+ Responder Tópico
  1. #1
    Membro
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Feb 2003
    Mensagens
    411
    Verdinhas
    0

    alguem pode me explicar como eh e como func RAID??

    eh isso ae, eu tava vendo umas pl mae e tal, dai uma das features eh RAID eu queria saber oq eh e como funfa...

    t+v

  2. # Publicidade
    Publicidade

  3. #2
    Membro
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Oct 2002
    Mensagens
    1.269
    Verdinhas
    0

    Muito resumidamente, RAID possibilita que vc trabalhe com 2 ou mais hard-disks simultaneamente, seja dividindo os dados para aumentar a performance, ou criando mirrors para segurança, ou os dois.

  4. #3
    Membro Avatar de Thomazini
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    May 2002
    Mensagens
    4.087
    Verdinhas
    61

    Existem diversos tipos de RAID, e ate a juncao deles, mas ai a coisa comeca a complicar. Significa Redundant Array of Inexpensive Disks, e pode ser traduzido de forma simples como vetor de discos. Consiste em juntar diversas unidades fisicas em volumes logicos unicos, de forma a ganhar tolerancia a falha ou performance.

    Os tipos mais comuns e PADROES de mercado homologados sao:

    JBOD
    RAID 0
    RAID 1
    RAID 5

    Vamos la.


    . JBOD

    Acronimo de "Just a Bunch Of Disks" nao eh absolutamente nada Nao se espante, e isso mesmo, nada Quando voce usa hardware especifico para RAID, mas usa as unidades fisicas de forma independente, fora de um vetor (para ficar mais facil de entender, da forma tradicional) eh chamado JBOD.

    Vantagem: a unica que existe e usar o poder de fogo da controladora e o cache onboard que a mesma possui.

    Desvantagem: nao existe tolerancia a falha alguma.

    Observacao: os discos em JBOD geralmente sao usados nos sistemas como hotspare. Ou seja, se um disco fisico de um RAID queimar, a controladora manualmente ou automaticamente (vai depender da solucao $$$ ) aloca o JBOD para o RAID.

    . RAID 0

    Stripping without parity, ou vetor de discos com divisao de dados, mas sem informacao de recuperacao. Pode ser feito com 2 discos identicos inicialmente, e com limite de 32 discos identicos, por vetor.

    Funciona assim; a controladora "monta" dois ou mais volumes fisicos, de tamanhos exatamente iguais, que vc enxerga como um unico volume logico. Mas quando algo e escrito, ele e quebrado em "stripes" de tamanho variado (o parao eh 64 Kb) e escrito simultaneamente nas unidades fisicas. Exemplo: suponhamos que vc tenha 2 discos em RAID0, cada um com capacidade fisica de 18 GB. Voce tera ao todo, uma particao fisica de 36 GB. Suponhamos tambem que vc tenha formatado e criado uma unica particao logica, entao, dentro do seu sistema operacional, voce vera um disco de 36 GB.

    Agora, voce precisa gravar um arquivo de 128 KB em disco. O comando e enviado para o subsistema de I/O, e entregue ao driver da controladora. O driver submete os dados a controladora para escrita (de forma serial ou paralela, depende do padrao, SCSI, EIDE, SATA, etc...) e a mesma ira armazenar os dados em uma memoria cache para escrita. Ela entao ira analisar o RAID0, ver qual o disco esta com menos carga, submeter um pedaco de 64 KB para o disco. A partir dai, passa para o segundo bloco de 64 KB, e o armazena no outro disco fisico. Como a controladora tem memoria e processador, essas operacoes sao realizadas, na verdade, em paralelo. Dessa forma, enquanto em uma unidade fisica voce precisaria de, digamos, 100 ms para escrever os dados, precisara, teoricamente, de 50 ms agora (fisicamente voce estara armazenando 64KB em cada disco, e nao 128 KB em apenas uma unidade fisica).

    A maioria das controladoras permite o usuario especificar o tamanho do stripe, geralmente variando de 4 KB ate 256 KB.

    Vantagem: velocidade. voce tera o tempo de escrita ou leitura, teoricamente dividido pelo numero de unidades fisicas. Nao ha perda de espaco, pois todo ele fisicamente disponivel, tambem estara logicamente disponivel.

    Desvantagem: nenhuma tolerancia a falha. Se uma unidade do vetor falhar, voce perde todos os dados armazenados no vetor.

    . RAID 1

    Bem mais simples, consiste em espelhar todos os dados que sao escritos em uma unidade em outra unidade fisica. Quando os dados sao lidos, a controladora podera realizar a leitura do disco que estiver mais disponivel, aumentando a performance de leitura. So podem ser estabelecidos no vetor 2 unidades fisicas identicas, nao mais, nao menos.

    Vantagem: redundancia dos dados. Se uma unidade fisica apresenta problemas, os dados serao escritos e lidos da segunda unidade automaticamente. Da mesma forma, existe a vantagem na leitura (vide acima).

    Desvantagem: perda de 50% da capacidade fisica, ou seja, se voce usar 2 discos de 18 GB, sua capacidade util sera 18 GB. Existe tambem uma pequena (quase imperceptivel) perda de performance para escrita (devido ao acesso ao barramento) que pode ser evitada usando controladoras com mais de um canal ou mais de uma controladora.

    . RAID 5

    Imagine a ideia do RAID 0. Agora, imagine a adicao de um 3o disco. Com isso, cada stripe e copiado em uma logica N+1. Por exemplo: se um stripe de 64 KB e gravado no disco 2, ele tambem e gravado no disco 3. Assim, voce sempre tera uma copia do stripe em algum dos discos do vetor (se o stripe for gravado no disco 3, a copia estara no disco 1, e assim sucessivamente). RAID 5 exige um minimo de 3 discos, e um maximo de 32 por vetor.

    Vantagem: redundancia, resistencia a falhas. Voce pode perder ate um disco do vetor mas nao perde dados, e o sistema continua no ar. Excelente performance de leitura e escrita com redundancia (entre o RAID0 e o 1 - se for feito via hardware. Se for via software, pior performance dos 3).

    Desvantagem: voce perde o espaco fisico de uma unidade. Digamos que vc tenha 5 discos fisicamente de 20 GB. Tera um espaco logico de 80 GB.


    Adicoes

    Existem diversas adicoes tecnologicas nesses sistemas. As mais importantes sao:

    hotswap: permite a troca ou a instalacao de novas unidades com o sistema no ar

    hotspare: mantem no sistema um ou mais discos em configuracao JBOD, que sao automaticamente alocados em caso de falhas de unidades do RAID.


    Modificacoes

    Diversos fabricantes realizaram modificacoes proprietarias nesses sistemas, e lancaram como produtos sob suas marcas. Nao sao efetivamente padroes de mercado, mas sao bem conhecidas.

    Exemplo: RAID10, RAID50

    . RAID10

    Seriam pelo menos 2 vetores em RAID1, e, os dois volumes montados em RAID0

    . RAID50

    Seriam pelo menos 2 vetores em RAID5, e, os dois volumes montados em RAID0.

    Vantagem: performance.

    . RAID51

    Pelo menos 2 vetores em RAID5, um espelhado no outro.

    By Teco Teco (forum Informatika). Nem pedi pra ele se deixava colocar aki mas colocando os "creditos" acho q ele nem ia ligar

  5. #4
    Membro
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Jun 2000
    Mensagens
    808
    Verdinhas
    0

    caraio, parabens pro teco teco ae, esse eh o melhor faq de raid q eu ja vi ate hoje

  6. #5
    Membro
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Oct 2002
    Mensagens
    1.269
    Verdinhas
    0

    Ponto pro Teco Teco e pro Thomazini, uma verdadeira aula de RAID

+ Responder Tópico Ir para o Fórum

Assuntos do tópico

Compartilhar

Permissões