+ Responder Tópico
  1. #1
    Membro Avatar de -Sweeper_
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Nov 2007
    Mensagens
    98
    Verdinhas
    1

    AMD Plataforma Spider - Características & Performance



    - Estaremos esclarecendo neste artigo algumas questões referentes à nova plataforma Spider de alta performance da AMD, maior conjunto de lançamentos por parte das divisões da empresa durante o ano de 2007.
    Ela consiste basicamente de um processador Phenom (sucessor do Athlon, microarquitetura K10) das séries 8000 (tri-core, CPU Agena com um núcleo não-funcional) ou 9000 (quad-core, CPU Agena/Agena-FX com todos os núcleos operando), associados a uma placa-mãe equipada por um dos novos chipsets top de linha 790X/790FX suportando HyperTransport 3.0, e de uma a quatro (em breve) placas de vídeo Radeon HD3850 GDDR3 ou HD3870 GDDR4 unidas em modo CrossFire X.

    Analisando de forma superficial, constatamos que todos os componentes citados foram gravados sob um processo de litografia moderno, de 55nm ou 65nm, ao contrário de vários componentes secundários de algumas plataformas Intel atuais, que ainda utilizam antigos e pouco eficientes processos de gravação a 90nm ou até mesmo a 130nm.
    A AMD aliás, obteve excelentes resultados com a produção das novas VGAs derivadas da GPU RV670, e ja distribuiu mais de 250 mil placas antes do lançamento oficial, que deve ocorrer amanhã.
    À propósito, em Dezembro aparecerão as primeiras VGAs HD3850 512Mb PCIe & 256Mb AGP (sim, ele não morreu) e HD3870 com 1.024Mb de memória GDDR4.
    Isso deve garantir em cheio a dianteira em relação á Nvidia nas vendas de Natal, ja que a rival está obtendo alguns problemas com o chip G92 e distribuiu 'apenas' 40 mil placas de vídeo Geforce 8800GT até agora.

    Voltando aos processadores, o Phenom está sendo produzido na moderna Fab36 da AMD em Dresden, polo industrial da Alemanha.
    Ele é um quad-core nativo, sendo que seus quatro núcleos são integrados em apenas um die e não numa configuração MCM como o Kentsfield/Yorkfield da Intel, e isso custou à AMD muitos investimentos em pesquisa e atraso nos roadmaps em relação à concorrente.
    Engenheiros de alto calibre da Intel consideraram a estratégia como suicida, e declaram que as reais vantagens de tal agrupamento são imprecisas e caracterizam a grandes quantidade de 'yields' (produção) com falhas que a empresa vem obtendo com suas CPUs Barcelona & Agena.
    Eles ainda ressaltam que isso nunca poderia ter sido feito com base num processo de litografia SOI 65nm, pois limita muito o espaço para memórias cache, dentro outros componentes essenciais.
    Pois bem, o Phenom também integra em seu encapsulamento um controlador de memória híbrido, com suporte a memórias tanto dos tipos DDR2 como DDR3 (para um futuro próximo).
    Hoje em dia com o que se gasta em média em 2 gigabytes de memória DDR3, é possível adquirir 8 gigabytes de memória DDR2 (atualmente muito desvalorizada, excesso de chips SDRAM no mercado), sendo que o preço do tipo mais moderno não justifica nem um pouco a compra, mesmo por parte de entusiastas.

    Inicialmente, três versões diferentes do processador Phenom (K10 revisão B2F) serão lançadas no mercado dia 19, são os modelos 9500 2.2GHz, 9600 2.3GHz & 9700 2.4GHz (freqüencias abaixo das esperadas inicialmente), com preços de em média U$265, U$285 e U$300 respectivamente.
    No início do ano que vem aparecerão os modelos top de linha Phenom FX-82 (em clock igual ou maior que 2.6GHz), enquanto um possível Phenom 9X00 'Black Edition' (em clock igual ou maior que 2.6GHz) é esperado para meados de Março, junto com as primeiras CPUs trinucleares (Phenom 8000).



    Falando um pouco do futuro da microarquitetura K10, na metade de 2008 a AMD pretende lançar um die-shrink do Agena gravado a 45nm (Fab36), cujo codinome é Shanghai (mARCH K10.5), sendo que ele será equipado por mais de 6Mb de memória cache L3 e deve operar a velocidades superiores a 3GHz.
    Ja para 2009, a AMD planeja o núcleo as CPUs Sandtiger (octo-core nativo / K11) & Falcon (Fusion, quad-core + GPU / K11), que promoverão a estréia do núcleo Bulldozer, e de tecnologias como m-SPACE & SSE5.

    Voltando à epoca atual, vamos agora comentar um pouco a respeito da performance das atuais CPUs Phenom.
    Em slides extremamente confidenciais, que acabaram vazando na internet, foi revelado que performance geral (office + mídia digital + jogos) do Phenom 9700 2.4GHz será 5.6% maior que a do 'irmão' Phenom 9500 2.2GHz (referencial), enquanto o Core 2 Quad Q6600 2.4GHz superou a versão de 2.2GHz por 'apenas' 2.5%.
    Especificamente em aplicativos 'Office' o Phenom 9700 é 5.7% mais rápido, contra uma margem de 3.2% do Core 2 Quad Q6600 (em relação ao referencial, Phenom 9500).
    Ja em conteúdo de Mídia Digital, o Core 2 Quad Q6600 é 10.4% mais eficiente que o modelo de base Phenom 9500, contra uma vantagem de 8.5% do Phenom 9700.
    Por fim e não menos importante, em jogos o Phenom 9700 mostrou uma pontuação 2.2% maior que o modelo logo abaixo, enquanto o Core 2 Quad Q6600 perdeu para o mesmo por 3.6%.
    Esperem por mais informações e dados em breve.



    [FONT="Tahoma"]Fonte: The Hardware's Xtreme.[/FONT]

  2. # Publicidade
    Publicidade

+ Responder Tópico Ir para o Fórum

Assuntos do tópico

Compartilhar

Permissões