+ Responder Tópico
  1. #1
    Membro Avatar de FenixFAB
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    o/
    Registro
    Nov 2002
    Mensagens
    3.872
    Verdinhas
    918

    [CongressoMOB] Hospital Q5 na Mesopotamia?

    Então, tex querendo enfiar um Q5 la, acho totalmente insano e de alto risco.

    1º pq podem sabotar a RW q ele quer fazer e o hospital evaporar

    2º pq pode haver contrato posterior de devolução dessa região


    Eu acho q deveria ir pra região sudeste, mas mtos são contra, pq o ideal é ter gente no sul e norte, o q vcs acham?

  2. # Publicidade
    Publicidade

  3. #2
    Membro Avatar de AVTK
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Mar 2002
    Mensagens
    105
    Verdinhas
    0

    Ainda sou novo no jogo, mas me ajudem a entender melhor

    1º pq podem sabotar a RW q ele quer fazer e o hospital evaporar
    Quem pode sabotar? Quais os riscos de acontecer?

    2º pq pode haver contrato posterior de devolução dessa região
    Até onde sei o Brasil só devolve se tiver interesse certo? Em caso de devolução não podemos acordar de "cobrar" pelas "benfeitorias" nesse contrato?

  4. #3
    hardMOB Staff - Moderação Avatar de Raph4
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Photo Geek!
    Registro
    Jul 2004
    Mensagens
    12.655
    Verdinhas
    4014

    Com essas idéias de devolução/troca de território sempre latentes, é no mínimo estúpido gastar um centavo sequer naquela região

  5. #4
    Membro Avatar de FenixFAB
    Autor do tópico
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    o/
    Registro
    Nov 2002
    Mensagens
    3.872
    Verdinhas
    918

    Citação Citando AVTK Ver mensagem
    Ainda sou novo no jogo, mas me ajudem a entender melhor

    1º pq podem sabotar a RW q ele quer fazer e o hospital evaporar
    Quem pode sabotar? Quais os riscos de acontecer?

    2º pq pode haver contrato posterior de devolução dessa região
    Até onde sei o Brasil só devolve se tiver interesse certo? Em caso de devolução não podemos acordar de "cobrar" pelas "benfeitorias" nesse contrato?
    1º digamos que uns 10 tanks romenos se intrometam e queiram jogar agua no nosso chopp e que isso ocorra de madrugada, não tem brasileiro que esteja acordado que segure .

    2º pode cobrar depois pela benfeitoria, mas vai deixar o hospital la nesse lapso de tempo pra q? poucos usarão... é gastar pra pouca coisa, já q um hospital Q5 no sudeste daria mais força de ataque pro eBrasil e ajudaria a treinar em caso de uma invasão e necessitarmos contra atacar, mas pelo jeito só eu penso assim...

  6. #5
    Membro Avatar de Thomazini
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    May 2002
    Mensagens
    4.087
    Verdinhas
    61

    Então..
    A idéia do hospital Q5 é justamente para dificultar o boicote!
    Para quem não sabe, quanto mais cidadãos na região, maior é o muro e portanto, mais dificil para a região ser perdida ou conquistada.
    Com um hospital Q5 nesta região, os jogadores poderão migrar para lá para lutar ao invés de se manter no sudeste por exemplo..

    A idéia é muito boa mas SE e somente SE nunca tiver intenção de devolver a Mesopotamia!
    Como sabemos q volta e meia tem uns tontos afim de devolve-la, tambem acho arriscado já que a região não nos tras nenhuma benfeitoria...

    Mas eu acredito q a intenção é de nunca devolver a região.. e espero que seja isso que ocorra.
    []s

  7. #6
    Membro Avatar de Thomazini
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    May 2002
    Mensagens
    4.087
    Verdinhas
    61

    O Tex é louco..
    agora que dei uma lida no artigo sobre o plebiscito e ele me escreveu isso:

    "A Argentina alega que suas empresas de food e gift sofrerão um colapso por causa do Plano PAIS. Ora, vamos desistir de treinar nossa população para evitar que algumas empresas sofram dificuldades TEMPORÁRIAS? Isso não lhes parece uma decisão absurda e sem sentido? Uma população militarmente treinada é uma população forte, e isso é PRIORIDADE neste jogo."

    Será que ele não percebeu que os argentinos estão certos?
    Ninguem vai precisar comprar food, nem gift nem casa! Só arma (qdo quiser comprar ainda) e ticket (abandonando o país)..

    Como as empresas vão se sustentar com isso?. Onde a população vai trabalhar?.
    Não pode ser q ele nao enxergue uma coisa tão obvia dessas!

    Muito triste isso!
    Tomara que dia 5 chegue logo e o manurc consiga acabar com esse plano louco!
    Senão continuarei na Indonesia 4ever

  8. #7
    Membro Avatar de AVTK
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Mar 2002
    Mensagens
    105
    Verdinhas
    0

    Citação Citando Thomazini Ver mensagem
    " Será que ele não percebeu que os argentinos estão certos?
    Ninguem vai precisar comprar food, nem gift nem casa! Só arma (qdo quiser comprar ainda) e ticket (abandonando o país)..

    Como as empresas vão se sustentar com isso?. Onde a população vai trabalhar?.
    Não pode ser q ele nao enxergue uma coisa tão obvia dessas!
    Vou colocar aqui minha visão (de um jogador iniciante 1/2 mes) sobre esse tema e gostaria de fomentar essa discussão para ver se aprendo algo.

    No caso das coisas ocorrerem conforme plano do TEX:

    Tendo disponibilidade de uso de hospitais, não é necessário para a população brasileira o uso de gifts e food (food talvez só Q1?) enquanto estivermos em guerra. Porém para a produção de gift é necessário diamantes. recurso esse que não temos nenhuma região high. Não conseguiremos consumir toda a nossa produção de grão e nos tornaremos um grande exportador de grãos.

    Sabendo que a demanda por materia prima sempre existirá (seja no Brasil ou no resto do mundo), o Brasil deverá focar as suas empresas no ramo de materia-prima, onde temos regioes de alta concentração, Se soubermos aproveitar, podemos ser um grande exportador de Food com preços mais baixos no mercado uma vez que nossa produtividade será sempre alta, pois teremos o wellness sempre alto pelo uso dos hospitais.

    Para atender à toda essa demanda militar de forma coerente, será necessário aumentar em muito a produção de armas e consequentemente de ferro. Se tivermos uma batalha "infinita" e armas baratas, nos tornaremos em breve um potência militar mundial. Jogadores novos com 2 meses de jogo ja estarão alcançando a patende de capitão.

    Essa condição nos deixa sempre alerta, pois teremos a população com wellness alto e armas em estoque, seja para "treinar"ou para defender nosso território se necessário.

    Resumindo: Na minha opinião trocaremos as empresas de gifts e food por empresas de weapon e matéria prima em geral com melhor produtividade, mantendo o nível de emprego. Estaremos sempre prontos militarmente.

  9. #8
    Membro
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Sep 2008
    Mensagens
    468
    Verdinhas
    0

    Citação Citando Thomazini Ver mensagem
    O Tex é louco..
    agora que dei uma lida no artigo sobre o plebiscito e ele me escreveu isso:

    "A Argentina alega que suas empresas de food e gift sofrerão um colapso por causa do Plano PAIS. Ora, vamos desistir de treinar nossa população para evitar que algumas empresas sofram dificuldades TEMPORÁRIAS? Isso não lhes parece uma decisão absurda e sem sentido? Uma população militarmente treinada é uma população forte, e isso é PRIORIDADE neste jogo."

    Será que ele não percebeu que os argentinos estão certos?
    Ninguem vai precisar comprar food, nem gift nem casa! Só arma (qdo quiser comprar ainda) e ticket (abandonando o país)..

    Como as empresas vão se sustentar com isso?. Onde a população vai trabalhar?.
    Não pode ser q ele nao enxergue uma coisa tão obvia dessas!

    Muito triste isso!
    Tomara que dia 5 chegue logo e o manurc consiga acabar com esse plano louco!
    Senão continuarei na Indonesia 4ever
    Sobre isso já escrevi: http://www.erepublik.com/en/article/...ra-728665/1/20

    AVTK, lembre-se que as empresas tem sempre algum proprietário e, consequentemente, alguém que as banque.

    O problema da sua ideia é que, os setores de food e gift são cetores razoávelmente "certos", são setores que tem uma grande demanda e, consequentemente, ajudam a manter os empresários quando estes estão abrindo suas empresas. Já o setor de armas só tem procura quando há guerras, ou seja, em momentos de paz, empresas com caixa baixo, ou começando não conseguem manter-se funcionando porque não tem cacife para estocar, tampouco tem mercado para seus produtos, sendo obrigadas a paralisar suas atividades.

    Não se esqueçam que estamos sofrendo uma grande pressão do PEACE para poder devolver a mesopotamia aos argentinos, principalemnte depois que eles viraram aliados e que os indonésios "venderam" as regiões deles.

    Assim, nem tudo é tão simples quanto parece.

  10. #9
    Membro Avatar de douglas.klabunde
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Feb 2009
    Mensagens
    9
    Verdinhas
    0

    Concordo com o Thomazini. Embora pareça uma boa p/ quem vai lutar lá, se depois tivermos que devolver a região, não tem sentido ficar investindo nela dessa maneira.

+ Responder Tópico Ir para o Fórum

Assuntos do tópico

Compartilhar

Permissões