinhas
    5343

    Minhas primeiras panasonics recarregáveis se devem a ele

  13. #12
    Membro
    Info
    Registro
    Feb 2007
    Mensagens
    229
    Verdinhas
    7

    o melhor era o shinobi do game gear

+ Responder Tópico Ir para o Fórum

Assuntos do tópico

Compartilhar

Permissões