+ Responder Tópico
  1. #1
    Membro Avatar de Arraso
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Apr 1999
    Mensagens
    9.117
    Verdinhas
    8

    MSI e nova fábrica no Brasil

    Esperei alguém postar, mas está aí:

    http://noticias.uol.com.br/economia/...t3679u295.jhtm

    Fábrica de Taiwan produzirá peças de informática no Brasil

    Taipé, Taiwan, 08 Ago - A taiwanesa MSI Computer, um dos quatro maiores fabricantes mundiais de componentes para computadores, anunciou nesta terça-feira que vai construir uma unidade no Brasil.

    "A decisão do grupo foi tomada após o governo brasileiro ter concedido incentivos fiscais, que reduzirão os impostos e os custos de produção em cerca de 25%", disse uma fonte do grupo chinês.

    Desde novembro de 2005, a MSI produz mensalmente cerca de 100 mil placas-mãe - peça responsável pela conexão de todos componentes do computador - através da associação com parceiros brasileiros. Com a nova fábrica e as parcerias brasileiras, a produção deverá duplicar para cerca de 200 mil placas-mãe por mês, o que representa um terço do mercado brasileiro do componente.

    A nova fábrica brasileira, que será concluída em dois anos, também produzirá componentes para placas de vídeo e equipamentos para redes sem fio.

    A empresa tem a sede em Taiwan e mantém três fábricas e um centro de pesquisa e desenvolvimento de novos produtos na China continental, na Região Econômica Especial de Shenzhen e em Kunshan, província de Jiangsu.

    Criado em agosto de 1986, o grupo tem uma produção anual de cerca de 21 milhões de placas-mãe e 11 milhões de placas de vídeo, com faturamento anual de US$ 2,4 bilhões (R$ 6,7 bilhões).

  2. # Publicidade
    Publicidade

  3. #2
    Membro Avatar de Cardone
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Jun 2003
    Mensagens
    7.111
    Verdinhas
    628

    Em termos práticos isso quer dizer que teremos placas de video e mobo a preços justos no Brasil ???

  4. #3
    Membro Avatar de Papaleu Paes
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Eu vi o futuro
    Registro
    Feb 2001
    Mensagens
    15.953
    Verdinhas
    15651

    Acho que nao.

  5. #4
    Membro Avatar de Supervitao
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Raikkonen #7
    Registro
    Nov 2005
    Mensagens
    1.466
    Verdinhas
    0

    o Kia cansou do Corinthians e resolveu investir agora no mundo da informática... legal


    É esperar pra ver... depende muito da estratégia de marketing da MSI e de quanto será o faturamento planejado por eles, aí saberemos se vamos ter produtos com preços bons. E claro: depender da boa vontade do governo brasileiro em relação aos impostos, pois é importante ressaltar: "A decisão do grupo foi tomada após o governo brasileiro ter concedido incentivos fiscais, que reduzirão os impostos e os custos de produção em cerca de 25%"

    Incentivo fiscal, imposto reduzido... e não imposto para VENDA dos produtos.
    Última edição por Supervitao : 09-08-2006 às 16:33

  6. #5
    Membro
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Jan 2002
    Mensagens
    22.949
    Verdinhas
    345

    Citação Citando ]PF[.PhoeniX
    Em termos práticos isso quer dizer que teremos placas de video e mobo a preços justos no Brasil ???
    Só se nego assaltar a fábrica.

  7. #6
    Membro Avatar de Arraso
    Autor do tópico
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Apr 1999
    Mensagens
    9.117
    Verdinhas
    8

    1) Produtos de baixo custo ficarão ainda mais baratos;

    2) O Brasil exportará mais produtos de alta tecnologia, pois agora terá o quê exportar.

    Esse tipo de coisa não atende o mercado onde situamos (high-end).

    Mas é o primeiro passo.

  8. #7
    Membro
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    May 2001
    Mensagens
    4.863
    Verdinhas
    300

    isso eh bom porque quem sabe outras grandes empresas da vida como asus por exemplo nao começam a investir no brasil?

  9. #8
    Membro Avatar de Spider[JSLV]
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    LOL
    Registro
    Jun 1999
    Mensagens
    7.926
    Verdinhas
    1462

    Não sei até que ponto vejo essas coisas com bons olhos.

    Pensem comigo: não é nos países asiáticos (China, Tailândia etc) onde a mão-de-obra é mais barata e quase escrava?

    Até que ponto vocês acham que isso gera emprego bem remunerado no Brasil? Lembre-se de que o governo brasileiro investe pensando principalmente em geração de emprego ao dar incentivos fiscais, até porque exportar produtos de alta tecnologia teoricamente só é interessante quando desenvolvidos com tecnologia nacional.

  10. #9
    Membro Avatar de Jehhuty
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Nov 2004
    Mensagens
    4.080
    Verdinhas
    47

    Já está decidido onde será instalada a fábrica? Manaus?

    Quanto ao preço justo, acho que vai continaur a mesma coisa. Vide caso de marcas como LG, Samsung e Sony. Essas empresas têm fábricas no Brasil, mas seus produtos continuam absurdamente caros comparados com os semelhantes estrangeiros.

  11. #10
    Membro Avatar de Jehhuty
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Nov 2004
    Mensagens
    4.080
    Verdinhas
    47

    Bom, já achei a resposta pra algumas perguntas:

    * Enviar para um amigo
    * Imprimir

    A multinacional chinesa Micro-Star International (MSI) elegeu o Brasil para montar sua primeira fábrica de placas-mãe - o principal componente dos computadores - fora da Ásia. A decisão foi tomada após o governo federal conceder à empresa os incentivos fiscais previstos em Processos Produtivos Básicos (PPB) para a área de informática.

    A empresa, que até agora só contava com um escritório em São Paulo, terceirizava sua produção para parceiros locais. Com a aprovação do PPB, a subsidiária passa a ter isenção do imposto sobre produtos industrializados (IPI), além de redução em taxas para importação de matéria-prima. De maneira geral, os custos de produção cairão em torno de 25%. "Vai viabilizar uma série de negócios", comenta o diretor da MSI no Brasil, Frank Lin. "Teremos condições de fabricar no país a um preço competitivo."

    O próximo passo, afirma o executivo, é escolher a cidade que receberá a fábrica, o que ocorrerá nos próximos dois meses. Depois de ganhar a briga fiscal com o governo federal, Lin corre atrás de cidades que lhe garantam mais benefícios.

    Basicamente, o que está em questão é o imposto relacionado à circulação de mercadorias e prestação de serviços (ICMS), que varia drasticamente conforme o estado. "Estamos fazendo pesquisas, conversando com alguns Estados. Uns dão mais atenção, outros, nem tanto, mas ainda estamos abertos a propostas", afirma Lin.

    O executivo evitar falar sobre suas preferências regionais ou mesmo o valor do investimento, mas tudo indica que a fábrica da MSI ficará na região Sudeste. "Os recursos estarão atrelados aos benefícios locais", justifica.

    O prazo de conclusão das instalações é de até dois anos. No entanto, Lin acredita que até dezembro de 2007 a fábrica já terá dado início às suas operações.

    Atualmente, por meio de parceiros, a MSI Brasil produz cerca de 100 mil placas-mãe por mês. A idéia é de que o trabalho com terceiros seja mantido, mesmo com a nova fábrica em atividade. Até dezembro de 2007, projeta Lin, a MSI deverá atingir a produção marca de 200 mil placas ao mês.

    E por que no Brasil? "É o principal mercado da América Latina, o único da região em que temos escritório local", justifica Lin, acrescentando que o objetivo da fábrica será atender a demanda nacional, embora não descarte exportar para a região.

    Cálculos da própria MSI dão conta de que o mercado brasileiro de placas-mãe consome cerca de 600 mil componentes por mês, o que movimenta aproximadamente R$ 900 milhões por ano. "O Brasil tem um mercado de forte expansão para computadores, que está se popularizando. Hoje temos 15% desse setor, mas queremos chegar a pelo menos 25% em dois anos", projeta Lin.

    Embora a prioridade da nova fábrica seja a produção de placas-mãe, a subsidiária também deve se concentrar em outros componentes como placas de vídeo e equipamentos para comunicação sem fio. "O importante é que também conseguiremos viabilizar a chegada de mais produtos ao Brasil. O número de parceiros de fabricação aqui é algo que tende a aumentar."

    Atualmente, a chinesa MSI fornece placas para praticamente todos os fabricantes de computadores mundiais, além das principais marcas brasileiras. Suas principais concorrentes são Asus, ECS e Gigabyte, também asiáticas. Além de fazer frente às rivais chinesas, a MSI também está interessada em disputar a fatia de mercado de 30% que hoje está nas mãos do mercado informal. "Muitos componentes realmente são contrabandeados. Com um preço competitivo, também conseguiremos reduzir essa taxa do mercado cinza", diz.

    A Micro-Star International, que neste mês completa 20 anos em operação, faturou US$ 2,4 bilhões em 2005, o que lhe rendeu a 26ª posição no ranking "Top 1.000" das maiores empresas de Taiwan em 2005. Atualmente, suas duas fábricas estão concentradas nas cidades de Shenzhen e Kunshan, ambas responsáveis pela produção anual de mais de 16 milhões de placas-mãe, entre outros componentes.

    http://www.valoronline.com.br/valore...1,3827269.html


    Esse lance de incentivos fiscais em cidades/estados me lembra a putaria das montadoras de veículos. Os estados saíam no tapa pra angariar as fábricas em seus territórios a custos de praticamente arcar com instalação e zerar impostos. A empresa tem um poder imenso sobre esse governo fraco. Aí um belo dia eles resolvem demitir trocentos funcionários.

    Parece a época das privatizações, um monte de empresas estrangeiras fizeram a festa com empréstimos absurdos do governo pra "gerenciarem" o que era estatal. Tem empresa que não investiu um centavo sequer, entrou somente com empréstimo do governo.

    É foda ser país subdesenvolvido.
    Última edição por Jehhuty : 09-08-2006 às 18:16

  12. #11
    Membro Avatar de Arraso
    Autor do tópico
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Apr 1999
    Mensagens
    9.117
    Verdinhas
    8

    Citação Citando Spider[JSLV]
    Não sei até que ponto vejo essas coisas com bons olhos.

    Pensem comigo: não é nos países asiáticos (China, Tailândia etc) onde a mão-de-obra é mais barata e quase escrava?

    Até que ponto vocês acham que isso gera emprego bem remunerado no Brasil? Lembre-se de que o governo brasileiro investe pensando principalmente em geração de emprego ao dar incentivos fiscais, até porque exportar produtos de alta tecnologia teoricamente só é interessante quando desenvolvidos com tecnologia nacional.
    Melhor do que não ter emprego, ou ter sub-empregos. Ou, até mesmo, empregos sem registro em carteira.

    Aqui os custos deles seriam ainda maiores no começo, pois além de construir a fábrica é necessário treinar os funcionários.

    Citação Citando Jehhuty
    Quanto ao preço justo, acho que vai continaur a mesma coisa. Vide caso de marcas como LG, Samsung e Sony. Essas empresas têm fábricas no Brasil, mas seus produtos continuam absurdamente caros comparados com os semelhantes estrangeiros.
    Produtos fabricados aqui são bem mais baratos do que os importados. Alguns são mais baratos até do que contrabando. Exemplo: monitores, impressoras, HD's...

  13. #12
    Membro Avatar de mornion
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Dec 2005
    Mensagens
    20.078
    Verdinhas
    212

    A LG ja ta fabricando notebook aqui em Taubaté, o que é equipado com Core Duo começa a produção mês que vem. Deus queira que ela abra venda pra funcionários, um é meu! hehe

    Sobre essa de fabricarem peças de PC aqui no Brasil, já não tem aquela Mecer? Pelo que ei vi, é TUDO low-end o que ela fabrica.

  14. #13
    Membro Avatar de Jehhuty
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Nov 2004
    Mensagens
    4.080
    Verdinhas
    47

    Citação Citando Arraso
    Produtos fabricados aqui são bem mais baratos do que os importados. Alguns são mais baratos até do que contrabando. Exemplo: monitores, impressoras, HD's...

    Eu contrabandeava e cobrava 20%. No fórum de vendas o pessoal cobra mais e continua sendo mais barato do que comprar aqui. A única vatangem é ter a NF e garantia, embora no PY a questão de suporte está bem desenvolvida. Tanto que muitos produtos possuem suporte técnico aqui no Brasil. Hd, por exemplo.

    Eu sou a favor do incentivo ao desenvolvimento de tecnologia. É foda a nossa situação pq nós instalamos fábricas estrageiras aqui, garantimos isenção de imposto, diminuição na taxa de importação de insumos, e etc, mas nada disso beneficia o povo de maneira adequada. O lucro vai ser remetido pra Ásia e, apesar de o povo estar trabalhando, a submissão a trabalhos e salários indignos vai continuar.

  15. #14
    Membro Avatar de Arraso
    Autor do tópico
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Apr 1999
    Mensagens
    9.117
    Verdinhas
    8

    http://www.newegg.com/Product/Produc...82E16822152020

    http://www.atera.com.br/dispprod.asp?COD=HD160JJ

    Praticamente o mesmo preço, com a diferença de que é a pronta entrega e versão retail. "Importado" você tem que aguardar até 20 dias e vem em versão OEM Calculo que por importação sairia em torno de R$ 280.

+ Responder Tópico Ir para o Fórum

Assuntos do tópico

Compartilhar

Permissões