• Prometheus é Ícaro

      Prometheus é o novo filme de Ridley Scott, marca sua retomada a ficção científica após três décadas depois de Blade Runner e traz a premissa de explicar quem era o Navegador (Space Jockey) fossilizado na espaçonave encravada no planetoide LV-426 (Alien - 1979).

      A partir daí o filme envereda em temas que, muito embora interessantes, lançam uma trama de ideias tão grande que simplesmente lhe saem do controle. Ao tentar laçar o espectador em seus questionamentos ele exagera no niilismo, se enrola, tropeça e faz uma bagunça enorme. A sensação geral é de que algo muito simples foi maquiado para parecer grandioso, de que um mecanismo mundano, que faz algo extremamente banal, foi enfeitado com engrenagens e alavancas e luzes piscando, mas se você olhar (nem tão) atentamente, vai ver algo bem simplório.

      Ao final do filme não dá para sair sem aquele gosto azedo na boca e a sensação de que algo não esta certo, de que, ao invés de tentar estimular seu cérebro, seus sentidos, ele tentou esconder algo, entortou, retorceu e quebrou em vários pedacinhos. Ficou mais complicado entender, mas isso não quer dizer que tenha algo muito importante para ser entendido.


      Vejam bem, Alien (do mesmo Ridley Scott) sofreu duras críticas quando de seu lançamento: era simplesmente um filminho padrão de terror que se passava em uma nave espacial. E era basicamente isso mesmo, mas Alien era conciso e tinha encarnado um potencial gigantesco, que brotou do roteiro, mas ganhou tanta força e independência que moldou tudo o que venho depois. Era sutil, visual, e nasceu da mente de um grande artista: H.R. Giger. Foi ele quem pariu Alien visualmente, e é nessa representação que repousa e encontra força todo o interesse em sua mitologia. Foi Giger quem também concebeu o Navegador, e ele não precisou de muito tempo de tela para demonstrar angústia, solidão, desespero e mistério, bastou uma ilustração materializada num estúdio de filmagem.

      Essa ideia, da sutileza visual retórica faltou em Prometheus, que preferiu expor muita coisa na forma de diálogos e interpretações. Neste modelo o filme precisaria de um ritmo suficientemente dosado para chegar onde queria, o que se mostrou impossível nas duas horas de duração da edição que esta sendo exibida.


      A partir de um momento tudo parece corrido, apressado, e justamente quando deveria começar a explicar, desenvolver e explorar seus próprios conceitos. Na tentativa de construir algo complexo e filosofal Prometheus acaba se mostrando raso. Faltou amarrar todas as referências religiosas, mitológicas e antropológicas a algo original e conciso, e não simplesmente jogar na cara da audiência todo esse emaranhado desconexo.

      Esse problema do filme apressado respinga no pouco espaço para desenvolver as personagens. Se você manda 17 pessoas para um planeta inóspito nos confins do espaço sideral, e não consegue estabelecer identidade ou vínculo com eles, se espera ao menos que seus destinos sejam interessantes. O que também não ocorre, os casacas vermelhas de Prometheus morrem como moscas durante o filme, mas de formas bem desinteressantes e até estúpidas. Nada tão marcante como a agonia e desespero de ter o peito sendo carcomido de dentro para fora culminando com uma explosão de sangue, tripas e ossos quebrados. Existe essa tentativa, mas o que deveria ser algo repulsivo e psicologicamente devastante como um aborto alto infringido acabou representado limpo, antisséptico, inconsequente e banal.


      Enquadramentos abertos em cenas de tensão pontual, excesso de imagens borradas em sequências de ação e pouco sangue na tela, Prometheus não se valoriza. Tudo bem, o filme pode não ter a proposta de suspense ou terror, mas algumas das coisas que acontecem ali tinham um potencial enorme de aterrorizar e foram amenizadas, perderam força e até sentido dentro do roteiro. Que alias, é uma colcha de retalhos, houveram tantas alterações, interferências e adaptações a estória original, durante todo o tempo de produção (5 anos), que o resultado final não se sustentou.

      O filme talvez funcionasse melhor se as questões que tenta levantar: origem do homem, mitologia, sentido da vida, religiosidade, fossem apresentadas de forma mais sutil, sob uma boa estória bem contada , estruturada e com personagens melhor desenvolvidos. E neste ponto Prometheus é o parquinho de diversões de Michael Fassbender. Dependesse dele Prometheus seria a estória de um androide (David) brincando de Deus. Enquanto parece que todos os atores do filme foram sacrificados pela tesoura da edição, Fassbender reluziu, Noomi Rapace (Shaw) tentou e todo o resto são só trejeitos e sotaques interessantes, e isso não parece culpa do elenco.


      Voltando a questão estética, ao imaginar a origem do Navegador em Alien, como algo que brotou naquela cadeira, uma criatura solitária presa em sua função durante décadas, séculos, observando imóvel o espaço. A angústia de ter seu corpo violado sem poder reagir e morrer em agonia solitário com uma explosão no peito. Esse tipo de exercício de criatividade pode ser feito com muito poucos elementos, mas eles precisam ser fortes, isso Giger nos proporcionou.

      Agora, Prometheus não tem muito disso, não existe nada de inédito ali que estimule tanto a curiosidade como Alien o fez. Na verdade é quase tudo reciclado: história, religião e mitologia. Em 1979 algumas decisões foram tomadas baseadas no orçamento do filme, e por incrível que pareça o corte no bolso foi o que trouxe uma das coisas mais interessantes ao filme. Se Scott pudesse ter filmado Alien como em seu roteiro, muito da mitologia dele estaria perdida, pois a curiosidade e imaginação que as fizeram ganhar força durante todos esses anos seria podada prematuramente.

      E é isso que vemos em Prometheus, a explicação de algo que não precisava ser explicado. Algo contraditório ao próprio Ridley Scott, que nas horas vagas de pintor dizia que suas telas deveriam permanecer inacabadas, para que algo pudesse pela imaginação surgir delas. O que ele fez com Prometheus foi pegar uma de suas telas que não precisava de retoque algum e preencher os espaços vazios. Prometheus não tinha a necessidade de se apoderar de Alien, a estória poderia ser desenvolvida com base em qualquer outra coisa. Quando usou como base sua antiga criação, trouxe também a expectativa de algo inovador e interessante, mas frustrou pelo resultado.


      Isso tudo faz de Prometheus um filme ruim? Não, claro que não, Prometheus é um bom filme de ficção científica mas que deve ser observado pelo tamanho da importância que quis trazer a si. O diretor, roteiristas e atores em entrevistas, os trailers fartamente divulgados expondo cada detalhe do filme bem antes de seu lançamento, foi construído um cenário que não não correspondeu na tela. Desde antes de seu lançamento a equipe vem tentando explicá-lo, contextualizar suas cenas, um artista não deveria perder tanto tempo explicando sua obra, ela deveria falar por si própria.

      Enquanto Prometheus tenta levantar grandes questões ele deveria ter sido mais humilde e respondido primeiramente de forma mais competente questões mais básicas e mundanas como furos no roteiro e inconsistências na atuação, pequenos problemas que são amplificados frente a pretensão do roteiro.

      No final das contas é um bom filme de ficção científica na forma como foi apresentado, é tecnicamente bem executado mas cujo maior defeito foi tentar parecer algo muito maior do que teve a capacidade de ser. Todos os elementos de um grande filme estão ali, mas esta tudo tão condensado e escondido, a todo momento seu potencial parece prestes a explodir, mas devido a má calibragem nunca emplacam. As questões levantadas, assim como a forma com que as amarra à ficção, e a própria mitologia da ficção, tem o potencial de gerar muitas discussões e especulações, tem material ali para justificar roteiros paralelos e até continuações.


      Uma nova edição, com mais tempo de tela lhe faria um bem tremendo, poderia até transformá-lo em algo que não parecesse prematuro, mas neste momento, fica a sensação de que Prometheus é mais a semente de coisas vindouras que algo completo, mais uma franquia a ser vendida que uma obra fechada, algo que tentou voar e se espatifou em pequenos pedaços, que agora podem ou não germinar coisas interessantes. Mas, por enquanto, merece ter seu fígado bicado.

      Ilustração: Theo Szczepanski
      Comentários 30 Comentários
      1. Avatar de RfaelBran
        O artigo cita furo no roteiro e inconsistencias na atuacao e falhou em responder coisas basicas, gostaria que fossem mais claros e descrevessem essas falhas.
        O filme é ótimo e todo fan de ficção deve assistir e de preferencia numa sala Imax.
      1. Avatar de eventhorizon
        Ficou claro pra mim que o diretor não quis retomar aqueles elementos já exaustivamente explorados nos filmes originais da franquia Alien, mas manter um diálogo e abrir novas possibilidades, no que foi bem sucedido. Muito bom filme.
      1. Avatar de TheKnight | TK
        não gostei do filme.
      1. Avatar de TheKnight | TK
        Os personagens não tem carisma, não foram apresentado, você mal sabe identificar quem é quem. O android envenenou o cara, não ficou muito bem explicado isto. A mulher teve um bebe alien, tambem não sei porque diabos isto.

        O resto é balela
      1. Avatar de PARA FAL
        Vou falar um spoiler a respeito do final do filme, em spoiler, então se não viu não clique:

        Spoiler:
        O que você entenderam do final do filme? Final q eu digo são aqueles últimos 30 ou 15 segundos ali do "engenheiro" morto e tal quando sai um "alien" de dentro dele. Na verdade o "alien" tava comandando ele e por isso ele tinha sido "mau" com os humanos? Foi isso q eu entendi... e eu achei uma merda... tentativa muito forçada de dar continuidade ao filme...
      1. Avatar de PARA FAL
        Ah, já tem um tópico a respeito disso....vo falar sobre isso lá...hehehehe
        Foi mal galera.
      1. Avatar de mtrein
        Esse review poderia ser usado como um review de si mesmo hehehe

        Falou, falou, falou e não disse nada.
      1. Avatar de kingMOB
        Citação Citando RfaelBran Ver mensagem
        O artigo cita furo no roteiro e inconsistencias na atuacao e falhou em responder coisas basicas, gostaria que fossem mais claros e descrevessem essas falhas.
        O filme é ótimo e todo fan de ficção deve assistir e de preferencia numa sala Imax.
        É um bom filme bitcho, sem dúvida, mas ele tentou se apresentar como um excelente filme, coisa que não é =(

        Eu tentei não revelar muito sobre o enredo no texto, por isso divaguei mais sobre as ideias dele, mas acredito que essa confusão toda em relação ao roteiro se deva a entrada do Damon Lindelof (Lost) a pedido do Ridley Scott, que achava a estória "simples demais", e até mesmo a extrema interferência do Ridley Scott no texto.

        Eles tinham um roteiro que era de fato o prelúdio de Alien, e aos poucos Lindelof e Scott foram afastando essa ligação e construindo algo novo, mas não terminaram. Eu não sei por quê. Talvez tempo, talvez pressão dos investidores. Como eles fizeram parte de todo esse processo de mutação do roteiro talvez algumas coisas do filme lhes sejam claras, mas como espectador muita coisa não faz sentido.

        Daí você pega um Lindelof que venho do sucesso de Lost, que estava sob a influência criativa do Inception (ele mesmo comenta isso), some a isso o que já seria algo que se queria complexo as interferências metafísicas do Scott e ficou uma salada. Que não tinha necessidade de ser.

        Pegue por exemplo quem deveria ser a personagem central da trama: Shaw. O perfil dela é de uma cristã convicta. As ações dela no filme batem com esse perfil? Tu não ficou com a sensação de que em partes críticas do roteiro esse perfil foi totalmente ignorado em favor do andamento da estória? Como se qualquer outra personagem pudesse ocupar esse mesmo espaço? Como se ela fosse totalmente descartável?
      1. Avatar de kingMOB
        Citação Citando PARA FAL Ver mensagem
        Vou falar um spoiler a respeito do final do filme, em spoiler, então se não viu não clique:

        Spoiler:
        O que você entenderam do final do filme? Final q eu digo são aqueles últimos 30 ou 15 segundos ali do "engenheiro" morto e tal quando sai um "alien" de dentro dele. Na verdade o "alien" tava comandando ele e por isso ele tinha sido "mau" com os humanos? Foi isso q eu entendi... e eu achei uma merda... tentativa muito forçada de dar continuidade ao filme...
        Spoiler:
        David infecta Holloway com o "líquido negro", este inicia um processo de decomposição molecular no cara muito parecido ao do Engenheiro que se sacrifica no início do filme. O problema é que Holloway não é "puro", dessa forma ao mesmo tempo em que se dá o processo de "desmonte " dele partes de seu corpo sofrem mutação (que é demonstrado com a criatura se contorcendo dentro de seu olho). Holloway fatura Shaw naquele dia e injeta nela esperma em mutação. É esse esperma que desenvolve dentro dela gerando o "Trilobita" que aparece na cesariana. Este por sua vez amadurece e injeta seu embrião pela garganta do Engenheiro, dentro dele o embrião do Trilobita se desenvolve na criatura que estoura de seu peito.
      1. Avatar de kingMOB
        Citação Citando eventhorizon Ver mensagem
        Ficou claro pra mim que o diretor não quis retomar aqueles elementos já exaustivamente explorados nos filmes originais da franquia Alien, mas manter um diálogo e abrir novas possibilidades, no que foi bem sucedido. Muito bom filme.
        Ah sim, Ridley Scott até disse isso, que não havia muito para fazer além do que já fora feito. Tanto que os caras que desenharam as novas criaturas seguiram uma linha estética diferente do Giger (que é legal, porém anos luz da genialidade do Giger). Mas eu não vi isso como algo positivo, pois para fazer algo assim ele simplesmente não precisaria se apoderar de Alien, poderia ter criado uma estória totalmente original e ficaria até algo bem mais interessante. As referências ao Alien embananaram as coisas =(

        Depois, eu lembro do Ridley Scott falando que queria assustar com esse filme, e, sinceramente, não tem nada muito assustador ali, até a censura parece exagerada.
      1. Avatar de Metagem
        Bem, como tem um monte de gente que assistiu o filme, eu gostaria que me explicassem algumas coisas que não ficara claras no filme:

        (QUEM NÃO ASSISTIU O FILME FAVOR NÃO LER ABAIXO):
        Spoiler:

        1- O que significa aquele "engenheiro" se matando no início do filme? Por que ele faz isso?

        2- Por que o David infecta o Holloway? Qual a utilidade disso para ele atingir o objetivo da missão?

        Grato!
      1. Avatar de ARBALEST
        Citação Citando PARA FAL Ver mensagem
        Vou falar um spoiler a respeito do final do filme, em spoiler, então se não viu não clique:

        Spoiler:
        O que você entenderam do final do filme? Final q eu digo são aqueles últimos 30 ou 15 segundos ali do "engenheiro" morto e tal quando sai um "alien" de dentro dele. Na verdade o "alien" tava comandando ele e por isso ele tinha sido "mau" com os humanos? Foi isso q eu entendi... e eu achei uma merda... tentativa muito forçada de dar continuidade ao filme...
        Tu assistiu a série Alien antes de ver Prometheus? Se a resposta for não, tá explicado.


        Vou explicar um pouco a história e ligação de Prometheus e Alien.

        Alien foi uma criatura descoberta em planetas distantes pela nave do filme 1 de 1979, nunca se explicou de onde ele surgiu ou qual seu propósito, ele é um parasita que precisa de um hospedeiro para se reproduzir, logo ele era "encubado" em humanos e nasce assim a criatura "serpente" ou somente "alien" que é a conhecida nos filmes e a mesma que saiu do "Engenheiro" no final de Prometheus, repare que o embrião que foi gerado pela médica, ficou preso na sala de cirurgia e ela toma o "Engenheiro" e encuba o embrião no mesmo, depois o ALIEN "nasce" dele.

        No final o que deu a entender é que os Aliens foram criados pelos "engenheiros" como uma arma biológica a fim de exterminar "mundos" criados por eles, porém tudo saiu do controle e a população de "Engenheiros" no planeta em que se passa o filme foi dizimada, as naves lá existentes continham milhares de vasilhames como o DNA mutante do alien, o Robô sob ordem do Wayland realiza um teste no Dr com o líquido, e o mesmo engravida a mulher(médica) e bla bla bla...

        Sei que o texto ficou confuso, mas são 1 da manha e não vou ficar pensando demais pra tentar explicar essa budega.

        Abraço
      1. Avatar de tommy =P
        Putz, vou ver o filme sábado e depois de ler isso já vou meio desanimado

        Não devia ter lido a critica antes heh
      1. Avatar de PARA FAL
        Citação Citando ARBALEST Ver mensagem
        Tu assistiu a série Alien antes de ver Prometheus? Se a resposta for não, tá explicado.


        Vou explicar um pouco a história e ligação de Prometheus e Alien.

        Alien foi uma criatura descoberta em planetas distantes pela nave do filme 1 de 1979, nunca se explicou de onde ele surgiu ou qual seu propósito, ele é um parasita que precisa de um hospedeiro para se reproduzir, logo ele era "encubado" em humanos e nasce assim a criatura "serpente" ou somente "alien" que é a conhecida nos filmes e a mesma que saiu do "Engenheiro" no final de Prometheus, repare que o embrião que foi gerado pela médica, ficou preso na sala de cirurgia e ela toma o "Engenheiro" e encuba o embrião no mesmo, depois o ALIEN "nasce" dele.

        No final o que deu a entender é que os Aliens foram criados pelos "engenheiros" como uma arma biológica a fim de exterminar "mundos" criados por eles, porém tudo saiu do controle e a população de "Engenheiros" no planeta em que se passa o filme foi dizimada, as naves lá existentes continham milhares de vasilhames como o DNA mutante do alien, o Robô sob ordem do Wayland realiza um teste no Dr com o líquido, e o mesmo engravida a mulher(médica) e bla bla bla...

        Sei que o texto ficou confuso, mas são 1 da manha e não vou ficar pensando demais pra tentar explicar essa budega.

        Abraço

        Eu entendi cara.
        Mas me explica porque o "alien" no Prometheus sai praticamente adulto de dentro do Engenheiro, sendo que no filme do alien seus filhotes são diferentes.
        Se ele tivesse sido encubado não teria que nascer "filhote"?
        Seria mais lógico...
      1. Avatar de ARBALEST
        Citação Citando PARA FAL Ver mensagem
        Eu entendi cara.
        Mas me explica porque o "alien" no Prometheus sai praticamente adulto de dentro do Engenheiro, sendo que no filme do alien seus filhotes são diferentes.
        Se ele tivesse sido encubado não teria que nascer "filhote"?
        Seria mais lógico...
        Sim, porém, queira ou não é uma espécie diferente de nós Humanos, assim como no AvP nasce o "Predalien" do predador, diferente, mas o "filhote" não nasce assim tão grande do Engenheiro não, ou estou enganado, tenho que ver o filme denovo, vi em 3d, e no final do filme já estava com a cabeça doendo, mania do infernos desse 3d nas salas que prestam dos cinemas me deixa louco. Filme 3D tá com nada hehehe
      1. Avatar de kingMOB
        Citação Citando Metagem Ver mensagem
        Bem, como tem um monte de gente que assistiu o filme, eu gostaria que me explicassem algumas coisas que não ficara claras no filme:

        (QUEM NÃO ASSISTIU O FILME FAVOR NÃO LER ABAIXO):
        Spoiler:

        1- O que significa aquele "engenheiro" se matando no início do filme? Por que ele faz isso?

        2- Por que o David infecta o Holloway? Qual a utilidade disso para ele atingir o objetivo da missão?

        Grato!
        Spoiler:
        1- É um ritual de sacrifício, referência a nossas antigas culturas que matavam animais ou mesmo homens por uma boa colheita ou proteção divina. Mas no caso dos Engenheiros, criar vida no planeta (que não necessariamente é a Terra). Aquele Engenheiro seria o pai de todos os animais daquele planeta, o que talvez explicasse a ira do outro que foi acordado pelos humanos =)

        2- Isso ninguém sabe, talvez pura curiosidade, talvez a mando do Weyland, talvez uma tentativa de demonstrar sentimentos humanos, como rancor justamente em cima de quem ficou cutucando ele o tempo inteiro =) Esse é uma das pontas soltas do roteiro.
      1. Avatar de kingMOB
        Citação Citando tommy =P Ver mensagem
        Putz, vou ver o filme sábado e depois de ler isso já vou meio desanimado

        Não devia ter lido a critica antes heh
        Nada, indo com as expectativas mais baixas tu aproveitará melhor o filme. É um bom filme =)
      1. Avatar de kingMOB
        Citação Citando ARBALEST Ver mensagem
        Sim, porém, queira ou não é uma espécie diferente de nós Humanos, assim como no AvP nasce o "Predalien" do predador, diferente, mas o "filhote" não nasce assim tão grande do Engenheiro não, ou estou enganado, tenho que ver o filme denovo, vi em 3d, e no final do filme já estava com a cabeça doendo, mania do infernos desse 3d nas salas que prestam dos cinemas me deixa louco. Filme 3D tá com nada hehehe
        Spoiler:
        Pois ele não esta necessariamente no mesmo estágio de evolução do xenomorfo do Alien. Pode tanto ser uma espécie totalmente diferente como pode ser o ancestral do Alien. Se quiser extrapolar, pode até imaginar que aquela criatura entrou na nave em que a Shaw e David saíram do planeta, infectou alguém lá dentro, a nave caiu então em LV-426 e daí nasceu o Alien =)
      1. Avatar de ARBALEST
        Citação Citando kingMOB Ver mensagem
        Spoiler:
        Pois ele não esta necessariamente no mesmo estágio de evolução do xenomorfo do Alien. Pode tanto ser uma espécie totalmente diferente como pode ser o ancestral do Alien. Se quiser extrapolar, pode até imaginar que aquela criatura entrou na nave em que a Shaw e David saíram do planeta, infectou alguém lá dentro, a nave caiu então em LV-426 e daí nasceu o Alien =)
        Isso que fiquei intrigado, sabe em que epoca se passa Prometheus? antes ou depois de Alien o 8º passageiro? não lembro de mencionarem o Ano no primeiro Alien, Prometheus é 2077 certo?
      1. Avatar de Dr. Host
        Achei o final do filme uma mer... pura falta de imaginaçao.
        Tem livro do filme ?
        Se tiver o final ew o mesmo ?

        Porr,, qdo vi aqui aquilo pensei .. oque o filme aliens tem haver com este filme ?
        Este Ridley Scott fumou o bobi errado ew ? aff
        Qdo vi aquilo disse pra mim mesmo,,, NAO NAO NAAAOOO PODE SER !!!!!!!!!!!!!!!!
      Para comentar por favor registre-se.