+ Responder Tópico
Página 2 de 3 Primeira 1 2 3 Última
  1. #26
    Membro Avatar de RedSh@rk
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Apr 2003
    Mensagens
    2.757
    Verdinhas
    47

    Ae...


    Never Winters??? se for montar uma "mesa" online eu to dentro... basta passar os dados.. heheh...

    FALOWS E ALOHA!!

  2. # Publicidade
    Publicidade

  3. #27
    Membro
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Jan 2001
    Mensagens
    241
    Verdinhas
    0

    opa, olha mais um se agregando ae

    pega meu icq ali em cima

    tipo, mais uma ou duas pessoas dá pra fazer uma brincadeira já...

    da pra jogar o jogo normalmente ou até rolar um DM pra dar uma graça.... ehehhh

    to quase criando um topico pro NwN....

  4. #28
    Membro Avatar de Baskiat
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Membro duro
    Registro
    Nov 1999
    Mensagens
    52.960
    Verdinhas
    58250

    Originalmente enviada por .Locki.
    opa, olha mais um se agregando ae

    pega meu icq ali em cima

    tipo, mais uma ou duas pessoas dá pra fazer uma brincadeira já...

    da pra jogar o jogo normalmente ou até rolar um DM pra dar uma graça.... ehehhh

    to quase criando um topico pro NwN....
    Opa, demoro. Hehehe, entra aqui:

    http://forum.hardmob.uol.com.br/show...hreadid=325974

    Vamos combinar.

  5. #29
    Membro Avatar de Clay Marzo
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Jan 2002
    Mensagens
    4.090
    Verdinhas
    302

    tenoh jogado Lobisomen ultimamente, mas ja joguei tambem Vmapiro e GURPS.

    gosto bastante de GURPS, da pra fazer umas campanhas atuais/futuristas iradas.

  6. #30
    Membro Avatar de Baskiat
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Membro duro
    Registro
    Nov 1999
    Mensagens
    52.960
    Verdinhas
    58250

    Originalmente enviada por System
    tenoh jogado Lobisomen ultimamente, mas ja joguei tambem Vmapiro e GURPS.

    gosto bastante de GURPS, da pra fazer umas campanhas atuais/futuristas iradas.
    Pow se da. Eu lembro duma aventura cyberpunk que eu mestrei, foi bem bacana.

  7. #31
    Membro
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Jan 2001
    Mensagens
    241
    Verdinhas
    0

    com certeza, Gurps é um dos sistemas com mais possibilidades, salvo engano é o sistema mais diversificado. Tem quase tudo que você possa imaginar. Vinculado à epocas, tecnologia, marcos historicos, criaturas, e por ai vai. Mesmo porque esse é o propósito do sistema. (GURPS = Generic Universal Role Playing System).

    Já nao é o caso do d&d, por exemplo. A proposta do d&d, como o proprio nome ("dungeons and dragons") ja sugere, é ambiente de fantasia. O sistema só explora esse ambiente, e naturalmente deixa o Gurps no chinelo em termos de material e tal.

    Por isso nao é raro vermos pessoal que se amarra em fantasia / medieval jogando D&D, e tambem jogando GURPS, mas quando é relacionado a tecnologia / futuro (cyberpunk, high tech, ultra tech, etc)

    Ja essa outra linha de RPGs, Vampiro, Lobisomem, Call of Cthulu, acaba seguindo uma trilha mais parecida, moderna/contemporânea, em outro tipo de ambiente. (eu nao curto muito nao...)

  8. #32
    Membro Avatar de Baskiat
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Membro duro
    Registro
    Nov 1999
    Mensagens
    52.960
    Verdinhas
    58250

    Se bem que eu sempre gostei do gurps por isso, nada impede por exemplo, jogar com o sistema do gurps mas na ambientação do d&d. Até porque o mundo do gurps é um lixo, odiei Fantasy.

  9. #33
    Membro
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Jan 2001
    Mensagens
    241
    Verdinhas
    0

    com certeza, pessoal que jogava conosco já tentou isso uma vez

    o Ad&d (2a edição) tinha algumas regras com quais nao concordavamos, entao tentamos usar o sistema do Gurps. Mas acabamos preferindo alterar por nossa conta as regras que achavamos ruins, ai deu uma melhorada.

    Algumas das mudancas mais interessantes da 3a edicao do d&d, na minha opiniao, foram a do sistema de XP (CRs, grupos de inimigos), a dos ataques de oportunidade, alem dos feats, prestige classes, mudança no sistema de "to hit" e armor class, putz, sao muitas hehe

  10. #34
    Membro Avatar de Baskiat
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Membro duro
    Registro
    Nov 1999
    Mensagens
    52.960
    Verdinhas
    58250

    Eu nao li ainda d&d 3ed, sei por cima as regras e tal, mas uma coisa que nao engulo é essa história de ter um limite em usar a magia. Tipo, primeiro nivel usar magia 1 vez por dia apenas. Cara, muito sem noção.

    Acho muito melhor o sistema do gurps, de uso de energia. Vc pode usar quantas vezes quiser, mas a energia vai diminuindo. Bem mais real.

    Eu curto sistemas mais heróicos e menos realistas, tipo d&d, mas nessa parte de magia ja acho MTO irreal. Apelacao.

  11. #35
    Membro Avatar de Clay Marzo
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Jan 2002
    Mensagens
    4.090
    Verdinhas
    302

    eu nunca curti mt historias ambientadas em fantasy, e epocas passadas. acho que é por isso que curto os rpg da Storyteller e td quanto é coisa do Gurps ambientado na atualidade/futuro.

    Meu sonho é JOGAR uma aventura com base no GURPS Spec Ops (suplmento gringo). foda eh que eh mt raro achar pessoal pra jogar gurps aqui em floripa

  12. #36
    Membro
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Dec 1999
    Mensagens
    1.873
    Verdinhas
    1

    galera.. joguei muito tempo RPG e storytellers, mas nada de compara a um live action.. é muito legal jogar live, ainda mais se os organizadores forem bons..

    qndo eu joguei carmem (tinha um grupo que eu fazia parte), as historias eram imendadas.. era muito legal, jogavamos de mes em mes..

    alugavamos um salao, e jogavamos em mais de 50 pessoas..

    era demais.. se alguem souber algum grupo de live action maneiro, por favor, me avisem.. algum dia eu queria participar denovo, nem que seja uma vez só..

  13. #37
    Membro Avatar de Baskiat
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Membro duro
    Registro
    Nov 1999
    Mensagens
    52.960
    Verdinhas
    58250

    Originalmente enviada por Looser
    galera.. joguei muito tempo RPG e storytellers, mas nada de compara a um live action.. é muito legal jogar live, ainda mais se os organizadores forem bons..

    qndo eu joguei carmem (tinha um grupo que eu fazia parte), as historias eram imendadas.. era muito legal, jogavamos de mes em mes..

    alugavamos um salao, e jogavamos em mais de 50 pessoas..

    era demais.. se alguem souber algum grupo de live action maneiro, por favor, me avisem.. algum dia eu queria participar denovo, nem que seja uma vez só..
    Tem o grupo aki de campinas, que joga o Campinas by Night, de vampire. Mas tao parados.
    O narrador eh meu amigo, ele que organiza tudo e tal, falou que iria ter outro live, mas ate agora nada. Posso conversar com ele.

    Os lives sao bem bacanas, ou em boates dark, casarões alugados de época.

    Eu curto live tb, mas acho que prefiro mesa.

  14. #38
    Membro Avatar de Coragem
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Oct 2001
    Mensagens
    1.107
    Verdinhas
    0

    Faz uns 15 anos que jogo RPG de mesa. Nesse tempo, já joguei uma penca de coisas:

    -D&D
    -AD&D 2a Edição (Forgotten Realms, Dark Sun, Ravenloft, Planescape e um pouco de Al-Qadin, Dragonlance e Spelljammer... acho que de D&D só não joguei Greyhawk e Birthright )
    -Marvel Super Heroes Role Playing Game (o antigo; a gente jogava com os X-Men)
    -Star Wars (o antigo, da West End)
    -MERPS (antigo RPG da Terra Média)
    -Macross e Battletech
    -Vampire (incluindo um BH by Night que um amigo mestrou)
    -Werewolf (não curti, fiquei mais com o Vampire mesmo)
    -Uma campanha de Star Trek usando GURPS
    -In Nomine (RPG de anjos e demônios da Steve Jackson)
    -Deadlands (mais fácil descrever o mundo como As Loucas Aventuras de James West misturado com mortos vivos mas muito legal)
    -Marvel Super Heroes Adventure Game (jogamos pouco, a gente não curtiu o uso de cartas pra substituir os dados, muito simplista o sistema)
    -Uma campanha baseada no mundo do Fallout, usando regras próprias
    -D&D 3a edição
    -Alguns outros que eu devo ter esquecido

    Putz é muita coisa... Nesses anos todos eu acumulei uma biblioteca de livros, suplementos e boxed sets que literalmente abarrotam uma estante minha; cerca de metade eu nunca usei e deve ter algumas milhares de páginas que eu sequer li. Ah, os bons tempos que o Real valia mais que o Dólar...

    Nunca joguei live action, não me interessei.

    Atualmente, estamos jogando só uma campanha minha de Vampire e uma de In Nomine de um primo meu. A eterna campanha de Forgotten Realms a gente acabou engavetando uns dois anos atrás depois de mais de dez anos, com personagens aposentando por volta do nível 20 Os PCs ficaram tão poderosos que perdeu a graça.

    Infelizmente, a galera já há muito não é adolescente e a gente não está tendo tempo pra jogar... a última sessão aconteceu cerca de três meses atrás, e o grupo consiste agora de eu e mais três. No auge, chegava a dez pessoas numa sessão - total loucura! - jogando todo final de semana, muitas vezes com sessões que começavam de tarde e só terminavam na manhã do dia seguinte - as infames sessões zumbis, terror das namoradas, noivas e esposas

    Putz que nostalgia. Vontade de cancelar a viagem e marcar um jogo pro feriado...

  15. #39
    Membro Avatar de Baskiat
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Membro duro
    Registro
    Nov 1999
    Mensagens
    52.960
    Verdinhas
    58250

    Originalmente enviada por Coragem
    Infelizmente, a galera já há muito não é adolescente e a gente não está tendo tempo pra jogar... a última sessão aconteceu cerca de três meses atrás, e o grupo consiste agora de eu e mais três. No auge, chegava a dez pessoas numa sessão - total loucura! - jogando todo final de semana, muitas vezes com sessões que começavam de tarde e só terminavam na manhã do dia seguinte - as infames sessões zumbis, terror das namoradas, noivas e esposas

    Putz que nostalgia. Vontade de cancelar a viagem e marcar um jogo pro feriado...
    Era um grupo desses que eu queria.

    To pensando em formar um pra jogar Call of Cuthulhu. Galera mais velha e tal, sabe como eh...

  16. #40
    Membro
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Jan 2001
    Mensagens
    241
    Verdinhas
    0

    teve 1 epoca do d&d em que eu mestrava duas campanhas, com 2 grupos de jogadores diferentes (pessoal do colegio e pessoal da rua)

    até que fui fazendo as historias coincidirem e num belo dia juntei os 2 grupos. Primeiro eles cairam na porrada entre si, depois segui com os 2 na mesma campanha, mas cada grupo com seu proposito. Eram 9 caras ao todo.

    foi bem bacana, pareciam 2 grupos rivais mesmo, muito engracado. No dia da porrada entre eles entao, nem se fala. Ninguem sabia quem era quem, quem atacar, quais habilidades/itens/taticas, etc. E ninguem dos 2 grupos se conhecia na vida real (soh eu, obviamente, que conhecia todos eheh), entao foi mais legal ainda.

    fiz uma ou duas batalhas de exercito, imaginem a farofa hehehehe.

    pessoal chegou a niveis bem altos, mas nao tem essa de personagem muito poderoso perder a graca nao ehehehehe. Sempre da pra dar um jeito de criar desafios. Tanto em charadas e tramas quanto em lutas. Com magos e psionicos nao ha muito limite..

  17. #41
    Membro Avatar de Baskiat
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Membro duro
    Registro
    Nov 1999
    Mensagens
    52.960
    Verdinhas
    58250

    Originalmente enviada por .Locki.
    teve 1 epoca do d&d em que eu mestrava duas campanhas, com 2 grupos de jogadores diferentes (pessoal do colegio e pessoal da rua)

    até que fui fazendo as historias coincidirem e num belo dia juntei os 2 grupos. Primeiro eles cairam na porrada entre si, depois segui com os 2 na mesma campanha, mas cada grupo com seu proposito. Eram 9 caras ao todo.

    foi bem bacana, pareciam 2 grupos rivais mesmo, muito engracado. No dia da porrada entre eles entao, nem se fala. Ninguem sabia quem era quem, quem atacar, quais habilidades/itens/taticas, etc. E ninguem dos 2 grupos se conhecia na vida real (soh eu, obviamente, que conhecia todos eheh), entao foi mais legal ainda.

    fiz uma ou duas batalhas de exercito, imaginem a farofa hehehehe.

    pessoal chegou a niveis bem altos, mas nao tem essa de personagem muito poderoso perder a graca nao ehehehehe. Sempre da pra dar um jeito de criar desafios. Tanto em charadas e tramas quanto em lutas. Com magos e psionicos nao ha muito limite..
    Hehehehe. Manero.

    Verdade, chegou no 20 nivel, da pra fazer coisas bem legais. Sem falar nos suplementos para personagens high level.
    Mas nada que a boa e velha imaginação e suor não resolvam. Sempre fui meio contra essa dependência de suplementos ou regras.

  18. #42
    Membro Avatar de Coragem
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Oct 2001
    Mensagens
    1.107
    Verdinhas
    0

    Putz! Esqueci do Cthulhu!

    Mas voltando aos PCs high level: chegou um ponto que era absurdo. Olha só o que já estava rolando:

    - O mago do grupo já estava sendo venerado por muitos em Faerum como o deus do fogo (o engraçado é que ele próprio acreditava nisso, era insano o cara ).

    - O meu psionicista era simplesmente invencível... em combate ele era débil, mas seus poderes tornavam ele invulnerável a praticamente todo ataque físico ou mágico (espadadas, meteoros, lightning bolts, fireballs, magic missiles e o escambal). Magias mentais tinham muita pouca chance de funcionar nele, ele podia fritar a mente de qualquer coisa que tivesse cérebro. Se não tivesse, ele simplesmente a desintegrava.

    Claro que sempre existe algum lorde do Abismo ou divindade que podia causar problemas pro grupo, mas a questão não é essa. Veja bem: os personagens eram riquíssimos, e até já tinha gente - como o mago do exemplo - que possuia REINOS.

    Imagine só: quando chega o ponto que seu personagem já tem tudo ou quase tudo o que ele quer, então pra que ficar arriscando a vida em mais uma aventura? Chegou a um ponto que meus PCs encheram o saco de salvar Toril da destruição certa, seja pelos magos de Thay, seja pelos Zhentarin, pelo Culto do Dragão e até mesmo dos próprios deuses, como ocorreu com a Trindade (Bane, Bhaal e Myrcul) no Tempo das Perturbações, e bem mais tarde com o próprio Cyric. Conflitos menores não eram dignos da atenção do grupo, e não era todo dia que uma horda de dragões ou o que fosse aparecia para ameaçar a segurança do planeta.

    E meus PCs que sobreviviam até esse ponto - que varia, de acordo com as ambições de cada um - quase sempre se aposentavam: iam cuidar da vida, casar, comandar seus domínios, etc. Só sobrou mesmo o psionicista, e mesmo assim porque ele era muito ambicioso.

    Pra mim o mais divertido é jogar com personagens de baixo a médio nível (até 7o nível no AD&D). Esses PCs correm risco de vida constantemente, mas lutam por seus ideais. Agora, quando você só precisa pensar pra aniquilar uma horda de inimigos, fica chato. Pra falar a verdade, essa questão de nível é o que fode o D&D. Mas isso é papo pra ouuuuuuuutro tópico

  19. #43
    Banido
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Dec 2001
    Mensagens
    15.625
    Verdinhas
    2

    Originalmente enviada por Coragem
    Putz! Esqueci do Cthulhu!

    Mas voltando aos PCs high level: chegou um ponto que era absurdo. Olha só o que já estava rolando:

    - O mago do grupo já estava sendo venerado por muitos em Faerum como o deus do fogo (o engraçado é que ele próprio acreditava nisso, era insano o cara ).

    - O meu psionicista era simplesmente invencível... em combate ele era débil, mas seus poderes tornavam ele invulnerável a praticamente todo ataque físico ou mágico (espadadas, meteoros, lightning bolts, fireballs, magic missiles e o escambal). Magias mentais tinham muita pouca chance de funcionar nele, ele podia fritar a mente de qualquer coisa que tivesse cérebro. Se não tivesse, ele simplesmente a desintegrava.

    Claro que sempre existe algum lorde do Abismo ou divindade que podia causar problemas pro grupo, mas a questão não é essa. Veja bem: os personagens eram riquíssimos, e até já tinha gente - como o mago do exemplo - que possuia REINOS.

    Imagine só: quando chega o ponto que seu personagem já tem tudo ou quase tudo o que ele quer, então pra que ficar arriscando a vida em mais uma aventura? Chegou a um ponto que meus PCs encheram o saco de salvar Toril da destruição certa, seja pelos magos de Thay, seja pelos Zhentarin, pelo Culto do Dragão e até mesmo dos próprios deuses, como ocorreu com a Trindade (Bane, Bhaal e Myrcul) no Tempo das Perturbações, e bem mais tarde com o próprio Cyric. Conflitos menores não eram dignos da atenção do grupo, e não era todo dia que uma horda de dragões ou o que fosse aparecia para ameaçar a segurança do planeta.

    E meus PCs que sobreviviam até esse ponto - que varia, de acordo com as ambições de cada um - quase sempre se aposentavam: iam cuidar da vida, casar, comandar seus domínios, etc. Só sobrou mesmo o psionicista, e mesmo assim porque ele era muito ambicioso.

    Pra mim o mais divertido é jogar com personagens de baixo a médio nível (até 7o nível no AD&D). Esses PCs correm risco de vida constantemente, mas lutam por seus ideais. Agora, quando você só precisa pensar pra aniquilar uma horda de inimigos, fica chato. Pra falar a verdade, essa questão de nível é o que fode o D&D. Mas isso é papo pra ouuuuuuuutro tópico
    O que eu gosto da 3,0 e agora da 3,5 que acabou com a imortalidade/combos da galera. Não importa se vc eh o Elmister. Tem como matar e não pode existir personagens que não obedecem as regras do jogo. Agora TODOS os NPCs e PCs são obrigados a respeitar e nada de poderes do além.
    E tem ate livro dos monstro 3. Vai por mim, a não ser que vc é nivel 40, tem todo tipo de bicho para vc matar no livro 2 e 3 dos monstros. Mas mesmo assim ainda matamos muitos bichos do livros básicos com algumas melhoras, como parece que todos orcs que encontramos, são barbaros 15 ou shamans ou far see (existe mesmo para d&d 3 edição! e solta chain lighting!) ou etc .

  20. #44
    Membro Avatar de Coragem
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Oct 2001
    Mensagens
    1.107
    Verdinhas
    0

    Originalmente enviada por Falcon_br
    O que eu gosto da 3,0 e agora da 3,5 que acabou com a imortalidade/combos da galera. Não importa se vc eh o Elmister. Tem como matar e não pode existir personagens que não obedecem as regras do jogo. Agora TODOS os NPCs e PCs são obrigados a respeitar e nada de poderes do além.
    E tem ate livro dos monstro 3. Vai por mim, a não ser que vc é nivel 40, tem todo tipo de bicho para vc matar no livro 2 e 3 dos monstros. Mas mesmo assim ainda matamos muitos bichos do livros básicos com algumas melhoras, como parece que todos orcs que encontramos, são barbaros 15 ou shamans ou far see (existe mesmo para d&d 3 edição! e solta chain lighting!) ou etc .
    Como eu tentei ilustrar no último post, o maior problema de personagens de alto nível não é que eles são invencíveis: a questão é simplesmente que eles já não têm mais motivos para se arriscar. Quando se chega ao nível 20 não há riqueza que você não tenha conseguido, inimigo do qual tenha se vingado ou coisa do tipo.

    Claro, o personagem pode ainda querer se vingar de todos os deuses, querer colecionar toda relíquia e artefato existente, ser dono do mundo e ter duas dúzias de pit fiends como bicho de estimação. Mas quando chega a essa altura eu acho ridículo interpretar esse tipo de personagem. Ele já deixou de ser humano - ou elfo ou o que for.

    Exemplo: meu primeiro PC dessa campanha (e primeiro personagem de RPG!!!) foi um ranger humano, Chaotic Good. Natural de Daggerdale e de origem humilde, teve sua infância destruída quando seus pais foram assassinados de maneira covarde e por motivo fútil por guardas de uma caravana Zhentarin. Ele e sua irmã mais velha acabaram sendo criados por um druida que habitava a floresta de Cormanthor. Sua irmã desapareceu certo dia sem deixar qualquer aviso. Foi aí que ele deixou seu lar na floresta e começou suas aventuras.

    Ao longo da campanha, ele reencontrou sua irmã - a qual se juntou ao grupo - e desbaratou diversas operações dos Zhentarin, do Lago da Lua até a Costa das Espadas, culminando com sua participação na destruição de Zhentil Keep. Ele também saciou sua sede de vingança no sangue de dezenas e dezenas de agentes da Rede Negra.

    Ele participou de missões que salvaram Toril de total aniquilação, teve seu nome escrito em poemas e canções e acumulou grandes quantidades de ouro e espadas mágicas e outros badulaques encantados. Mas isso para ele não tinha muito valor, não era o que ele queria da vida.

    Veja bem: ele era uma pessoa de vida simples, que não valorizava bens materiais, gostava do sossego da floresta e da companhia dos animais. O que ele mais queria era reencontrar sua irmã desaparecida e saciar seu profundo e contido desejo de vingança contra os Zhentarin. Isso ele já tinha conseguido.

    Ah, já ia me esquecendo. Deve ser mencionado também que ele foi mutilado e ferido inúmeras vezes e que duas vezes precisou de intervenção divina para voltar do mundo dos mortos. Ele assistiu em horror enquanto sua irmã foi morta por um anão guerreiro que pertencia ao grupo por causa de uma discussão estúpida. Além dela, outros amigos e companheiros tiveram mortes horríveis. Imaginem o impacto da dor causada por todas essas tragédias, o sofrimento físico e emocional, o desgaste pelo qual passou essa pessoa. Pra que seguir em frente com essa vida então, marchando o dia inteiro, comendo comida velha e fria e se esgueirando dentro de um buraco mal cheiroso no fundo de uma montanha?

  21. #45
    Membro
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Nov 2002
    Mensagens
    224
    Verdinhas
    0

    eu jah joguei 3D&T, GURPS, Vampiro e Lobisomem
    ultimamente to jogadno d&d 3e e mestrando Ação!!!(suplemento para d&d para epocas modernas)
    eu jogo rpg desde uns 10 anos (no começo "jogavamos" eu e meu primo, agente pegava ficha de Gurps do irmao dele e nós dois jogavamos e mestravamos ao msm tempo, msm sem saber das regras huAuhauhahau mt tosko)

  22. #46
    Banido
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Dec 2001
    Mensagens
    15.625
    Verdinhas
    2

    Motivação para personagens de 20 nivel não é o que tem faltado para nos.

    Não importa o tanto que vc fale que pit fiend é facil, bota mais alguns niveis de guerreiro nele que ainda penamos para matar, principalmente quando ele dar grapple em alguem e resolver teleportar com ele para longe.

    Titan tem challeng rating de 21, solaris de 22 e imagina os dois juntos... Isso que da em entrar de gaiato na guerra entre Celestia e a 4 camada do inferno. Estamos tentando descobrir quem esta com um artefato capaz de matar ferir e ate matar deuses. Ate agora so Cyric e outros deuses ruins morreram, não tenho nada contra isso, mas o mago do grupo fica falando de umas merdas yin yang que tem que manter o balanço da "força" ou algo assim.

    Legal que sem Cyric, metade dos clericos Zhentarins estão sem os poderes. O problema esta na outra metade que adora Bane! Esqueci o nome do FDP, mas ele é chosen of Bane e tem o poder de conjurar 10 Beholdes por dia, durando o dia todo. Todos nosssos encontros com ele fez agente correr. Isso pq o fdp tb nunca anda sozinho.

    Ja viu a quantidade de npc ruim e mega poderoso tem no Forggoten?

    Sou de arvores emaranhadas e passei do nivel 1 ao 9 no vale da adaga, meu melhor amigo, Terton, é do vale da adaga. Agora nos estamos tentando manter um forte ao sul de Damara, mas ainda perto de Hielogabalos. Fomos tão toscos na hora de pedir terras, que ganhamos um local tão bom que chegando lá so tinha uma guerra de Duegares contra Drow, olha que blz!

    Estamos atras das 2 espadas da familia do Ranger do grupo. Com certeza elas são armas épicas (ate +15 de bonus mágico, com limite de +10 para bonus de ataque/dano). Temos algumas armas com bonus magico de +10 (na verdade temos tres, mas so podemos usar uma), e essa vai ser a primeira epica que pegaremos, o unico problema que ela tem sido roubada de um dono atras de outro e ta dificil. Primeiro tavam com um pit fiend chamado Arritagua, dae os Anjos tomaram dele na porrada, dae fomos resolver com os anjos e outros demonios tomaram deles na porrada, dae estamos atras desses demonios e ta dificil.

    Uma coisa que ninguem me perguntou é como eu estou jogando GURPS quarta edição. So posso dizer que o sistema melhorou absurdo e agora eles deram prioridade ao balacenamento acima da realidade, mesmo assim esta longe de ser um sistema de fantasia.

  23. #47
    Membro
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Nov 2002
    Mensagens
    1.921
    Verdinhas
    2

    Vampire, Mage, Werewolf(bem pouco)e D&D

  24. #48
    Membro
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Sep 2003
    Mensagens
    1.629
    Verdinhas
    0

    Nossa RPG de mesa... era o evento... hehehe curto muito até hoje a seria D&D, e pra mim o 2.5 ta muito bom....
    ja joguei muito dos dois lados, player e GM, pra falar a verdade eu nao gostava muito de ser GM de grupos muito poderosos, era dificil achar saida para o enrriquecimento certo do grupo, e estes com grana começavam a montar os builds mais apelativos possivel, e se tornava mais dificil encontrar desafios. ae eu começava a ficar p da vida, tentando aumentar a dificuldade até que matava todos. hehee

    Mas nao sei por que o sistema que mais gosto até hoje é GURPS, nao sei explicar, mas mesmo a ambientação em um universo de fantasia em GRUPS, parece ser mais fidedigna... nao curto isso de levels, ganhar HP por que matou bixo... adodo o sisteminha de pontos do GURPS, magia pisionico, etc...

    fiquei empolgado agora com esse quarta edição, sera que alguem pode dar algumas informações sobre onde "comprou" os livros 4th edition e sobre as novidades?

    abracos

  25. #49
    Membro Avatar de Baskiat
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Membro duro
    Registro
    Nov 1999
    Mensagens
    52.960
    Verdinhas
    58250

    Originalmente enviada por Coragem
    Putz! Esqueci do Cthulhu!

    Mas voltando aos PCs high level: chegou um ponto que era absurdo. Olha só o que já estava rolando:

    - O mago do grupo já estava sendo venerado por muitos em Faerum como o deus do fogo (o engraçado é que ele próprio acreditava nisso, era insano o cara ).

    - O meu psionicista era simplesmente invencível... em combate ele era débil, mas seus poderes tornavam ele invulnerável a praticamente todo ataque físico ou mágico (espadadas, meteoros, lightning bolts, fireballs, magic missiles e o escambal). Magias mentais tinham muita pouca chance de funcionar nele, ele podia fritar a mente de qualquer coisa que tivesse cérebro. Se não tivesse, ele simplesmente a desintegrava.

    Claro que sempre existe algum lorde do Abismo ou divindade que podia causar problemas pro grupo, mas a questão não é essa. Veja bem: os personagens eram riquíssimos, e até já tinha gente - como o mago do exemplo - que possuia REINOS.

    Imagine só: quando chega o ponto que seu personagem já tem tudo ou quase tudo o que ele quer, então pra que ficar arriscando a vida em mais uma aventura? Chegou a um ponto que meus PCs encheram o saco de salvar Toril da destruição certa, seja pelos magos de Thay, seja pelos Zhentarin, pelo Culto do Dragão e até mesmo dos próprios deuses, como ocorreu com a Trindade (Bane, Bhaal e Myrcul) no Tempo das Perturbações, e bem mais tarde com o próprio Cyric. Conflitos menores não eram dignos da atenção do grupo, e não era todo dia que uma horda de dragões ou o que fosse aparecia para ameaçar a segurança do planeta.

    E meus PCs que sobreviviam até esse ponto - que varia, de acordo com as ambições de cada um - quase sempre se aposentavam: iam cuidar da vida, casar, comandar seus domínios, etc. Só sobrou mesmo o psionicista, e mesmo assim porque ele era muito ambicioso.

    Pra mim o mais divertido é jogar com personagens de baixo a médio nível (até 7o nível no AD&D). Esses PCs correm risco de vida constantemente, mas lutam por seus ideais. Agora, quando você só precisa pensar pra aniquilar uma horda de inimigos, fica chato. Pra falar a verdade, essa questão de nível é o que fode o D&D. Mas isso é papo pra ouuuuuuuutro tópico
    Manero.

    Mas eu penso assim, sendo RPG um jogo bem social, não adianta o mestre querer uma coisa que os jogadores não queiram.
    Ou seja, se eu tivesse mestrando uma campanha onde os personagens tivessem chegado a níveis absurdos, e todos concordassem, ou quisessesm mesmo continuar usando, não veria problema. Acho que o lançe não é apenas lutar e lutar, ou ter vontade de se aventurar.

    Oras, os PCs podem não ter motivação para sair e se aventurar, mas isso não quer dizer que os problemas não venham atras deles. E nao é questão de "aumentar o nivel do monstro", acho isso muito fraco. Da pra desenvolver muitas idéias maneiras, em planos mais poderosos, onde os PCs teriam uma dose de desafio. Ou mesmo algum ou alguma coisa tentando tomar o lugar deles, putz, da pra inventar muita coisa. Claro, tudo isso se o pessoal quisesse jogar e curtir interpretar esse tipo de papel. Mas o fato de chegarem num nivel alto nao justifica a perda de "aventuras".

  26. #50
    Membro Avatar de Baskiat
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Membro duro
    Registro
    Nov 1999
    Mensagens
    52.960
    Verdinhas
    58250

    Originalmente enviada por Falcon_br
    Uma coisa que ninguem me perguntou é como eu estou jogando GURPS quarta edição. So posso dizer que o sistema melhorou absurdo e agora eles deram prioridade ao balacenamento acima da realidade, mesmo assim esta longe de ser um sistema de fantasia.
    Apenas questão de adaptar o sistema pra ficar mais cinematográfico como eles mesmo dizem, ou fantasia, como outros gostam.

    Sempre joguei gurps de maneira mais fantasiosa (até de mais para satisfazer o gosto dos pcs) e mais real em aventuras cyber, etc.

+ Responder Tópico Ir para o Fórum
Página 2 de 3 Primeira 1 2 3 Última

Assuntos do tópico

Compartilhar

Permissões