+ Responder Tópico
Página 1 de 253 1 2 3 11 51 101 ... Última
  1. #1
    hardMOB Staff - Moderação Avatar de ThunderBolt
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    11!
    Registro
    Oct 1999
    Mensagens
    17.710
    Verdinhas
    1095

    DD-WRT - Tutoriais, configurações, links e dicas na 1ª página!!!

    Nesta página você encontra tudo sobre a DD-WRT: Uma Firmware alternativa para Roteadores sem fio.

    Resolvi separar e organizar a página, compactando o conteúdo de forma a agilizar o acesso para quem já apresenta algum nível de conhecimento ou esta interessado apenas em alguma parte dos assuntos abordados neste guia. Os assuntos foram divididos em tópicos, e devido a quantidade de informações, os mesmos foram divididos em mensagens:

    1) Nesta primeira mensagem, você encontrará:

    - Uma explicação sobre o que é a DD-WRT e o porque é interessante o seu uso.
    - Compatibilidade e melhores escolhas de equipamentos.
    - Diferenças entre as versões da DD-WRT

    2) Na segunda mensagem, o seguinte conteúdo se faz presente:

    - Como obter a DD-WRT
    - Instalando a DD-WRT - Tutoriais de instalação por modelo de roteador.

    3) Na terceira mensagem, encontramos:

    - Instalando a DD-WRT - Tutoriais de instalação por modelo de roteador.

    4) Na quarta mensagem, temos:

    - Tutoriais de configuração dos modos de operação suportados pela DD-WRT

    5) E, finalmente, na quinta e última mensagem:

    - Configurações e dicas de uso da DD-WRT: Uma série de dicas para aumentar a estabilidade e aproveitar algumas funcionalidades interessantes da DD-WRT.

    Se, após a leitura, você tiver alguma dúvida, vá até a última página e pergunte!

    O que é a DD-WRT?

    Spoiler:
    A DD-WRT é uma firmware (ou seja, um software básico de controle de um dispositivo eletrônico - como se fosse uma BIOS de placa-mãe), baseada em Linux, que adiciona diversas funcionalidades e opções de controle em relação as firmwares originais que vem nos roteadores sem fio. Ela é desenvolvida por uma equipe de programadores independentes, liderada pelo BrainSlayer. É compatível com diversos modelos de roteadores wireless, dos seguintes fabricantes de chipsets: Broadcom, Atheros e Ralink. Existem também versões da DD-WRT para processadores comuns (x86).

    Como cada fabricante de chipset exige um driver wireless próprio, as versões da DD-WRT também variam dependendo do fabricante. Antes de se adquirir um roteador sem fio, deve-se, alem de se certificar que o modelo seja suportado pela DD-WRT, qual é o fabricante do chipset wireless do modelo escolhido, pois cada versão possui características próprias, alem de aparelhos de chipsets diferentes não poderem ser ligados em WDS.

    A DD-WRT foi originalmente desenvolvida para aparelhos com chipset da Broadcom. O driver Broadcom da DD-WRT é o mais maduro e o que apresenta a maior quantidade de funcionalidades. Aparelhos broadcom apresentam grande estabilidade em todos os modos de operação. Somente com aparelhos Broadcom é possível repetir ou receber o sinal de roteadores com qualquer chipset.

    A maioria dos roteadores fabicados hoje em dia usam o chipset Atheros. O Chipset Atheros possui excelente sensibilidade e potencia de saída. Os aparelhos atheros são os que recebem o maior foco de desenvolvimento atualmente.

    Por fim, temos os aparelhos com chipset Ralink. O driver da dd-wrt para este chipset também possui problemas, como não funcionamento em notebooks antigos e smartphones (mas que podem ser solucionados alterando-se alguns parâmetros nas configurações).

    Abaixo, apresento um vídeo, feito pelo usuário Erik (valeu cara!) mostrando a interface da DD-WRT e muitos de seus recursos:



    Para saber se o seu dispositivo suporta a DD-WRT, o melhor é olhar no no banco de dados de roteadores deles, mas, como toda compilação, ela é sempre desatualizada. Vale a pena tb dar uma passadinha no forum, que lá estão sempre as últimas notícias sobre suporte e problemas.


    Qual é o melhor roteador que funciona com a DD-WRT? E o melhor custo-benefício?

    Spoiler:
    Os melhores roteadores, independentemente do chipset, são os que possuem 8MB de memória Flash e 32MB (ou mais) de memória RAM, capazes de velocidades N full (300mbps), dual radio (2.4 e 5GHz) com switch interno gigabit e com pelo menos 1 porta USB.
    Modelos custo-benefício devem ter pelo menos 4MB de memória flash, 16MB de RAM e devem ser pelo menos N-lite (150mbps).

    Hoje (28/02/2013) não compensa mais se adquirir um roteador wireless que não suporte velocidades do padrão N, visto que os roteadores N-lite ja estão com preços muito próximos dos aparelhos de padrão G e os notebooks de entrada tb ja estão vindo com placas wireless no padrão N. A TPlink é a marca atualmente de melhor custo-benefício, pois possui modelos N-lite ( TL-WR741ND, encontrado a U$ 17,00 no Paraguay) e Modelos N-full (TL-WR841ND, a U$ 26,00 tb no Py, e superiores) e o processo de atualização para a DD-WRT é extremamente simples.

    Para quem quer switch interno gigabit e N full, o melhor c/b é o TPlink TL-WR1043ND, encontrado por US$ 50,00 no Py.

    Os roteadores da TPlink mencionados anteriormente usam chipset Atheros. Logo, se você deseja usar o roteador como cliente ou repetidor, lembre-se que o roteador principal também deve ter chipset Atheros. Outra solução é comprar um Linksys WRT54G (e variantes) usado. Mesmo com hardware capado (2MB de flash e 8MB de RAM), esses modelos (por usarem chipset Boadcom) funcionam perfeitamente como clientes e repetidores independentemente de qual for o roteador principal.



    Qual versão da DD-WRT usar?

    Spoiler:
    Aqueles que podem escolher entre qual versão da DD-WRT usar (dispositivos com chipset Broadcom), eu recomendo olhar o quadro comparativo entre as versões da DD-WRT.

    Se você tem um aparelho com 16MB de RAM, chipset Broadcom e não precisa de nenhuma característica especial (VOIP, VPN, SSH, etc), use a versão MINI. A Mini em roteadores com 16MB de RAM deixa algo em torno de 2,5MB livres para operação, assegurando ainda mais a estabilidade sob uso severo em programas P2P.

    A versão mega é um pacotão que concentra todas as funções especiais da DD-WRT. Pelo seu tamanho, só pode ser usada em roteadores (Broadcom) com 8MB de memória flash e 32MB de memória RAM. Existem também versões Mega para alguns modelos com chipset Atheros.

    Existem ainda as DD-WRT Special. Elas são encontradas em todos os tipos (Micro, Mini, Standard, VOIP, VPN e Mega - para chipset Broadcom e alguns Atheros). Possuem a mais o controle de banda por IP ou endereço MAC. As Special são pagas (20 euros) e podem ser adquiridas na loja online da DD-WRT.

    Escolhida a versão da DD-WRT, resta agora escolher a revisão. Atualmente, a os desenvolvedores estão lançando revisões da DD-WRT v24 pré-SP2.
    Última edição por ThunderBolt : 28-02-2013 às 10:39

  2. # Publicidade
    Publicidade

  3. #2
    hardMOB Staff - Moderação Avatar de ThunderBolt
    Autor do tópico
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    11!
    Registro
    Oct 1999
    Mensagens
    17.710
    Verdinhas
    1095

    Fazendo o download da DD-WRT para o seu aparelho

    Conforme dito na explicação acima, atualmente os desenvolvedores estão lançando diversas revisões da DD-WRT v24 SP2.
    Para baixar a dd-wrt mais atual para o seu dispositivo, é só acessar o link abaixo:

    http://www.dd-wrt.com/site/support/o...eSP2%2F2013%2F

    Depois, vá até a revisão que possue a data mais recente (geralmente, a última na parte de baixo da página) e cluque nela

    Agora é só procurar o modelo do seu dispositivo (modelos broadcom são encontrados dentro da pasta Broadcom) e fazer o download


    Instalando a DD-WRT

    Post atualizado em 26/02/11

    Instalar a DD-WRT é um processo relativamente simples para quem sabe o que está fazendo. Se os procedimentos forem seguidos corretamente, a chance de dar problema é muito pequena. Contudo, problemas podem acontecer e a chance de Brickar (transformar em tijolo) existe. Acho que eu nem preciso dizer que ninguém aqui se responsabiliza pelas informações e que o risco é apenas da pessoa que tentar a instalação né?
    TODO o update de firmware deve ser feito de um computador ligado via CABO ao roteador sem fio, NUNCA pela interface wireless!!

    Agora vem a instalação passo-a-passo de acordo com o seu modelo de roteador:

    Instalando a DD-WRT - LinkSys WRT54GL, WRT54G até a versão 4, WRT54GS até a versão 4, WRT54G-TM, WRT150N, WRT160N (versões 1.x), WRT300N, WRT310N e WRT610N

    Spoiler:
    Esses roteadores são os mais fáceis de se instalar a DD-WRT:

    Você precisa apenas da DD-WRT.v24_mini_generic (obtida no topo desta mensagem)

    O upgrade é feito pela própria tela de configuração do seu roteador:

    Acesse o roteador pelo endereço http://192.168.1.1, vá em administration e depois em firmware upgrade. Carrege a firmware e depois clique no botão update. Espere 3 minutos, feche a janela do roteador e tente acessa-lo novamemte pelo http://192.168.1.1. Ele ja vai estar rodando a DD-WRT.


    Se você quiser instalar uma outra versão da DD-WRT, basta repetir o processo, utilizando no update a versão que você escolher. Os modelos WRT54G-TM e WRT610N, que possuem 8MB de memória flash, podem instalar a DD-WRT MEGA.

    A instalação primeiro da versão mini é necessária devido a uma limitação imposta pela firmware original da LinkSys: Mesmo tendo 4MB de memória flash, os roteadores com firmware original não aceitam a instalação de firmwares maiores que 3MB. A DD-WRT Mini acaba com esse limite.


    Instalando a DD-WRT - LinkSys WRT54G v5 e v6 e WRT54GS v5 e v6:

    Spoiler:
    Esse tutorial é baseado no tutorial da BitSum, que foi feito pelo programador que desenvolveu o processo:

    Antes de começar, fixe o IP da placa de rede do PC que está ligado via CABO ao roteador para 192.168.1.10, máscara 255.255.255.0

    Para o WRT54G v5 e v6 você vai precisar dos seguintes arquivos:

    VxWorks_prep_v03
    VxWorks_killer_g_v04
    Ferramenta TFTP da linkSys
    DD-WRT_v24_micro_generic (obtida no topo desta mensagem)


    Para o WRT54GS v5 e v6 você vai precisar dos seguintes arquivos:

    VxWorks_prep_gs_v03
    VxWorks_killer_gs_v08
    Ferramenta TFTP da linkSys
    DD-WRT_v24_micro_generic (obtida no topo desta mensagem)


    Coloque todos os arquivos em uma pasta (descompactando os necessários).

    Entre na página de configuração do roteador (http://192.168.1.1), va em administration - Firmware update.
    Carregue o vxwork_prep_v03.bin para o WRT54G (ou o VxWorks_prep_gs_v03 para o WRT54GS) e clique no botão upgrade. Depois de mais ou menos 1 munito, a tela do navegador vai ficar em branco. Nessa hora, tire o roteador da tomada e ligue ele denovo (isso é chamado de powercicle).

    Feche o navegador, abra outra janela e tente acessar o roteador pelo http://192.168.1.1 - vai aparecer a tela do MANAGEMENT MODE.
    Carregue o arquivo VxWorks_killer_g_v04 para o WRT54g (VxWorks_killer_gs_v08 para o WRT54GS) e clique em Apply. Espere o browser retornar "success" e após isso, desligue o roteador da tomada. Se após 5 min nada acontecer, desligue o roteador da tomada.

    Agora é a hora de transferir a dd-wrt para o roteador:

    Abra a ferramenta TFTP da linksys.
    Em server coloque 192.168.1.1
    Em password deixe em branco (não coloque nada)
    Em file, clique no botão dos "..." e carregue a dd-wrt.v24_micro_generic.bin
    Configure o número de tentativas para 10

    Agora ligue o roteador na tomada.

    Quando o windows começar a tentar obter um endereço IP (geralmente de 3 a 5 segundos após você ligar o roteador), aperte o botão upgrade. Se a transferência for bem sucedida, o círculo a direita na ferramenta TFTP da linkSys vai ficar verde. Se não der certo, repita a operação variando o tempo de espera para apertar o botão upgrade.

    Se der certo, espere uns 3 minutos e tente acessar a DD-WRT pelo IP 192.168.1.1

    Lembre-se que para uma instalação inicial da DD-WRT vc tem que configurar o usuário e senha no primeiro acesso.

    Caso você tenha problemas para salvar as configurações, exclua os arquivos temporários de internet e os cookies do seu navegador.

    Esse processo de instalação é necessário apenas uma vez. Se vc quiser instalar outra versão da DD-WRT micro, basta fazer o update pela própria página de configuração da DD-WRT (em Administration, firmware update).

    Se você possue um WRT54G v5 ou v6, não precisa da configuração repetidor-ponte e quer estabilidade em programas P2P, faça o update para a DD-WRT v23 SP2 Micro


    Instalando a DD-WRT - Linksys WRT54G v8, v8.2 e WRT54GS v7, v7.2

    O procedimento abaixo não funciona para o WRT54G v8.1

    Spoiler:
    Antes de começar, fixe o IP da placa de rede do PC que está ligado via CABO ao roteador para 192.168.1.10, máscara 255.255.255.0


    Para o WRT54G v8 e v8.2 você vai precisar dos seguintes arquivos:

    VxWorkskillergv8-v3
    Ferramenta TFTP da linkSys
    DD-WRT_v24_micro_generic (obtida no topo desta mensagem)


    Para o WRT54GS v7 e v7.2 você vai precisar dos seguintes arquivos:
    VxWorksKillerGSv7-v3
    Ferramenta TFTP da linkSys
    DD-WRT_v24_micro_generic (obtida no topo desta mensagem)


    Entre na página de configuração do roteador, va em administration - Firmware update.
    Carregue o vxworkskillerGv8-v3.bin para o WRT54G (ou o VxWorksKillerGSv7-v3.bin para o WRT54GS) e clique no botão upgrade.
    Caso apareça uma mensagem de "upgrade successfull. Press to continue", pressione o botão continue e espere por 3 minutos. Caso não apareça essa mensagem, basta esperar por 5 minutos.
    Após esse período, desligue o roteador da tomada.

    Abra a ferramenta TFTP da linksys.
    Em server coloque 192.168.1.1
    Em password deixe em branco (não coloque nada)
    Em file, clique no botão dos "..." e carregue a dd-wrt.v24_micro_generic.bin
    Configure o número de tentativas para 10

    Agora ligue o roteador na tomada.
    Quando o windows começar a tentar obter um endereço IP (geralmente de 3 a 5 segundos após você ligar o roteador), aperte o botão upgrade. Se a transferência for bem sucedida, o círculo a direita na ferramenta TFTP da linkSys vai ficar verde. Se não der certo, repita a operação variando o tempo de espera para apertar o botão upgrade.

    Se der certo, espere uns 2 minutos (ou até a luz da wireless se acender) e tente acessar a DD-WRT pelo IP 192.168.1.1

    Lembre-se que para uma instalação inicial da DD-WRT vc tem que configurar o usuário e senha no primeiro acesso.

    Caso você tenha problemas para salvar as configurações, exclua os arquivos temporários de internet e os cookies do seu navegador.

    Esse processo de instalação é necessário apenas uma vez. Se vc quiser instalar outra versão da DD-WRT micro, basta fazer o update pela própria página de configuração da DD-WRT (em Administration, firmware update).


    Instalando a DD-WRT - LinkSys WRT54G v8.1

    Spoiler:
    O WRT54G v8.1 curiosamente já vem com uma firmware baseada em linux. Por isso não é necessário carregar o vxworkskiller. Basta carregar uma firmware de preparação e depois fazer o update da versão micro da DD-WRT.

    Para fazer o update no seu WRT54G v8.1 vc vai precisar dos seguintes arquivos:

    Firmware preparatória para o WRT54Gv8.1
    DD-WRT_v24_micro_generic (obtida no topo desta mensagem)

    Acesse a página de configuração do WRT54G v8.1, clique em administration depois em firmware upgrade.
    Carregue a firmware de preparação para o wrt54gv8.1 e clique em update.
    Espere 3 minutos.
    Feche a tela do navegador. Abra ela denovo. Acesse a dd-wrt no http://192.168.1.1
    Vá em administration, firmware update.
    Carregue a dd-wrt_v24_micro_generic, selecione a opção de reset to defaults e clique em upgrade.
    Após algum tempo o roteador vai reiniciar e após isso vc vai estar usando a dd-wrt micro!

    Lembre-se que para uma instalação inicial da DD-WRT vc tem que configurar o usuário e senha no primeiro acesso.

    Caso você tenha problemas para salvar as configurações, exclua os arquivos temporários de internet e os cookies do seu navegador.

    Esse processo de instalação é necessário apenas uma vez. Se vc quiser instalar outra versão da DD-WRT micro, basta fazer o update pela própria página de configuração da DD-WRT (em Administration, firmware update).


    Instalando a DD-WRT - Linksys WRT54G2 v1.0 e v1.3

    Esse procedimento não funciona no WRT54G2 v1.5, que ainda não é suportado pela dd-wrt.

    Spoiler:
    Para o WRT54G2 v1.0 e v1.3 você vai precisar dos seguintes arquivos:

    VxWorksKiller-G2V13
    Ferramenta TFTP da linkSys
    DD-WRT_v24_micro_generic (obtida no topo desta mensagem)

    Antes de começar, fixe o IP da placa de rede do PC que está ligado via CABO ao roteador para 192.168.1.10, máscara 255.255.255.0

    Entre na página de configuração do roteador, va em administration - Firmware update.
    Carregue o vxworkskillerG2V13.bin e clique no botão upgrade.
    Caso apareça uma mensagem de "upgrade successfull. Press to continue", pressione o botão continue e espere por 3 minutos. Caso não apareça essa mensagem, basta esperar por 5 minutos.
    Após esse período, desligue o roteador da tomada.

    Abra a ferramenta TFTP da linksys.
    Em server coloque 192.168.1.1
    Em password deixe em branco (não coloque nada)
    Em file, clique no botão dos "..." e carregue a dd-wrt.v24_micro_generic.bin
    Configure o número de tentativas para 10

    Agora ligue o roteador na tomada.

    Quando o windows começar a tentar obter um endereço IP (geralmente de 3 a 5 segundos após você ligar o roteador), aperte o botão upgrade. Se a transferência for bem sucedida, o círculo a direita na ferramenta TFTP da linkSys vai ficar verde. Se não der certo, repita a operação variando o tempo de espera para apertar o botão upgrade.

    Se der certo, espere uns 3 minutos e tente acessar a DD-WRT pelo IP 192.168.1.1

    Lembre-se que para uma instalação inicial da DD-WRT vc tem que configurar o usuário e senha no primeiro acesso.

    Caso você tenha problemas para salvar as configurações, exclua os arquivos temporários de internet e os cookies do seu navegador.

    Esse processo de instalação é necessário apenas uma vez. Se vc quiser instalar outra versão da DD-WRT micro, basta fazer o update pela própria página de configuração da DD-WRT (em Administration, firmware update).


    Instalando a DD-WRT - Dlink DIR-300

    O tutorial está na mensagem logo abaixo.
    Última edição por ThunderBolt : 28-02-2013 às 10:47

  4. #3
    hardMOB Staff - Moderação Avatar de ThunderBolt
    Autor do tópico
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    11!
    Registro
    Oct 1999
    Mensagens
    17.710
    Verdinhas
    1095

    Instalando a DD-WRT - Dlink DIR-300

    Post atualizado em 23/10/11

    Pessoal, em outubro de 2009 a Dlink lançou outra versão do DIR-300, que usa um chipset da RALINK, tem 32MB de RAM e 4MB de Flash. Esse modelo tb é compatível com a DD-WRT.

    Agora então Temos duas versões para o DIR-300:

    DIR-300 rev A1: Chipset Artheros, 16MB de RAM e 4MB de Flash.
    DIR-300 rev B1: Chipset Ralink, 32MB de RAM e 4MB de Flash.

    Para saber qual versão é o seu DIR-300, olhe na etiqueta que fica na parte debaixo dele, conforme destacado na imagem abaixo (agradecimentos ao PESCA pela imagem ):



    Instalando a DD-WRT - Dlink DIR-300 rev A1

    Spoiler:
    Esse tutorial foi feito de acordo com o tutorial desse LINK e com as dicas do usuário FireMan - Valeu cara

    Antes de começar, baixe os seguintes arquivos e coloque todos em uma mesma pasta:

    ap61.ram
    ap61.rom
    tftpd32.exe
    putty.exe
    linux.bin (obtida no início da mensagem anterior)


    [I]Se você já instalou a DD-WRT e quer apenas fazer o update da revisão, baixe o arquivo dir300_firmware.bin (apenas para rev A1!!) (obtida no topo da mensagem anterior)

    Procedimentos para a primeira instalação

    Instale o TFTPd32.

    Execute o putty.exe

    Na tela principal do putty.exe (session), em "Connection type", selecione Telnet.
    Em "Close window on exit", selecione NEVER.
    Em "Host name (or IP Address)" coloque 192.168.20.81
    em "Port", coloque 9000

    Não clique no botão "open" ainda, vamos preparar o PC, o DIR-300 e o tftp32d antes:

    Fixe o IP da placa de rede do PC para 192.168.20.80, máscara 255.255.255.0

    Execute o tftpd32. Em "current directory", selecione a pasta que você salvou todos os arquivos.

    Com o DIR-300 DESLIGADO, Ligue o cabo de rede na porta WAN (INTERNET) do DIR-300.

    Com um auxílio de um lapis ou um palito, segure o botão reset do DIR-300 e ligue o DIR-300 na tomada.
    Continue segurando o botão reset por 30 segundos. Após esse tempo, solte o botão reset e clique no botão "Open" do Putty. Se tudo der certo, após uns 20 segundos deve aparecer uma tela de prompt com RedBoot>

    agora eu vou reproduzir aqui as mensagens que aparecem durante o processo de instalação no prompt de comando.
    Os comandos que devem ser digitados estão em destaque. se, em alguma hora do processo, você se deparar com um comando em que não tem nenhum texto em destaque, significa que você não deve digitar nada: apenas aperte enter e vá para o próximo passo.
    A Execução dos comandos pode ser um pouco demorada (principalmente os comandos fis). Não tenha pressa: espere calmamente o roteador executar os passos e passe para o seguinte.

    O putty permite que vc copie e cole os comandos do tutorial (copie o comando e clique com o botão direito do mouse na linha de comando do putty). Se por acaso der algum erro na execução do comando copiado ocorrer, digite o comando manualmente.

    Se por acaso algum comando não funcionar mesmo depois de vc digitar ele manualmente, reinicie o DIR-300 e recomece do ponto inicial (ou de local que vc mandou ele resetar)

    Vamos lá

    Código:
    RedBoot> load ap61.ram
    Using default protocol (TFTP)
    Entry point: 0x800410bc, address range: 0x80041000-0x800680d8
    RedBoot> go
    É normal ser desconectado do DIR-300 nessa hora. Feche o Putty, mas deixe o tftpd32 aberto. NÃO reinicie o DIR-300.

    Agora, fixe o Endereço IP da placa de rede do PC para 192.168.1.2, máscara 255.255.255.0

    Ligue o cabo de rede na porta LAN 1 do DIR-300.

    Execute novamente o putty:

    Na tela principal do putty.exe (session), em "Connection type", selecione Telnet.
    Em "Close window on exit", selecione NEVER.
    Em "Host name (or IP Address)" coloque 192.168.1.1
    em "Port", coloque 9000
    Clique no botão open. Vai aparecer uma tela de prompt, mas agora com o prompt da DD-WRT>

    siga os códigos, digitando os comandos em destaque:

    Código:
    DD-WRT> fconfig -i
    Initialize non-volatile configuration - continue (y/n)? y
    Run script at boot: false
    Use BOOTP for network configuration: true
    Default server IP address:
    Console baud rate: 9600
    GDB connection port: 9000
    Force console for special debug messages: false
    Network debug at boot time: false
    Update RedBoot non-volatile configuration - continue (y/n)? y
    ... Erase from 0xbffe0000-0xbfff0000: .
    ... Program from 0x80ff0000-0x81000000 at 0xbffe0000: .
    DD-WRT> fis init
    About to initialize [format] FLASH image system - continue (y/n)? y
    *** Initialize FLASH Image System
    ... Erase from 0xbffe0000-0xbfff0000: .
    ... Program from 0x80ff0000-0x81000000 at 0xbffe0000: .
    DD-WRT> ip_address -h 192.168.1.2
    IP: 192.168.1.1/255.255.255.0, Gateway: 0.0.0.0
    Default server: 192.18.1.2
    DD-WRT> load -r -b %{FREEMEMLO} ap61.rom
    Using default protocol (TFTP)
    Raw file loaded 0x80080000-0x800a8717, assumed entry at 0x80080000
    DD-WRT> fis create -l 0x30000 -e 0xbfc00000 RedBoot
    An image named 'RedBoot' exists - continue (y/n)? y
    ... Erase from 0xbfc00000-0xbfc30000: ...
    ... Program from 0x80080000-0x800a8718 at 0xbfc00000: ...
    ... Erase from 0xbffe0000-0xbfff0000: .
    ... Program from 0x80ff0000-0x81000000 at 0xbffe0000: .
    DD-WRT> reset
    O DIR-300 irá reiniciar nesse ponto. Feche o Putty, espere 30 segundos (para o roteador acabar de reiniciar) e abra o putty novamente.
    Configure o putty novamente:
    Na tela principal do putty.exe (session), em "Connection type", selecione Telnet.
    Em "Close window on exit", selecione NEVER.
    Em "Host name (or IP Address)" coloque 192.168.1.1
    em "Port", coloque 9000
    Clique em Open, vai aparecer novamente o prompt da DD-WRT>

    Código:
    DD-WRT> ip_address -h 192.168.1.2 
    IP: 192.168.1.1/255.255.255.0, Gateway: 0.0.0.0
    Default server: 192.168.1.2
    DD-WRT> fis init
    About to initialize [format] FLASH image system - continue (y/n)? y
    *** Initialize FLASH Image System
    ... Erase from 0xbffe0000-0xbfff0000: .
    ... Program from 0x80ff0000-0x81000000 at 0xbffe0000: .
    DD-WRT> load -r -b 0x80041000 linux.bin
    Using default protocol (TFTP)
    Raw file loaded 0x80041000-0x803bafff, assumed entry at 0x80041000
    DD-WRT> fis create linux
    Agora pode levantar e tomar um café. Esse passo demora aproximadamente 5 minutos.

    após esse tempo, o putty vai retornar a seguinte janela:

    Código:
    ... Erase from 0xbfc30000-0xbffaa000: ..............
    ... Program from 0x80041000-0x803bb000 at 0xbfc30000:.......
    ... Erase from 0xbffe0000-0xbfff0000: .
    ... Program from 0x80ff0000-0x81000000 at 0xbffe0000: .
    DD-WRT>
    Continue o processo, digitando os códigos em destaque:

    Código:
    DD-WRT> fconfig boot_script true
    boot_script: Setting to true
    Update RedBoot non-volatile configuration - continue (y/n)? y
    ... Erase from 0xbffe0000-0xbfff0000: .
    ... Program from 0x80ff0000-0x81000000 at 0xbffe0000: .
    DD-WRT> fconfig boot_script_timeout 3
    boot_script_timeout: Setting to 3
    Update RedBoot non-volatile configuration - continue (y/n)? y
    ... Erase from 0xbffe0000-0xbfff0000: .
    ... Program from 0x80ff0000-0x81000000 at 0xbffe0000: .
    DD-WRT> fconfig bootp false
    bootp: Setting to false
    Update RedBoot non-volatile configuration - continue (y/n)? y
    ... Erase from 0xbffe0000-0xbfff0000: .
    ... Program from 0x80ff0000-0x81000000 at 0xbffe0000: .
    DD-WRT> fconfig
    Run script at boot: true
    Boot script:
    Enter script, terminate with empty line
    >> fis load -l linux
    >> exec 
    >> (aqui não digite nada, apenas aperte enter)
    Boot script timeout (1000ms resolution): 3
    Use BOOTP for network configuration: false
    Gateway IP address:
    Local IP address:
    Local IP address mask:
    Default server IP address:
    Console baud rate: 9600
    GDB connection port: 9000
    Force console for special debug messages: false
    Network debug at boot time: false
    Update RedBoot non-volatile configuration - continue (y/n)? y
    ... Erase from 0xbffe0000-0xbfff0000: .
    ... Program from 0x80ff0000-0x81000000 at 0xbffe0000: .
    DD-WRT> reset
    Pronto!!

    Feche todos os programas.

    Agora é só retirar o IP fixo da placa, esperar o roteador reiniciar (ele reinicia umas 3 vezes).
    Acesse a DD-WRT em http://192.168.1.1 e é só configurar!

    Lembre-se que para uma instalação inicial da DD-WRT vc tem que configurar o usuário e senha no primeiro acesso.

    Caso você tenha problemas para salvar as configurações, exclua os arquivos temporários de internet e os cookies do seu navegador.

    Esse processo de instalação é necessário apenas uma vez. Se vc quiser instalar outra revisão da DD-WRT, basta fazer o update pela própria página de configuração da DD-WRT (em Administration, firmware update).



    Instalando a DD-WRT - Dlink DIR-300 rev B1

    Spoiler:
    Você vai precisar do Dlink DIR-300b Factory Webflash (obtida no topo da mensagem anterior)

    Acesse o DIR-300 pelo endereço http://192.168.0.1, vá em administration e depois em firmware upgrade. Carrege a DIR-300b Factory Webflash e depois clique no botão update. Espere 5 minutos (o roteador vai reiniciar várias vezes durante o processo), feche a janela do roteador e tente acessa-lo novamemte pelo http://192.168.1.1.

    Pronto! O DIR-300 rev.B ja esta rodando a DD-WRT!

    Lembre-se que para uma instalação inicial da DD-WRT vc tem que configurar o usuário e senha no primeiro acesso.

    Caso você tenha problemas para salvar as configurações, exclua os arquivos temporários de internet e os cookies do seu navegador.


    Se o seu DIR-300 rev. B ja usa a DD-WRT e vc quer fazer o update de revisão, use o arquivo Dlink DIR-300b DD-WRT Webflash (obtido no topo da mensagem anterior)

    Faça o update pela interface WEB da DD-WRT (em Administration, Firmware update)



    Instalando a DD-WRT - Dlink DIR-320

    Spoiler:
    Você vai precisar dos seguintes arquivos:

    dd-wrt.v24_std_generic
    dd-wrt.v24_usb_generic (obtidos no topo da mensagem anterior)
    Ferramenta TFTP da linkSys

    Desligue o DIR-320.

    Antes de começar, fixe o IP da placa de rede do PC que ira realizar o procedimento para 192.168.0.10, máscara 255.255.255.0. Ligue o cabo de rede na entrada LAN 1 do DIR-320

    Lembre-se que qualquer update de firmware deve ser feito sempre via cabo, nunca pela interface wireless!

    Abra a ferramenta TFTP da linksys.
    Em server coloque 192.168.0.1
    Em password deixe em branco (não coloque nada)
    Em file, clique no botão dos "..." e carregue a dd-wrt_standard_generic.bin
    Configure o número de tentativas para 10

    Agora ligue o roteador na tomada.
    Quando o windows começar a tentar obter um endereço IP (geralmente de 3 a 5 segundos após você ligar o roteador), aperte o botão upgrade. Se a transferência for bem sucedida, o círculo a direita na ferramenta TFTP da linkSys vai ficar verde. Se não der certo, repita a operação variando o tempo de espera para apertar o botão upgrade.

    Se a transferência for bem sucedida, agurade 10 MINUTOS. O roteador estará fazendo os procedimentos de flash (Segundo o usuário Oráculo, obrigado cara! , o DIR-320 reinicia umas 4 vezes). Após esse tempo, configure a placa de rede do PC para abter um endereço de ip automaticamente e tente acessar a página de configuração da DD-WRT no http://192.168.1.1

    Como é o primeiro acesso, configure um nome de usuário e senha.

    Agora clique em Administration, depois em Firmware upgrade.

    Carregue a dd-wrt_usb_generic, clicando no botão "Browse". Na caixa de seleção acima, selecione a opção "reset to defaults".

    Clique no botão upgrade. A firmware vai ser carregada no 320. Após 3 minutos, o roteador vai voltar para a tela de início da DD-WRT e o processo estará terminado!

    Caso você tenha problemas para salvar as configurações, exclua os arquivos temporários de internet e os cookies do seu navegador.

    Esse processo de instalação é necessário apenas uma vez. Se vc quiser instalar outra versão da DD-WRT (para chipsets Broadcom), basta fazer o update pela própria página de configuração da DD-WRT (em Administration, firmware upgrade).


    Instalando a DD-WRT - Dlink DIR-600 rev. B

    Spoiler:
    Antes de começar, verifique se o seu DIR-600 é rev B. Basta olhar na etiqueta embaixo dele. No Início de 2011 a Dlink lançou a rev C do DIR-600. A Rev C possui menos memória RAM (16MB) e por isso não é suportada pela DD-WRT.

    Você vai precisar do arquivo DIR-600 Factory Webflash (obtido no topo da mensagem anterior)

    Acesse o DIR-600 pelo endereço http://192.168.0.1, vá em administration e depois em firmware upgrade. Carrege a DIR-600 Factory Webflash e depois clique no botão update. Espere 3 minutos (o roteador vai reiniciar durante o processo), feche a janela do roteador e tente acessa-lo novamemte pelo http://192.168.1.1.

    Pronto! O DIR-600 ja esta rodando a DD-WRT!

    Como é o primeiro acesso, configure um usuário e senha.

    Vá novamente em Administration, Firmware upgrade.

    Lembre-se que para uma instalação inicial da DD-WRT vc tem que configurar o usuário e senha no primeiro acesso.

    Caso você tenha problemas para salvar as configurações, exclua os arquivos temporários de internet e os cookies do seu navegador.


    Se o seu DIR-600 ja usa a DD-WRT e vc quer fazer o update de revisão, use o arquivo Dlink DIR-600b DD-WRT Webflash (obtido no topo da mensagem anterior)

    Faça o update pela interface WEB da DD-WRT (em Administration, Firmware update


    Instalando a DD-WRT - Roteadores TPLink (TL-WR741ND, 841ND, 941ND e 1043ND)

    Spoiler:
    (Atenção: Use este How to apenas se for a primeira vez que for instalar o DD-WRT no roteador. Caso queira fazer upgrade de uma versão já instalada você deve usar o arquivo: nomedoroteador-webflash.bin (obtido no topo da mensagem anterior) - A atualização deve ser feita na própria tela de upgrade do DD-WRT (Administration, firmware upgrade).

    1º passo:Acesse a pasta correspondente ao modelo do seu roteador no site da dd-wrt (fique atento para a versão do seu roteador) e faça o download do arquivo "factory-to-ddwrt.bin" (o procedimento para isso esta explicado no topo da mensagem anterior);

    2º Passo: Conecte uma ponta do cabo de rede (UTP) em uma das portas LAN do roteador e a outra ponta na placa de rede do computador;

    3º Passo: Abra seu web browser e acesse o endereço http://192.168.1.1. Quando aparecer a janela de usuário e senha entre com admin para ambos os campos;

    4º Passo: Vá até o campo “Firmware upgrade” e selecione o arquivo que baixou, clique em ok para fazer o upgrade e aguarde;

    5º Passo: Quando o router terminar o upgrade ele automaticamente será reiniciado. Após o reinicio, abra o prompt de comando e inicie uma sessão telnet utilizando o seguinte comando:

    telnet 192.168.1.1

    OBS: O protocolo telnet não vem instalado no windows Vista e Windows 7 por padrão, mas pode ser instalado no "ativar ou desativar recursos do windows"

    Quando solicitado o usuário e a senha, utilize root e admin respectivamente.
    Após logar-se irá ver o prompt de telnet (dd-wrt>), então entre com o seguinte comando:

    erase nvram && reboot

    (pressione Enter)

    Feito! Agora você já possui o firmware DD-WRT em seu roteador TP-Link
    Miniaturas Anexadas Miniaturas Anexadas DD-WRT - Tutoriais, configurações, links e dicas na 1ª página!!!-dd-wrt-pppoe-1.jpg   DD-WRT - Tutoriais, configurações, links e dicas na 1ª página!!!-dd-wrt-pppoe-2.jpg   DD-WRT - Tutoriais, configurações, links e dicas na 1ª página!!!-dd-wrt-dir-300.jpg  

    Última edição por ThunderBolt : 25-02-2012 às 14:38

  5. #4
    hardMOB Staff - Moderação Avatar de ThunderBolt
    Autor do tópico
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    11!
    Registro
    Oct 1999
    Mensagens
    17.710
    Verdinhas
    1095

    Configurando a DD-WRT: Modos de operação

    Segurança em redes sem fio

    Antes de você configurar a sua rede sem fio, é muito importante você aprender a proteger a sua rede wireless contra os amigos do alheio. Para isso dê uma lida no Guia de segurança para redes wireless que vc acha também nos tópicos úteis aqui do Internet, TV, Redes e Telefonia. Todas as configurações de segurança em redes wireless são explicadas no guia! É de EXTREMA importancia se proteger adequadamente uma rede sem fio! Redes desprotegidas são uma porta de entrada para problemas!

    A DD-WRT é uma firmware que, mesmo em sua versão micro, permite uma grande possibilidade de modos de operação. Antes de aprendermos a configura-los, temos que preparar o computador para funcionar corretamente com o roteador: Todas as configurações e protocolos de acesso a internet tem que ser APENAS os padrões do sistema operacional! protocolos de acesso a redes corporativas (como Novell) podem impedir o acesso ao roteador e até mesmo a internet. Confira nas propriedades da placa de rede se os protocolos instalados são os padrões para o seu sistema operacional.

    Modo de operação Roteador PPPoE

    Spoiler:
    O Modo de operação Roteador PPPoE deve ser usado por quem tem conexões ADSL (Velox, BRturbo, GVT, etc).
    Para usar esse modo, o modem ADSL deve estar configurado como Bridge (ponte) e deve ter um IP em uma faixa diferente da faixa do IP do roteador. O modem ADSL tem que estar ligado na porta de internet do roteador (tb conhecida como WAN, que fica geralmente separada das outras 4 da rede interna).

    A tela para se configurar o Roteador para operar como PPPoE é essa aqui:




    Para ter acesso a essa tela, entre na página de configuração da DD-WRT em http://192.168.1.1 e depois clique em setup. Depois de configurar, clique em save, depois em apply.

    Acesse novamente a DD-WRT, clique em Status depois em WAN.
    Se aparecer a mensagem "Connected", é só navegar.


    Modo de operação Roteador em DHCP automático

    Spoiler:
    Esse modo de operação deve ser usado para quem tem conexões via cabo (Virtua, Vivax, Velox Cabo, etc).
    Nesse modo de operação o modem da operadora deve ser ligado na entrada internet do roteador (tb conhecida como WAN, que fica geralmente separada das outras 4 da rede interna).

    A tela para se configurar o Roteador para operar como DHCP automático é essa aqui:




    Para ter acesso a essa tela, entre na página de configuração da DD-WRT em http://192.168.1.1 e depois clique em setup. Depois de configurar, clique em save, depois em apply.

    Depois, acesse novamente a DD-WRT, clique em Status depois em WAN.
    Se aparecer o nome do servidor e os endereços de IP forem diferentes de 0.0.0.0, é só navegar. Se estiver como 0.0.0.0, deslique o modem da operadora da tomada, espere 5 munitos, ligue o modem novamente na tomada e verifique se conectou.
    Se ainda não estiver conectado, vamos usar a clonagem do endereço de MAC:

    Desligue o cable modem.

    Do computador que ficava ligado no cable modem:
    Acesse a página de configuração da DD-WRT.
    Clique em setup e depois na sub-aba MAC Address Clone

    Clique no botão "Get current PC's MAC" (ou algo parecido).

    Depois clique em save e depois em apply.

    Ligue o cable modem e confira novamente o estado da conexão em Status, WAN.


    Modo de operação Ponte (Bridge)

    Spoiler:
    Este modo de operação é usado por quem já tem um roteador na rede e deseja apenas expandir o alcance da rede colocando mais pontos de acesso, ligados ao roteador principal via cabo (rede wired). Esse é o jeito que maximiza a performance da rede, pois o ponto de acesso adicional usa o seu rádio interno apenas para se comunicar com clientes que eventualmente estejam conectados a ele. A comunicação entre roteador e ponto de acesso usufrui de todas as vantagens da rede cabeada.

    Nesse modo de operação o roteador fica sem servidor DHCP (pois as requisições DHCP passam a ser feitas pelo outro roteador da rede), por isso, para que vc consiga entrar na página de configuração da DD-WRT, é importante que o roteador em modo bridge tenha um IP na mesma faixa de IP do roteador principal. Um roteador sem servidor DHCP é conhecido popularmente como ponto de acesso.

    A tela de configuração da DD-WRT para modo Bridge é essa aqui:



    Neste exemplo, o roteador principal da minha rede é outro roteador com DD-WRT no IP 192.168.1.1
    Eu então fixei o IP da bridge em 192.168.1.2 e coloquei o IP do roteador principal como gateway e servidor DNS da bridge.

    Não esquecer de marcar a opção assin WAN port to switch, para que vc passe a ter um hub de 5 portas e de desativar o servidor DHCP. Salve e aplique.

    Agora acesse a aba Serviços (Services). Se você mudou o IP da bridge, para acessá-la basta entrar com o novo IP na barra de endereços do navegador.
    Em serviços, desative o DNSMasq e o Wan Traffic Counter. Salve e aplique.

    Agora, clique na aba Segurança (Security). Temos que desativar o firewall para os dispositos conectados no roteador principal e na bridge possam se enchergar e trocar dados.
    Comece desmarcando os quadradinhos "Filtrar Redirecionamento NAT da Internet" e "Bloquear Requisições Anônimas da Internet" (deixe marcada apenas a opção "Filtrar Multicast"). Agora, selecione a opção "Desativado" (Disabled) para o Firewall SP1. Salve e aplique.

    As configurações da rede sem fio podem ser as mesmas do roteador principal. Com isso, as estações clientes mudam automaticamente para o dispositivo que estiver com o sinal mais forte, de maneira totalmente transparente para o usuário.



    Modo de Operação Cliente

    Spoiler:
    Nesse modo de operação o dispositivo recebe o sinal da rede pela porta wireless, de um outro roteador wireless (chamado aqui de roteador principal), e distribuie entre as 5 portas LAN. Esse modo é muito últil para quem tem apenas desktops em casa e não tem como passar cabos de redes entre o roteador principal e outros PCs clientes.

    A vantagem do modo cliente é que, como o dispositivo deixa de emitir uma rede wireless, ele se conecta ao roteador principal na máxima velocidade possível de transmissão de dados (até 300Mbps no caso de roteadores 802.11n full). No modo repetidor ou WDS, essa velocidade cai pela metade, pois o repetidor tem que usar o mesmo rádio para se conectar ao roteador principal e ainda repetir a rede.

    Lembrando que dispositivos Atheros (TPLinks, em geral), só conseguem ser clientes de outros dispositivos Atheros! Atheros tentando ser cliente de Broadcom, não vai funcionar. Já o inverso funciona (Broadcom consegue ser cliente de Atheros).

    Na DD-WRT, comece configurando o dispositivo para Bridge, de acordo com o tutorial logo acima, fazendo todos os passos.

    Depois, vá em Wireless e, em Modo de Operação (Wireless Mode), Selecione Client Bridge (Routed, em caso de dispositivos Atheros) se os pcs do cliente devem ser parte da rede do roteador principal, ou client se os pcs do cliente não devem ser parte da rede do roteador principal.

    No campo "Nome da rede wireless (SSID)" Coloque o mesmo nome da rede wireless do roteador principal.

    Salve e aplique.

    Agora vá em Wireless Security. Todas as configurações de segurança devem ser idênticas às do roteador principal. O modo cliente funciona em qualquer modo de segurança, tanto WEP quanto WPA e WPA2.

    Salve e aplique.

    Agora vá em status depois em wireless.

    Role a página até o final e clique no botão "Pesquisar redes" (Site survey). Na tela que se abre, localize a rede wireless irradiada pelo roteador principal e clique no botão "Ingressar" (Join). Vai aparecer uma mensagem dizendo que o cliente se conectou com sucesso a rede selecionada. Feche a janela, salve e aplique. OBS: Esse passo pode não ser necessário (em dispositivos Atheros e Ralink, não é).

    Pronto

    Para ter certeza que tudo deu certo, confira em status, wireless se, no campo "nós wireless" (wireless nodes), apareceu uma conexão com o roteador principal.


    Modo de operação Repetidor

    Spoiler:
    Nesse modo de operação o dispositivo recebe o sinal da rede pela porta wireless, de um outro roteador wireless (chamado aqui de roteador principal), distribuie entre as 5 portas LAN e cria uma outra rede wireless, expandindo assim o alcance do sinal da rede principal. Esse modo é muito últil para quem tem um roteador wireless que não suporta WDS e quer aumentar o alcance da rede wireless sem a necessidade passar cabos de rede.

    A desvantagem do modo repetidor é que, como o dispositivo tem que usar o mesmo rádio para se conectar ao roteador principal e ainda repetir a rede, a velocidade da conexão cai para metade da máxima teórica (150Mbps no caso de roteadores 802.11N Full).

    Lembrando que dispositivos Atheros (TPLinks, em geral), só conseguem ser repetidores de outros dispositivos Atheros! Atheros tentando ser repetidor de Broadcom, não vai funcionar. Já o inverso funciona (Broadcom consegue repetir redes de dispositivos Atheros).

    Na DD-WRT, começe configurando o dispositivo para Bridge, de acordo com o tutorial um pouco acima, fazendo todos os passos.

    Depois, vá em Wireless e, em Modo de Operação (Wireless Mode), Selecione Repeater Bridge (em roteadores Atheros, selecione client bridge (routed)) se os pcs do repetidor devem ser parte da rede do roteador principal, ou repeater (para Atheros , selecione client) se os pcs do repetidor não devem ser parte da rede do roteador principal.

    No campo "Nome da rede wireless (SSID)" Coloque o mesmo nome da rede wireless do roteador principal.

    Salve.

    Agora, mais embaixo, em Virtual Interfaces, clique no botão adicionar. Vai aparecer uma nova rede sem fio, a que vai ser usada para expandir o alcance da rede principal, com os mesmos campos de configuração da anterior.

    No campo "Nome da rede wireless (SSID)" Coloque um nome diferente do nome da rede wireless do roteador principal (por exemplo, repetidor).

    Salve e aplique.

    Agora vá em Wireless Security. Apareceram 2 redes sem fio para se configurar a segurança. Na primeira rede, todas as configurações de segurança devem ser idênticas às do roteador principal. O modo repetidor em teoria funciona em qualquer modo de segurança, tanto WEP quanto WPA e WPA2. Lembre-se que, para velocidades padrão N, o modo de segurança tem que ser WPA2 + AES (tanto no roteador principal quanto no repetidor).

    Na segunda rede, as configurações de segurança podem ser quaisquer umas. Você pode deixar as mesmas do roteador principal, se quiser evitar o uso de frases-senha diferentes.

    Após configurar as opções de segurança, salve e aplique.

    Agora vá em status depois em wireless.

    Role a página até o final e clique no botão "Pesquisar redes" (Site survey). Na tela que se abre, localize a rede wireless irradiada pelo roteador principal e clique no botão "Ingressar" (Join). Vai aparecer uma mensagem dizendo que o repetidor se conectou com sucesso a rede selecionada. Feche a janela, salve e aplique. OBS: Esse passo pode não ser necessário (em dispositivos Atheros e Ralink, não é).

    Pronto

    Para ter certeza que tudo deu certo, confira em status, wireless se, no campo "nós wireless" (wireless nodes), apareceu uma conexão com o roteador principal.


    Modo de Operação WDS

    Spoiler:
    Introdução

    WDS (do Inglês Wireless Distribution System - Sistema de distribuição de redes wireless) é um modo de se expandir uma rede wireless através de 2 ou mais roteadores que são ligados entre si sem o uso de cabos. Essa expansão pode ser feita em ligações múltiplas entre vários roteadores, configurando assim uma rede mesh.

    A principal vantagem das redes WDS sobre as redes com repetidores wireless é a sua total transparência na transmissão de dados na camada de enlace (a segunda camada do modelo de comunicação da ISO): As estações WDS repassam o endereço MAC do solicitante para o nó seguinte, mantendo a transparência da rede. Isso não acontece nos modos cliente e repetidor, onde a separação acontece na terceira camada (a camada IP).

    Mas nem tudo são flores: O WDS não é padronizado pelo IEEE (que é quem padroniza as redes wireless no padrão 802.11) e por isso mesmo cada fabricante de chipset wireless implementa a função a sua maneira. Isso significa que links WDS entre aparelhos de diferentes chipsets tem ENORME chance de NÃO funcionar. Mesmo se os aparelhos forem do mesmo fabricante (Linksys, Asus, Dlink, TP-Link, etc...), o que interessa é o hardware do aparelho (ou, resumidamente, o seu chipset). Como ja dito nos tutoriais de instalação, existem até mesmo modelos de fabricantes que variam o chipset entre revisões, como os Dlink DIR-300 A1 (Atheros) e B1 (Ralink) e os Linksys WRT160N v1 e v3 (Broadcom) e v2 (Ralink). Portanto, antes de tentar configurar uma rede WDS, tenha certeza que os seus equipamentos possuem o mesmo hardware. Se forem diferentes, você pode até tentar... (boa sorte!)

    WDS na DD-WRT

    Como cada fabricante de chipset implementa o modo WDS a sua maneira, isso implica que as configurações na DD-WRT também variam de chipset para chipset. Atualmente (15/11/2014), os melhores dispositivos para uma configuração WDS são os que possuem chipset Broadcom. WDS também funciona entre dispositivos Atheros, mas neste chipset, o WDS não expande a rede (dispositivos wireless não conseguem se conectar as estações WDS), mas é possível criar redes virtuais, como no modo repetidor. Contudo, para quem quer usar DLNA em casa o modo WDS é melhor que o Cliente Ponte, pois o WDS é uma rede transparente para os dispositivos ligados a ela (DLNA não funciona em cliente-ponte e repetidor-ponte). Atualmente o WDS não é suportado em dispositivos Ralink (pendente de confirmação).

    Configurando WDS na DD-WRT

    Esse tutorial foi feito baseado nas informações da wiki da DD-WRT. Ela apresenta os passos para se configurar o WDS entre dois roteadores, dando maior detalhamento para dispositivos com chipset Broadcom. Para os outros chipsets ela apresenta instruções gerais, baseada nos passos dos Broadcom. Vou seguir a mesma lógica: Configurações específicas para aparelhos Atheros são apresentadas no final do tutorial, com algumas observações durante o mesmo.

    Antes de começar, temos que identificar o AP WDS e a Estação WDS.

    O AP WDS é aquele que esta conectado a internet, ou seja, é aquele que é o "ponto de partida" da sua rede. Ele pode se conectar a internet por qualquer modo de operação (Roteador PPPoE, Roteador DHCP ou mesmo Bridge). A Estação WDS é aquele que vai expandir o alcance da rede wireless.

    Apesar de não ser necessário, é recomendado voltar a Estação WDS para as configurações de fábrica (soft reset). Isso vai garantir que nenhuma configuração anterior possa atrapalhar o processo.

    No AP WDS, em Configurações Básicas (Basic Setup), habilite o Protocolo STP. Salve e aplique.

    Na Estação WDS, comece configurando a mesmo para o modo de operação Bridge (use a tela do modo bridge como referência). Não se esqueça de habilitar o protocolo STP, de configurar um IP na mesma faixa de IPs do AP WDS (mas fora da faixa de IPs do DHCP do AP WDS), de configurar o IP do AP WDS como gateway padrão e como servidor DNS primário, de desabilitar o servidor DHCP, inclusive desabilitando os 3 quadradinhos abaixo dos campos do servidor DHCP. Salve e Aplique.

    Ainda na Estação WDS, va em Configurações (Setup) depois em roteamento avançado (advanced routing). Na caixa de seleção, marque a opção Router. Salve e aplique (Atheros: Não execute esse passo).

    Agora, ainda na estação WDS, vá em Segurança (Security e siga os seguintes passos para desabilitar o firewall: Começe desmarcando todos os quadradinhos exceto a opção de Filtrar Multicast. Depois vá até o campo SP1 Firewall e marque a opção desabilitado. Salve e aplique.

    Ainda na Estação WDS, vá até a aba Serviços (Services). Desative o DNSMask e o Medidor de tráfego na WAN (Wan Traffic Counter). Salve e aplique.

    Agora, em ambos os dispositivos, é hora de configurar a parte do wireless. Na parte de Configurações básicas (Basic Settings), configure o mesmo SSID nos dois roteadores, o mesmo Canal Wireless (incialmente fixe um canal - 1 por exemplo - depois você pode tentar deixar em automático) e o mesmo Modo de Rede Wireless (Wireless Operation Mode - Lembre-se que, para velocidades N full - 300mbps - o modo tem que ser o NG Mixed e a largura do canal de 40MHz). Salve e aplique.

    Agora vá na aba Segurança Wireless. Configure a segurança de maneira idêntica em ambos os aparelhos. Se você quiser utilizar velocidades N, o modo de segurança tem que ser WPA2 + AES. Salve e aplique.

    No AP WDS, acesse a aba Filtro de MAC (MAC Filter) e desabilite esta opção. Salve e aplique.

    O próximo passo, em ambos os dispositivos, é ir em Wireless e depois na aba WDS. Na frente do campo MAC Wireless, esta o endereço de MAC (físico) da placa wireless do respectivo dispositivo. Anote o endereço físico do AP e da Estação WDS. Agora, no AP WDS, selecione "LAN" na caixa de seleção e nos campos a direita escreva o endereço de MAC Wireless da Estação WDS (Atheros: não execute esse passo) No campo de texto ao lado, anote uma observação, por exemplo (MAC Estação WDS). Na Estação WDS, repita os passos acima, mas colocando o MAC Wireless do AP WDS nos campos correspondentes (Atheros: não execute esse passo). Salve e aplique.

    Pronto! Agora é hora de ver se tudo deu certo: Em ambos os roteadores, vá em Status, Wireless. Verifique na parte de WDS nodes (Atheros: Clientes Wireless) se a conexão com o outro roteador esta ativa e o sinal entre eles possui valor diferente de zero. Se tudo estiver certo, o link WDS foi estabelecido com sucesso!

    Roteadores com chipset Ralink

    Atualmente (25/08/2012), os roteadores ralink só funcionam em WDS com a revisão 16454 da SP2. Todas as posteriores não funcionam. Essa revisão pode ser baixada neste link

    As configurações dos roteadores com chipset Ralink são idênticas as apresentadas para os roteadores Broadcom, a não ser por diferenças nas telas de configurações das opções. Basta procurar as telas equivalentes e seguir os mesmos passos.

    Roteadores com chipset Atheros

    Em roteadores com chipset Atheros, repita os mesmos passos, alterando o seguinte:
    - No roteador principal, o Modo Wireless deve ser "WDS AP". No roteador cliente, selecione "WDS Station".
    - Não adicione os endereços de MAC na tabela de MAC.
    - Não se esqueça de salvar e aplicar as configurações feitas em cada tela.

    Se você quiser expandir o alcance da rede wireless, crie uma rede wireless virtual na Estação WDS:

    Na estação WDS, vá em Wireless, na sub aba Configurações Básicas (Basic Settings), abaixo do campo Virtual Interfaces, clique em adicionar (add).
    Preencha os campos da rede wireless Virtual. O SSID deve ser diferente do SSID do link WDS. Agora vá em Segurança Wireless (Wireless Security) e Configure a segurança para a rede virtual criada. A segurança pode ser exatamente a mesma do link WDS. Salve e aplique.

    Pronto! Os dispositivos wireless agora vão "enxergar" a rede virtual criada e poderão acessar a internet através dela
    Miniaturas Anexadas Miniaturas Anexadas DD-WRT - Tutoriais, configurações, links e dicas na 1ª página!!!-dd-wrt-dhcp-1.jpg   DD-WRT - Tutoriais, configurações, links e dicas na 1ª página!!!-dd-wrt-dhcp-2.jpg   DD-WRT - Tutoriais, configurações, links e dicas na 1ª página!!!-configuracao-internet-explorer.jpg  

    DD-WRT - Tutoriais, configurações, links e dicas na 1ª página!!!-configuracao-placa-de-rede.jpg   DD-WRT - Tutoriais, configurações, links e dicas na 1ª página!!!-dd-wrt-bridge.jpg  
    Última edição por ThunderBolt : 16-11-2014 às 12:14

  6. #5
    hardMOB Staff - Moderação Avatar de ThunderBolt
    Autor do tópico
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    11!
    Registro
    Oct 1999
    Mensagens
    17.710
    Verdinhas
    1095

    Tweaks e configurações da DD-WRT

    Este post concentra algumas dicas muito úteis para melhor estabilidade/ compatibilidade dos aparelhos.

    Habilite velocidades de 300mbps em roteadores N full
    Spoiler:
    Em roteadores N full, para se obter os 300mbps máximos teóricos é preciso habilitar a largura de 40MHz para o canal wireless E, conforme explicado no Guia de segurança para redes wireless, habilitar o modo de encriptação WPA2 + AES. Na configuração padrão (20MHz) só é possível se atingir 150mbps.

    Acesse a página da DD-WRT.

    Clique na aba Wireless

    No campo "Modo da rede Wireless" (Wireless Mode), selecione a opção "Misto" (Mixed). Salve.

    No campo "Largura do canal" (Channel Width), selecione "Turbo (40MHz) ou HT40 (20 +20)", dependendo da versão da DD´-WRT. Salve e Aplique.

    Pronto!

    Configure a sua rede sem fio para maximizar a performance
    Spoiler:
    Configure seu aparelho para maximizar a performance da rede wireless.
    Dispositivos Atheros devem seguir os passos da wiki para dispositivos atheros (somente em inglês)
    Demais dispositivos (Broadcom e Ralink), sigam os passos desta wiki aqui (também em inglês)

    Habilite o UPnP no seu dispositivo
    Spoiler:
    Com o UPnP ativado, os programas de transferencia de arquvos (P2P, skype e MSN, entre outros) vão funcionar adequadamente sem a necessidade de se redirecionar portas.

    Acesse a página de configuração da DD-WRT.

    Clique na aba NAT/QoS e depois na Sub-aba UPnP

    Selecione "Habilitar" (Enable) para as duas opções. Salve e aplique.

    Pronto!

    Estabilidade em programas P2P (Torrent, e-mule, Ares, etc...)
    Spoiler:
    Acesse a página da DD-WRT.

    Clique na aba Administração (Administration), e role a página até chegar na parte de Configurações do Filtro de IP (IP Filter Settings), troque o valor dos 3 campos para:

    Maximum Ports: 4096 (roteadores com 32MB ou mais de RAM), 2048 (para dispositivos com 16MB de RAM) ou 1024 (para dispositivos com 8MB de RAM, como os WRT54G a partir da versão 5 e WRT54G2)
    TCP Timeout: 90
    UDP Timout: 90
    Salve e aplique.

    Com isso o seu roteador gerencia melhor as conexões, diminuindo a possibilidade de travamentos

    Aumentando a potência de sinal transmitido (roteadores c/ chip Broadcom):
    Spoiler:
    Acesse a página da DD-WRT:

    Clique na aba Wireless e depois em Configurações Avançadas (Advanced Settings).
    Procure por "Tx Power" e modifique o valor de 71 para até 98mW
    O alcance do sinal deve melhorar. Se você observar perda de velocidade na transmissão dos dados, volte a potência para 71mw

    PS: Roteadores com chip Artheros (DIR-300) tem potência fixada em 20dBm (100mw)
    OBS: Deixe o campo "Antenna Gain" em 0. Qualquer valor diferente o roteador irá diminuir o valor da potencia irradiada pelo valor informado para manter o ganho total em 20dB.

    Roteadores com chipset Ralink a potencia irradiada depende da escolha do país nas configurações avançadas da wireless (Brasil é 20dBm).

    Roteadores Atheros N ou AC - Melhorar a estabilidade dos clientes Wi-Fi
    Spoiler:
    Essa dica é para roteadores N e AC de Chipset Atheros (TPlinks, WRT160NL, entre outros). O driver utilizado pela dd-wrt, ath9k (N) e ath10k (AC) possui um bug que causa a desconexão de alguns clientes wireless, sendo necessário o reinício do roteador. Esse bug se manifesta mais em alguns aparelhos do que outros. Se o seu aparelho esta apresentando essas quedas, tente a dica abaixo:

    Vá em administração (administration), diagnósticos (commands). Copie e cole o texto abaixo na caixa de texto:
    Código:
    echo 0 > /sys/kernel/debug/ieee80211/phy0/ath9k/ani
    Clique em Salvar inicialização (Save Startup)

    Para a configuração fazer efeito, reinicie o seu roteador.

    Como acessar a página de configuração do seu modem Bridge ou Cabo (modo de operação Roteador)
    Spoiler:
    Dica postada pelo Alexandre.Soares, com uma contribuição do Erik

    Essa dica é muito útil para quer quer ver os parâmetros da conexão ou até mesmo para receber suporte das empresas de telecom (que solicitam o acesso as configurações do modem), sem a necessidade de ligar o modem diretamente ao PC.

    Antes de começar, confira se o modem está configurado para usar um IP em uma faixa diferente da do Roteador (192.168.1.x), senão a dica não vai funcionar. Neste exemplo, o modem é configurado para o IP 192.168.2.1 e o Roteador no 192.168.1.1 (padrão da DD-WRT).

    Acesse a página de configuração da DD-WRT.

    Clique na aba Administração (Administration) e depois na Sub-aba "Diagnósticos" (Commands).

    Copie as linhas do cádigo abaixo e cole no campo de texto:
    Código:
    ifconfig vlan2:0 192.168.2.2 netmask 255.255.255.0
    Clique no botão "Salvar Inicialização" (Save Startup).

    Agora, copie as linhas do cádigo abaixo e cole no campo de texto:
    Código:
    /usr/sbin/iptables -I POSTROUTING -t nat -o vlan2 -d 192.168.2.0/24 -j MASQUERADE
    Clique no botão Salvar Firewall (Save firewall).

    Se o modem tiver o IP 10.1.1.1, altere no código os valores 192.168.2 para 10.1.1
    Se o modem tiver o IP 192.168.254.254, altere no código os valores 192.168.2 para 192.168.254
    Se o modem tiver o IP 10.0.0.1, altere no código os valores 192.168.2 para 10.0.0 e os valores 255.255.255 para 255.0.0

    Salve, aplique e reinicie o roteador.

    Depois que o Router reiniciar, basta digitar o IP do modem no browser que vai abrir normalmente a interface dele (no exemplo, http://192.168.2.1)

    Como atribuir sempre o mesmo IP para um dispositivo
    Spoiler:
    Essa dica é muito util para quem tem dispositivos (como videogames) e/ou usa programas P2P que necessitam de acesso direto a internet que não tem suporte a UPnP (ou o UPnP não funciona). Esse procedimento elimina a necessidade de se fixar o IP dos dispositivos nas configurações internas dos mesmos.

    Acesse a página de configuração da DD-WRT.
    Clique na aba "Services"

    Em "Concessões estáticas" (Static Leases), clique no botão "Adicionar" (Add).

    Em "Endereço MAC" (MAC address), coloque o endereço de MAC da placa (wireless ou wired) do dispositivo que esta ligada a rede (se você não souber qual é, abra uma outra janela, acesse a página de configuração da DD-WRT e vá em Status: Se o dispositivo for wireless, acesse a sub-aba "wireless" e procure pelo campo "Endereço MAC" (MAC address) em "Nós Wireless" (Wireless Nodes). Se o dispositivo for wired, acesse a sub-aba LAN que ele aparece no campo correspondente em "Clientes ativos" (Active clients).

    Em Host Name, coloque o nome do dispositivo (É o nome do Computador ou do aparelho, se vc não souber qual é e o dispositivo estiver configurado para obter IP automaticamente, vá em Status, LAN que o nome aparece no campo "Clientes DHCP" (DHCP Clients)

    Em "Endereço IP" (IP address), coloque o IP que vc quer fixar para o dispositivo.

    Em Tempo de concessão ao cliente" (Lease Time), coloque a duração (em horas) em que essa atribuição deve funcionar. Para tempo indeterminado, coloque o valor "0".

    Clique em "Salvar" (Save). Para adicionar outro dispositivo, clique novamente em "Adicionar" (add) e repita o procedimento.

    Ao final, salve e aplique.

    Pronto! Agora toda vez que esse dispositivo se conectar na rede gerenciada pelo roteador, ele vai receber o IP que vc configurou.
    Com isso, vc pode redirecionar portas para ele facilmente.

    Redirecionando portas na DD-WRT
    Spoiler:
    Para dispositivos que necessitam acesso direto (como videogames) e programas sem suporte a UPnP, faça o seguinte:

    Acesse a página da DD-WRT.

    Clique na aba NAT/QoS e depois clique na Sub-aba "Encaminhamento de Faixas de Portas" (Port Range Fowarding).
    Clique no botão "Adicionar" (Add).
    No campo "Aplicação" (Aplication), coloque um nome qualquer (por exemplo, Bittorrent - PC1) para cadastro.
    No campo "Da porta" (Start), coloque a porta inicial.
    No campo "Até a porta" (End), coloque a porta final (pode ser a mesma da inicial).
    No campo "Protocolo" (Protocol), selecione o protocolo desejado (TCP, UDP ou Ambos (Both).
    No campo "Endereço IP" (IP address), coloque o IP do dispositivo que deve receber o redirecionamento.
    Marque o Quadradrinho escrito "Habilitar" (Enable).

    Clique em "Salvar" (Save). Para adicionar outra regra, clique novamente em "Adicionar" (add) e repita o procedimento.

    Salve e aplique.

    Lembre-se que, para o redirecionamento de portas funcionar, vc tem que configurar os respectivos dispositivos ou programas para usar as portas que vc direcionou no roteador.

    Restaurando o trafego em caso de hard reset. (Dica postada pelo JRRJ)
    Spoiler:
    Primeiro temos que salvar os valores de tráfego que estão armazenados na nvram. Para isso, salve a nvram:

    Acesse a página de configuração da DD-WRT.

    Clique na aba "Status" e depois na Sub-aba "WAN"

    Ao final da página se encontra o medidor de tráfego. Abaixo dele temos 3 botões:

    Backup - Salva os dados de tráfego em um arquivo texto e em local escolhido pelo usuário.
    Restaurar (Recover) - Recupera dados anteriormente salvos)
    Apagar dados (Erase data) - Auto-explicativo.

    Lembre-se sempre de fazer backup dos seus dados de tráfego!

    Acessando remotamente Repetidores/Clientes
    Spoiler:
    Dica postada pelo usuário Fireman

    São necessários 2 macetes para isso:
    1. Configurar corretamente o gateway e o Local DNS nos dispositivos "escravos" (que não roteiam) para que apontem para o roteador da rede;
    2. No roteador, redirecionar uma porta qualquer externa para a porta 80 do(s) AP(s) que estão dentro da rede (em NAT/QoS, Port fowarding).

    EXEMPLO PARA ACESSAR ROUTERS INTERNOS VIA WWW:

    Digamos que seu roteador/AP principal é 192.168.1.1 e os secundários são 192.168.1.2 e 192.168.1.3.

    Nos 192.168.1.2 e 192.168.1.3 você precisa configurar como Gateway e como Servidor DNS o 192.168.1.1.
    Depois, no seu router/AP que possui conexão WAN (192.168.1.1) você precisa redirecionar portas externas para a 80 dos outros, em NAT/QoS, Port fowarding:

    Port from: 8002, protocol both, to IP 192.168.1.2, port to: 80
    Port from: 8003, protocol both, to IP 192.168.1.3, port to: 80

    Desta forma, ao entrar por http://seu_ip_externo:8002 você acessará seu AP 192.168.1.2 e entrando por http://seu_ip_externo:8003 você acessará o AP que está em 192.168.1.3

    DETALHE: não precisa autorizar o acesso remoto no AP, pois para ele será um acesso da rede interna (tanto assim que vc vai acessá-lo pela porta padrão: 80).

    Só isso... Dá para fazer o mesmo quanto ao SSH (redirecione uma porta qualquer para a porta 22 dos APs secundários.

    TP-LINK TL-WR1043ND - Adicionar porta WAN ao switch interno (Modo de operação Cliente, Repetidor, Ponte ou WDS Station)
    Spoiler:
    Como a opção de adicionar a porta WAN ao switch interno não funciona, segue um método que resolve o problema:

    Vá em Administração (Administration) e depois em Diagnósticos (Commands)

    Copie o código abaixo e cole na área de texto:
    Código:
    swconfig dev rtl8366rb vlan 1 set ports '0 1 2 3 4 5t' 
    stopservice lan 
    startservice lan
    Clique em Salvar inicialização (Save Startup)

    Agora, para as configurações terem efeito, reinicie o roteador.


    ---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
    AQUI TERMINAM OS TUTORIAIS E DICAS DA DD-WRT

    Se você tem alguma dúvida, vá até a última página e pergunte
    Última edição por ThunderBolt : 09-06-2014 às 22:46

  7. #6
    Membro Avatar de diegotmc
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    May 2007
    Mensagens
    827
    Verdinhas
    9

    é, acabei de ver que a versao beta muda o nome

    e vi mais: essa beta nao funcionou direito aqui no meu G v5
    ficou sem navegar na internet e sem dhcp, tanto pra cabo como wireless

    fica aí o alerta, acho que seria bacana colocar o link pra download da versão v23 SP3 também

  8. #7
    hardMOB Staff - Moderação Avatar de Spidey
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Feb 2002
    Mensagens
    20.964
    Verdinhas
    1573

    Eu pedi pra um amigo comprar uma buffalo pra mim. Como tá rolando processo e não tão atualizando o estoque, ele comprou o que deu. Era pra ser um WHR-HP-G54, mas acabou que veio um WLI-TX4-G54HP. Resultado: não tenho porta WAN, não posso usar o aparelho como roteador.

    To usando como AP pro wii, em modo bridged com a minha rede cabeada, mas gostaria de um roteador pra não precisar deixar o modem velox ligado direto já que conexão PPPoE que o DD-WRT dá conta. Alguém sabe se é possível usar o DD-WRT pra rotear minha rede nessa configuração? Não tem como usar o DD-WRT como gateway e, mesmo a rede toda tendo acesso direto ao modem (mesma subrede) eu usar o DD-WRT pra controlar o acesso?

    Meu modem (que é roteador na verdade) não tem configurações avançadas, mas talvez eu consiga limitar o acesso ao DD-WRT por IP. Será que vai sobrecarregar a rede fazer esse esquema? E como fazer o DD-WRT rotear na mesma rede?


    Uma última coisa: o DD-WRT roda linux, então dá pra instalar qualquer programa nele. Dá pra montar um compartilhamento na rede pra rodar um apache ou um servidor ftp, por exemplo.

  9. #8
    hardMOB Staff - Moderação Avatar de ThunderBolt
    Autor do tópico
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    11!
    Registro
    Oct 1999
    Mensagens
    17.710
    Verdinhas
    1095

    Citação Citando diegotmc Ver mensagem
    é, acabei de ver que a versao beta muda o nome

    e vi mais: essa beta nao funcionou direito aqui no meu G v5
    ficou sem navegar na internet e sem dhcp, tanto pra cabo como wireless

    fica aí o alerta, acho que seria bacana colocar o link pra download da versão v23 SP3 também
    O problema é que a V23 não funciona nos WRT54G v8 e GS v7. Alem disso, ela não possue uma funcionalidade muito interessante da DD-WRT v24 que é o repetidor-ponte. Vc resetou as configurações de fábrica antes de fazer o update? Se mesmo assim não funcionar a RC 6.2 no seu WRT54G v5, Vc pode usar a V24 RC4, que eu uso no WRT54G v5 que ficava na casa dos meus pais e em outro v5 que fica no escritório da minha mãe. Ambos estão funcionando 100% com um modem virtua.
    []'s
    Última edição por ThunderBolt : 07-01-2008 às 6:47

  10. #9
    Membro
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Dec 2003
    Mensagens
    475
    Verdinhas
    0

    Citação Citando ThunderBolt Ver mensagem
    Instalando a DD-WRT


    Abra a ferramenta TFTP da linksys.
    Em server coloque 192.168.1.1
    Em password deixe em branco (não coloque nada)
    Em file, clique no botão dos "..." e carregue a dd-wrt.v24_micro_generic.bin
    Configure o número de tentativas para 10


    []'s

    Essa parte aqui não funciona de jeito nenhum, e agora? pq parece que não pode dar reset com o WRD, e não entra mais no modem, não acontece mais nada... é como se ele não existisse.... como proceder? comprei ele ontem, só falta ir pro saco hoje!

  11. #10
    hardMOB Staff - Moderação Avatar de ThunderBolt
    Autor do tópico
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    11!
    Registro
    Oct 1999
    Mensagens
    17.710
    Verdinhas
    1095

    Citação Citando d4nk0 Ver mensagem
    Meu router é um WRT54G V6

    posso seguir o tuto na boa?!

    []s
    Pode.
    Vai funcionar certinho.
    Depois de flasheada a DD-WRT deixa a gente saber se funcionou ou se vc está tendo algum problema de configuração!
    []'s
    Última edição por ThunderBolt : 07-01-2008 às 6:31

  12. #11
    hardMOB Staff - Moderação Avatar de ThunderBolt
    Autor do tópico
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    11!
    Registro
    Oct 1999
    Mensagens
    17.710
    Verdinhas
    1095

    Citação Citando Canesin Ver mensagem
    Essa parte aqui não funciona de jeito nenhum, e agora? pq parece que não pode dar reset com o WRD, e não entra mais no modem, não acontece mais nada... é como se ele não existisse.... como proceder? comprei ele ontem, só falta ir pro saco hoje!
    Calma hehehe
    Tô te ajudando no MSN!

    Isso acontece quando a pessoa não fixa o IP da placa que está ligada ao roteador para um IP na faixa do IP do roteador (192.168.1.1).
    Quando se carrega o arquivo de preparação, mata-se o DHCP do roteador, dae a necessidade de se fixar o IP da placa de rede.
    []'s

    EDIT: Ele conseguiu instalar a DD-WRT mas agora está apanhando para configurar o modem ADSL dele para Bridge. A solução parece que vai ser colocar o WRT54G como Bridge e deixar o modem como roteador mesmo.
    []'s
    Última edição por ThunderBolt : 06-01-2008 às 20:45

  13. #12
    Membro
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Nov 2005
    Mensagens
    745
    Verdinhas
    1

    Noh aki funcionou direitinho, pena q num dah pra acessar as configurações pelo firefox...


    Valew!!!

  14. #13
    hardMOB Staff - Moderação Avatar de ThunderBolt
    Autor do tópico
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    11!
    Registro
    Oct 1999
    Mensagens
    17.710
    Verdinhas
    1095

    Citação Citando tarsa Ver mensagem
    Noh aki funcionou direitinho, pena q num dah pra acessar as configurações pelo firefox...


    Valew!!!
    Claro que dá. Vc acha que esses programadores de linux iam fazer uma firmware que só desse para ser configurada no IE?
    Experimenta limpar o cache do Firefox ae que deve funcionar certinho
    []'s
    Última edição por ThunderBolt : 07-01-2008 às 7:11

  15. #14
    Membro Avatar de Morppheu
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Dec 2000
    Mensagens
    1.496
    Verdinhas
    215

    Citação Citando ThunderBolt Ver mensagem
    Calma hehehe
    Tô te ajudando no MSN!

    Isso acontece quando a pessoa não fixa o IP da placa que está ligada ao roteador para um IP na faixa do IP do roteador (192.168.1.1).
    Quando se carrega o arquivo de preparação, mata-se o DHCP do roteador, dae a necessidade de se fixar o IP da placa de rede.
    []'s

    EDIT: Ele conseguiu instalar a DD-WRT mas agora está apanhando para configurar o modem ADSL dele para Bridge. A solução parece que vai ser colocar o WRT54G como Bridge e deixar o modem como roteador mesmo.
    []'s
    Ô Thunder, pra que botar o modem ADSL dele pra Bridge?
    Eu uso o modem como roteador e o WRT54G como roteador também.
    Flws!

  16. #15
    hardMOB Staff - Moderação Avatar de ThunderBolt
    Autor do tópico
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    11!
    Registro
    Oct 1999
    Mensagens
    17.710
    Verdinhas
    1095

    Citação Citando Morppheu Ver mensagem
    Ô Thunder, pra que botar o modem ADSL dele pra Bridge?
    Eu uso o modem como roteador e o WRT54G como roteador também.
    Flws!
    Porque o modem ADSL dele tem problemas com torrent (trava), coisa que o WRT54G com a DD-WRT não tem.
    E ter dois roteadores em uma rede domestica é completamente desnecessário e só traz atrazos de entrega de pacotes (pois o pacote entra no buffer do roteador, ao contrário da bridge, onde ele é transmitido direto) e dificuldades de gerenciamento (vc tem que fazer 2 redirecionamentos de portas, UPnP corre o risco de não funcionar, alem de outras coisas). O Ideal é vc ter apenas um dispositivo roteando a sua rede, seja ele o modem ADSL ou o roteador wireless.

    []'s
    Última edição por ThunderBolt : 07-01-2008 às 14:19

  17. #16
    Membro
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Feb 2003
    Mensagens
    3.509
    Verdinhas
    78

    Fiz o "overclock" do TX Power para 98, o sinal melhorou bastante

    Valeu!

    []s

  18. #17
    hardMOB Staff - Moderação Avatar de ThunderBolt
    Autor do tópico
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    11!
    Registro
    Oct 1999
    Mensagens
    17.710
    Verdinhas
    1095

    Citação Citando Pharao Ver mensagem
    Fiz o "overclock" do TX Power para 98, o sinal melhorou bastante

    Valeu!

    []s
    Melhora bem mesmo
    Segundo a Broadcom, o chip é homologado para trabalhar até com 100mW de potência emitida, sob boas condições de refrigeração. Como o WRT54G é bem ventilado, eu resolvi colocar os 98mW e nunca tive problemas
    []'s

  19. #18
    Membro Avatar de AgileR
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Dono da Hardmob
    Registro
    Apr 2002
    Mensagens
    4.408
    Verdinhas
    416

    Citação Citando ThunderBolt Ver mensagem
    Melhora bem mesmo
    Segundo a Broadcom, o chip é homologado para trabalhar até com 100mW de potência emitida, sob boas condições de refrigeração. Como o WRT54G é bem ventilado, eu resolvi colocar os 98mW e nunca tive problemas
    []'s
    O memso vale para o whr-g125?

  20. #19
    hardMOB Staff - Moderação Avatar de ThunderBolt
    Autor do tópico
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    11!
    Registro
    Oct 1999
    Mensagens
    17.710
    Verdinhas
    1095

    Citação Citando AgileR Ver mensagem
    O memso vale para o whr-g125?
    O WHR-G125 tem uma ventilação pior que a do WRT54G. Eu já li gente dizendo que tentou colocar 98mW e teve problemas de perdas de pacotes. Eu usei o meu a 98mW por 2 semanas e não tive problemas.
    Fato é que o seu router não vai queimar se vc colocar os 98mW nele. Faça o teste e monitore a qualidade da conexão. Se ela não piorar, pode manter os 98mW tranquilamente.

    Ah, ontem eu testei a V24 RC6.2 no meu WHR-G125 e ela está perfeita. A quantidade de memória livre aumentou muito em relação as outras versões da V24, graças aos novos drivers wireless que o BrainSlayer usou nessa versão.
    []'s
    Última edição por ThunderBolt : 09-01-2008 às 9:45

  21. #20
    Membro
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Sep 2002
    Mensagens
    630
    Verdinhas
    34

    Citação Citando ThunderBolt Ver mensagem
    O WHR-G125 tem uma ventilação pior que a do WRT54G. Eu já li gente dizendo que tentou colocar 98mW e teve problemas de perdas de pacotes. Eu usei o meu a 98mW por 2 semanas e não tive problemas.
    Fato é que o seu router não vai queimar se vc colocar os 98mW nele. Faça o teste e monitore a qualidade da conexão. Se ela não piorar, pode manter os 98mW tranquilamente.

    Ah, ontem eu testei a V24 RC6.2 no meu WHG-G125 e ela está perfeita. A quantidade de memória livre aumentou muito em relação as outras versões da V24, graças aos novos drivers wireless que o BrainSlayer usou nessa versão.
    []'s
    Você poderia me dizer o link para a versão específica do G125 ?

    A proposito, o QoS está funcionando bem nessa versão ?

  22. #21
    hardMOB Staff - Moderação Avatar de ThunderBolt
    Autor do tópico
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    11!
    Registro
    Oct 1999
    Mensagens
    17.710
    Verdinhas
    1095

    Citação Citando LeoKesler Ver mensagem
    Você poderia me dizer o link para a versão específica do G125 ?

    A proposito, o QoS está funcionando bem nessa versão ?
    O diretório com todas as versões é esse AQUI

    Não existe mais versão específica para o G125 (e os demais aparelhos com o Chipset BROADCOM 5354). Com os novos drivers usados pelo Brain Slayer, todos os chips são suportados pela mesma firmware. Apenas alguns chips bem antigos (4279) é que não são suportados por esses novos drivers e precisam de firmware específica agora.

    Ah, a que eu usei foi a v24_std_generic_nokaid.bin

    Eu não uso QoS por isso eu não testei ele.
    Mas ja adianto que QoS nunca foi o forte da DD-WRT. Testa ele ae e reporta pra gente
    []'s
    Última edição por ThunderBolt : 09-01-2008 às 9:46

  23. #22
    Membro
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Sep 2002
    Mensagens
    630
    Verdinhas
    34

    Citação Citando ThunderBolt Ver mensagem
    O diretório com todas as versões é esse AQUI

    Não existe mais versão específica para o G125 (e os demais aparelhos com o Chipset BROADCOM 5254). Com os novos drivers usados pelo Brain Slayer, todos os chips são suportados pela mesma firmware. Apenas alguns chips bem antigos (4279) é que não são suportados por esses novos drivers e precisam de firmware específica agora.
    Então porque ainda tem uma pasta específica para o Buffalo ?

    Ah, a que eu usei foi a v24_std_generic_nokaid.bin

    Eu não uso QoS por isso eu não testei ele.
    Mas ja adianto que QoS nunca foi o forte da DD-WRT. Testa ele ae e reporta pra gente
    []'s
    Eu ainda uso a RC-4, com o mesmo pacote nokaid que você. Depois eu faço o update, pois estou baixando alguns gigas de episodios em 720p. Sabe como é, esses episódios de 350mb ficam horríveis em monitores de 22".

    Sobre o QoS, apenas ontem é que eu descobrí como configura-lo corretamente para o uso de torrents e emule.

    Na tela QoS, em Sevices Priority, tem um listão de serviços. O problema é que nenhum deles serve para os torrents e emule atualmente, pois eles são criptografados.

    O problema é que o firmware tenta decifrar se o pacote de dados é de um torrent / emule para então aplicar a regra que você definiu (bulk, premium etc). Como está criptografado, ele não consegue decifrar o pacote e a regra do QoS não é aplicada, furando o QoS.

    Para resolver esse problema, basta selecionar o serviço Unknown (desconhecido) na lista de serviços e selecionar uma prioridade para ele. Assim, todo pacote que o roteador não conseguir identificar ( ou seja, que ele não encontrou um padrão compatível com a lista de serviços que você escolheu) ele cai nesse serviço Unknown.

    Para tráfego do torrent e emule, eu uso o Unknown com prioridade Bulk.

    Depois que eu fiz isso, a velocidade ficou muito mais estável. Posso baixar no máximo que não fica lento para navegar.

    Outra dica é selecionar o serviço DNS e colocar a prioridade Premium para ele. O serviço DNS é o responsável por converter um endereço do tipo www.google.com em seu respectivo endereço IP. Com o DNS em alta prioridade, as páginas ficam ligeiramente mais rápidas.

    Ainda para acelerar o acesso a páginas, selecione o serviço HTTP e coloque-o em Premium. Assim dará maior prioridade para o download de páginas.

  24. #23
    hardMOB Staff - Moderação Avatar de ThunderBolt
    Autor do tópico
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    11!
    Registro
    Oct 1999
    Mensagens
    17.710
    Verdinhas
    1095

    Citação Citando LeoKesler Ver mensagem
    Então porque ainda tem uma pasta específica para o Buffalo ?
    Justamente para o pessoal não ficar perguntando "cade a versão específica para o buffalo?" , mas parece que não adiantou: O forum deles ficou cheio de gente perguntando

    Citação Citando LeoKesler Ver mensagem
    Eu ainda uso a RC-4, com o mesmo pacote nokaid que você. Depois eu faço o update, pois estou baixando alguns gigas de episodios em 720p. Sabe como é, esses episódios de 350mb ficam horríveis em monitores de 22".

    Sobre o QoS, apenas ontem é que eu descobrí como configura-lo corretamente para o uso de torrents e emule.

    Na tela QoS, em Sevices Priority, tem um listão de serviços. O problema é que nenhum deles serve para os torrents e emule atualmente, pois eles são criptografados.

    O problema é que o firmware tenta decifrar se o pacote de dados é de um torrent / emule para então aplicar a regra que você definiu (bulk, premium etc). Como está criptografado, ele não consegue decifrar o pacote e a regra do QoS não é aplicada, furando o QoS.

    Para resolver esse problema, basta selecionar o serviço Unknown (desconhecido) na lista de serviços e selecionar uma prioridade para ele. Assim, todo pacote que o roteador não conseguir identificar ( ou seja, que ele não encontrou um padrão compatível com a lista de serviços que você escolheu) ele cai nesse serviço Unknown.

    Para tráfego do torrent e emule, eu uso o Unknown com prioridade Bulk.

    Depois que eu fiz isso, a velocidade ficou muito mais estável. Posso baixar no máximo que não fica lento para navegar.

    Outra dica é selecionar o serviço DNS e colocar a prioridade Premium para ele. O serviço DNS é o responsável por converter um endereço do tipo www.google.com em seu respectivo endereço IP. Com o DNS em alta prioridade, as páginas ficam ligeiramente mais rápidas.

    Ainda para acelerar o acesso a páginas, selecione o serviço HTTP e coloque-o em Premium. Assim dará maior prioridade para o download de páginas.
    Muito bom o seu post! Fica ae a dica para quem é heavy-downloader.
    Se vc me permitir, eu vou pegar as informações dele e colocar lá nas funcionalidades da DD-WRT, pode ser?
    []'s

  25. #24
    Membro
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Sep 2002
    Mensagens
    630
    Verdinhas
    34

    Citação Citando ThunderBolt Ver mensagem
    J
    Muito bom o seu post! Fica ae a dica para quem é heavy-downloader.
    Se vc me permitir, eu vou pegar as informações dele e colocar lá nas funcionalidades da DD-WRT, pode ser?
    []'s
    Fique a vontade.

  26. #25
    Membro Avatar de -=§Snake§=-
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Nov 2000
    Mensagens
    600
    Verdinhas
    0

    Meu deus me ajuda aqui.Tenho um 54g v6 e atualizei pro v24 rc 6 ( eu usava o 23 sp2 e tava travando direto) dae agora ele fica sem navegacao, so funciona o torrent meia boca e navega na hardmob, o resto naum abre nenhuma pagina. Porra qq pode ser? ja desabilitei firewall ja tentei por forwanding e nada por favor ajuda!!!!

+ Responder Tópico Ir para o Fórum
Página 1 de 253 1 2 3 11 51 101 ... Última

Assuntos do tópico

Compartilhar

Permissões