+ Responder Tópico
Página 1 de 2 1 2 Última
  1. #1
    Suspenso
    Info
    Registro
    Feb 2004
    Mensagens
    1.131
    Verdinhas
    0

    Entenda a lógica dos preços dos jogos originais



    FAZENDO AS CONTAS
    ====================
    PARA ONDE VAI A GRANA QUE VOCÊ PAGA NOS GAMES? A EGM BRASIL RESPONDE
    ================================================== ====================
    Talvez você tenha se surpreendido com as três notas 10 que Resident Evil 4 recebeu dos nossos críticos da EGM Brasil. Mas é possível que isso não tenha sido nada perto da outra surpresa que você encontrou quando correu para comprar o game: o preço médio de um título recente para GameCube (e de outros lançamentos para XBox e PS2) é cerca de R$ 250 em lojas brasileiras, valor dificilmente compatível com o orçamento da maioria dos consumidores do país. Mas, afinal, quanto deveria custar um jogo de videogame?

    Nos Estados Unidos, Japão e vários países da Europa, lugares de economia estável e onde a indústria de games se estabeleceu firmemente, a resposta é praticamente a mesma há mais de 20 anos. Tomando os EUA como exemplo, o mercado determinou um preço típico de US$ 40 a 60 para a maioria dos jogos. Podiam custar mais em consoles como Super NES e Nintendo 64, quando chegavam a até US$ 80, mas com a entrada da Sony no mercado e a adoção do CD como mídia, o preço médio de um lançamento foi estabelecido em US$ 49,99.

    O que determina o preço de um jogo nas lojas brasileiras? No caso dos consoles, a resposta é simples. Como nenhuma plataforma é fabricada e vendida oficialmente no Brasil, todos os jogos chegam à maioria das lojas via importação normal. Ou seja, as lojas obtêm o produto pagando o preço do varejo norte-americano, US$ 49,99 (cerca de R$ 130), e sobre este valor ainda devem acrescentar os 60% de imposto de importação, os custos do transporte e a sua própria margem de lucro. A conta é simples o suficiente para supor que, a menos que o cálculo dos impostos de importação seja modificado, ou a menos que os consoles sejam lançados oficialmente por aqui, os preços finais ao consumidor não devem mudar tão cedo.

    NO PC É MAIS BARATO
    =====================
    Se a situação dos consoles permanece desconfortável, o mercado de jogos para PC oferece um panorama bem mais positivo - e revelador - ao consumidor. Jogos muito bem cotados como Half-Life 2, Prince of Persia: The Warrior Within e The Sims 2 vêm sendo lançados no Brasil oficialmente e com uma boa distribuição, e já é bastante comum que saiam na mesma data dos EUA e demais países. Mas os preços são o aspecto mais interessante: a maioria dos grandes lançamentos custa entre R$ 79 e R$ 99, muito mais condizente com a realidade do público do que os jogos de console.

    O motivo mais óbvio para esta diferença é a atuação direta das publishers. Como o PC é uma plataforma aberta, empresas como Vivendi, Eletronic Arts, Atari e outras podem atuar diretamente no Brasil, sem depender de licenças nem precisar pagar royalties para a proprietária da plataforma.

    "O que conseguimos no Brasil foi fazer uma localização dos produtos para cá, ou seja, fabricar mídia e manuais aqui", explica Milton Beck, diretor de negócios para jogos e entretenimento da Microsoft, uma das empresas mais tradicionais para jogos de PC no Brasil.

    "Nossos jogos têm padrão de cores, qualidade de papel e CD praticamente idênticos aos EUA. Alguns outros publishers optam por fazer diferentes tipos de localização, como manuais simplificados, para tentar baratear mais o custo", diz. Para Beck, essa política traz vantagens claras: "Trata-se de um esforço dos fabricantes. Fazendo o produto aqui, conseguimos baratear e fazer com que ele seja lançado quase que simultaneamente aos EUA".

    Mas se os custos de produção de um game são bancados nos EUA e no Japão, os jogos deveriam custar menos no Brasil, certo? Beck desmistifica a idéia: "Quando as empresas desenvolvem seus jogos e fazem distribuição mundial, levam em conta todos os países na sua receita, já que todos têm uma importância dentro do tamanho de seu mercado.

    Se o game não consegue vender um milhão de unidades, raramente ele cobrirá os gastos. Então, ele tem que vender uma certa quantidade, que virá tanto do mercado americano, quanto do europeu, asiático e da América Latina, cada um com sua relativa importância".

    Então, quais são os valores embutidos no preço final de um game? Quem explica é Plínio Figueiredo, diretor da publisher Moving Editora, parceira da Atari no Brasil: "Cerca de 45% do preço final é a soma de todos os impostos. 15% é gasto na fabricação da mídia e embalagem. Os royalties respondem por cerca de 15 a 20%, muito menos do que nos EUA. O restante vai para a cadeia produtiva, distribuição e varejo".

    Mesmo com essa matemática bem definida, as empresas ainda beneficiam os consumidores com outras opções. Alguns meses após o lançamento, é comum a maioria dos títulos ter seu preço reduzido, de modo que é possível encontrar grandes jogos nas lojas por menos de R$ 10.

    O EXEMPLO MEXICANO
    ====================
    O mercado de jogos de PC merece atenção por mostrar dificuldades que os consoles também devem encontrar quando forem lançados oficialmente por aqui. A opinião das pessoas entrevistadas pela reportagem da EGM Brasil é unânime: apenas a presença das publishers não basta para que o mercado de games no país se desenvolva satisfatoriamente.

    Uma política de taxação mais adequada e o combate ativo à pirataria também são ações necessárias. "Grande parte da pirataria é causada pela ganância do governo com as taxas. Muitas empresas continuam atuando aqui, porque acreditam que uma hora o governo vai criar juízo e parar de calcular os impostos como se o Brasil tivesse condições para fabricar tudo internamente", explica Plínio Figueiredo.

    Para Milton Beck, a idéia de que a pirataria existe porque os preços dos produtos legítimos são elevados não se justifica: "As pessoas costumam dizer que se um game custasse R$ 49 ao invés de R$ 99, não haveria pirataria... isso é uma lenda urbana. Uma caneta é barata, e também é pirateada, assim como isqueiros, pilhas, peças de carro... existe uma indústria de falsificação que prejudica toda a indústria legítima, os consumidores e o próprio governo".

    A boa notícia é que alguns países conseguiram superar os mesmos problemas que o Brasil enfrenta. Os resultados são inspiradores. O XBOX já foi lançado na Colômbia, enquanto as três principais plataformas estão presentes no México, país que apresentava índices de pirataria semelhantes aos daqui.

    "O mercado mexicano percebeu que era mais vantajoso corrigir seus problemas para que as empresas não fossem embora de novo e o país não regredisse ao estágio anterior", teoriza Milton Beck. "Acredito que quando conseguirmos montar o modelo certo no Brasil, será um caso de sucesso igual ou maior que o do México", diz.

    Que isso aconteça um dia.

    POR: Marcel R. Goto
    FONTE: EGM BRASIL Nº 38

    QUER PAGAR QUANTO?
    ======================
    Quanto você paga em um game no Brasil, e quanto ele custa no exterior *

    Apesar do poder aquisitivo do consumidor brasileiro ser muito inferior ao do japonês e do norte-americano, atualmente ele paga muito mais caro pelos jogos de consoles. Compare:

    GRAN TURISMO 4 (PLAYSTATION 2)
    Japão: 7140 ienes (R$ 177,63)
    EUA: US$ 49,99 (R$ 133)
    Brasil: R$ 239

    Com os jogos de PC, a situação se inverte: os brasileiros pagam preços menores do que aqueles praticados em outros países.

    HALF-LIFE 2 (PC)
    Japão: 6825 ienes (R$ 170,00)
    EUA: US$ 49,99 (R$ 133,00)
    Brasil: R$ 99,90

    * Valores médios de março de 2005.
    Cotação do dólar usada: R$ 2,70.

    EM NÚMEROS
    ==============
    Para onde vai o dinheiro que você paga em um game para PC de R$ 99 * no Brasil

    45 % - Impostos
    15 % - Mídia e embalagem
    15 a 20 % - Royalties (para o desenvolvedor e a publisher)
    20 a 25 % - Restante da cadeia produtiva (distribuição e varejo)

    * Fonte: Moving Editora

    DICA para jogos originais de PS2 / GC mais baratos que no mercado: http://www.ngmonline.com.br
    Última edição por Drácula de 1931 : 07-11-2006 às 16:05

  2. # Publicidade
    Publicidade

  3. #2
    Membro
    Info
    Registro
    Oct 2001
    Mensagens
    292
    Verdinhas
    0

    So digo uma coisa
    se a ms trazer os jogos por 99 ate 120 eu compro original..
    pelo menso os chavoes tipo gow e Halo3

  4. #3
    Membro Avatar de KaZu
    Info
    O senhor é meu pastor e nada me faltará!
    Registro
    Mar 2003
    Mensagens
    18.025
    Verdinhas
    2239

    Taí o motivo da pirataria. Quem vai pagar 250 reais em um jogo, que nem sempre é fácil de encontrar, quando um camelô na esquina vende por uns 20 reais?

  5. #4
    hardMOB Staff - Moderação Avatar de Spidey
    Info
    Registro
    Feb 2002
    Mensagens
    21.498
    Verdinhas
    1962

    o pior é ver a reportagem comparando preço em real com preço em real.

    PORRA, quem compra jogo em dolar não recebe 350 reais por mês de salário

    nos EUA, a mto tempo a trás, eu sabia q o salário minimo era de 800 dolares.
    50 dolares pra quem recebe 800 é pouco. 100 reais pra quem recebe 350 é ABSURDO.

  6. #5
    Membro
    Info
    Registro
    Oct 2005
    Mensagens
    1.216
    Verdinhas
    1

    Citação Citando Spidey-BR
    o pior é ver a reportagem comparando preço em real com preço em real.

    PORRA, quem compra jogo em dolar não recebe 350 reais por mês de salário

    nos EUA, a mto tempo a trás, eu sabia q o salário minimo era de 800 dolares.
    50 dolares pra quem recebe 800 é pouco. 100 reais pra quem recebe 350 é ABSURDO.
    Bem nessa..

  7. #6
    Suspenso
    Info
    Registro
    Jan 2004
    Mensagens
    15.185
    Verdinhas
    6

    Já li as duas primeiras páginas, ótima matéria, valeu por ter postado.

  8. #7
    MHz
    MHz está offline
    Membro
    Info
    Registro
    Nov 2001
    Mensagens
    2.859
    Verdinhas
    2

    muito boa apesar de eu já saber de quase tudo que está escrito. Mas o melhor ponto eh esse... comprar um game de 49 dólares com preço em real nao tem comparação. O salário minimo norte americano é de 6 dólares a horas em alguns estados. Ou seja, um garçom q trabalhe 6 horas por dia e folgue 1 dia por semana tira quase 864 dólares só de salario. Sem contar que ele ainda tem as gorjetas que no USA são padrão de 20% (mesmo noa sendo obrigatório o USA eh o pais da gorjeta) ou seja se esse garçom em 6 horas atende em média 6 mesas que a conta gire em torno de 30 dólares ele tira mais 864 dólares. Isso considerando que as contas são baixas na sua maioria das vezes. Olha soh, um garçom, que trabalha 6 horas por dia, tira 1728 dólares, ninguem ta diznedo que é trabalho facil mas compara... Uma amiga minha era garçonete num bar na frança, ela me disse q qnd tava afim mesmo de trabalhar ela tirava 400 euros ou mais por semana.

    Não tem como comparar...

    é foda, eu até desanimo cara... Enquanto aqui a gente fica dependendo dos piratas e hackkers quebrarem proteções, riparem séries de TV, riparem DVDs para a gente ter a chance de assistir no tempo com uma qualidade de imagem boa, isso baixando tudo da internet e ainda sendo taxadas de PIRATAS, HACKERS, BURLADORES DE DIREITOS AUTORAIS etc. Enquanto lá vc mete um TiVO box da vida, grava tudo pra ver depois em HDTV com som 5.1, compra os jogos originais, sem se preocupar, compra pc top, carro top em 36x com juros de 2% ao ano. sem contar q internet banda larga lá nem se compara com o que a gente tem aqui...

    Ainda querem saber pq aqui tem pirataria... é uma piada mesmo...

  9. #8
    Membro
    Info
    Registro
    Aug 2003
    Mensagens
    3.521
    Verdinhas
    151

    Mal nos livramos dos Fuscas, Brasílias e Uno's, quanto mais da pirataria... infelizmente nosso país é, sempre foi e será subdesenvolvido, video-game de primeira geração a preço de custo continuará sendo um sonho até começarem a fabricar as coisas aqui dentro, algo que acho muito difícil...

  10. #9
    Membro Avatar de drbohler
    Info
    Registro
    Oct 2003
    Mensagens
    1.578
    Verdinhas
    313

    Esse assunto é complicado mesmo. Eu era defensor ferrenho da pirataria, mas estou mudando de opinião. Agora quando posso eu compro os jogos originais para enaltecer o trabalho dos programadores. Nem que eu não compre no lançamento, geralmente espero ter alguma promoção maluca ou a queda dos preços que quase sempre acontecem um ano após o lançamento do título.

    Concordo com o pensamento de alguns acima. No Brasil ganha-se muito pouco e não podemos comparar com uma pessoa dos EUA, por exemplo. Lá quem quer trabalhar tira 400 doletas por semana!!! Isso eu ganho em 2 meses de estágio!!! Olha que eu nem pago conta e nada. O dinheiro que ganho no estágio sobra limpo para eu torrar, mas mesmo assim é foda ver 1/5 da bolsa ir num jogo...Imagina quem depende do dinheiro para pagar faculdade, etc. Com certeza não vai comprar jogo original, vai preferir o alternativo.

    Jogo de video game nem pensar, nunca comprei. Meu irmão comprou 3 esses dias, pq estava em promoção numa locadora que estava pra fechar. Em 3 jogos de Game Cube ele pagou R$ 150,00. Até se alguém é de Curitiba e quiser aproveitar, vai numa galeria ali na Praça Tiradentes, quase do lado da Catedral e procura por uma loja de games. Estão vendendo tudo barato mesmo...É jogo usado, mas os que meu irmão comprou estão em ótimo estado.

    Abraço

  11. #10
    hardMOB Staff - Moderação
    Info
    AEHOOO o/
    Registro
    Nov 2000
    Mensagens
    21.805
    Verdinhas
    2801

    Citação Citando lvisconti
    Mal nos livramos dos Fuscas, Brasílias e Uno's, quanto mais da pirataria... infelizmente nosso país é, sempre foi e será subdesenvolvido, video-game de primeira geração a preço de custo continuará sendo um sonho até começarem a fabricar as coisas aqui dentro, algo que acho muito difícil...
    acho q nao nus livramos nao, temos celta, fox e ka andando por ae.... Sem falar q o uno aind ata firme e forte...

  12. #11
    Suspenso
    Info
    Registro
    Jan 2004
    Mensagens
    15.185
    Verdinhas
    6

    Eu compro pirata, e compro original, no caso de PC eu compro original 95% das vezes, e de vez em quando pego um pirata; mas VG não tem como, especialmente PS2, pagar 240 paus num jogo novo é um estupro, só compro original quando é um jogo bom mas difícil e que eu talvez precise de usar o Action Replay pra trapacear (e isso é bem raro).

  13. #12
    Membro
    Info
    Registro
    Nov 2001
    Mensagens
    3.197
    Verdinhas
    110

    Unico jogo q comprei ate hoje original foi o war3 e a expançao por causa da key o resto nao compro de jeito nenhum .. posso baixar com 2h um jogo de 5gb aki no meu pc vou comprar para q? ja basta ah internet q eh um roubo

  14. #13
    Membro Avatar de IceTea Limão
    Info
    Registro
    Jun 2003
    Mensagens
    7.627
    Verdinhas
    27

    eu só compro jogo original se existir um multiplayer decente, com servers jogáveis, sem lag

    pagar R$99 p/ jogar um joguinho com um single player fraquinho não rola, os dois ultimos jogos originais que comprei foi o half life (o primeiro mesmo) a muitos anos atras e agora o pacote com o dod source +cs. Os dois valeram cada centavo gasto

  15. #14
    Membro Avatar de psycr0w
    Info
    Registro
    Jan 2003
    Mensagens
    9.642
    Verdinhas
    705

    eu comprei battlefield 2, city of heroes, semana q vem to comprando só o dod: source e vou comprar quake wars e o bf 2142 tb!

    até o preço de 99 reais nao está tão exorbitante para quem pagou sabe-se lá quanto em um pc que rode esses jogos decentemente. Mas o valor de 99 reais deve ser praticado apenas corriqueiramente, em jogos que perdurem muitos anos, como foi com BF2.

    Agora você acha que eu pagaria 99 dolares para jogar Manhunt? Nada contra o game, mas...vcs entenderam.
    Última edição por psycr0w : 08-11-2006 às 22:12

  16. #15
    Membro Avatar de TM99
    Info
    Registro
    Oct 1999
    Mensagens
    5.983
    Blogs
    1
    Verdinhas
    322

    100 reais eh aceitavel.

    jogo de console eh piada no brasil, nao existe esses preços.

    eu compro jogo de PC original, mas só os que eu jogo MESMO, jogos que duram dois dias, vc zera e deleta eu nao compro nem a pau.


    Eu tenho Aqui toda a Serie unreal original (desde o Unreal ateh o UT2004)
    Warcraft3 e FrozenTrhone
    Morrowind
    StarCraft
    Half-Life

    e alguns outros........

    A verdade eh que eu devo ter uns 15-20 jogos originais, mas mesmo assim eu praticamente só jogo UT99 e Starcraft, então pc nem eh coisa procupante, agora no xbox e no xbox360 eu nao tenho NENHUM original.

    Eu to bateno o olho no ML e vendo uns jogos usados por 80, nesse preço compensa se vier as parafernalhas (caixinha e tal)

    E eu tambem to mto loco pra ganhar o capacete da Mjolnir Mark VI com o Halo 3 e eh provavel que eu compre a versão de colecionador =D

    mah sei la, Vamo ve oque a M$ vai fazer, se ela lançar o 360 aqui MESMO e conseguir impostos menores a coisa pode ficar interessante para eu passar a comprar jogos originais.

  17. #16
    Membro Avatar de IceMan
    Info
    Ora pois
    Registro
    Jun 2003
    Mensagens
    12.446
    Verdinhas
    1541

    paguei 50 em NWN e as 2 expansões, mas foi de um colega que não joga mais. original de loja, o último foi Generals... o resto baixo, jogo e deleto. e como meu pc num roda nada novo mesmo, aproveito e guardo uma grana para no futuro melhorá-lo!

  18. #17
    Membro
    Info
    Registro
    Nov 2002
    Mensagens
    1.917
    Verdinhas
    2

    compara nosso salario e o deles
    e nos nao recebemos em dolar

  19. #18
    Zed
    Zed está online agora
    Membro Avatar de Zed
    Info
    WAT?!?! WTF !?!?!
    Registro
    Oct 2001
    Mensagens
    9.439
    Verdinhas
    249

    fala serio 45% de imposto

    e ridiculo isso...

  20. #19
    Membro Avatar de [D] . n . L
    Info
    Agora tem isso aqui.
    Registro
    Jun 2004
    Mensagens
    2.945
    Verdinhas
    1

    60% de imposto em video game... aff olha que merda.
    La nos EUA um play 2 é 200+ U$. Aqui ainda tá 1000 reais!
    O play 3 vai sair por 500 dólares, se não fosse os impostos seria pouco mais de 1000 reais.

  21. #20
    Membro Avatar de Hot Since 82
    Info
    Don't stop the beat.
    Registro
    Sep 2002
    Mensagens
    7.327
    Verdinhas
    129

    Eu compro original também (HL¹, HL², SimCity 3000, F22-Raptor, UT2004, etc.)! É só quando vale a pena, o resto? Tudo na base do torrenteza.

  22. #21
    Membro Avatar de LuisCorinthiano
    Info
    Um Pai de Familia
    Registro
    Oct 2005
    Mensagens
    32.242
    Verdinhas
    2176

    Citação Citando [D] . n . L
    60% de imposto em video game... aff olha que merda.
    La nos EUA um play 2 é 200+ U$. Aqui ainda tá 1000 reais!
    O play 3 vai sair por 500 dólares, se não fosse os impostos seria pouco mais de 1000 reais.
    Menos que isso até: http://www.newegg.com/Product/Produc...82E16868110010

  23. #22
    Membro Avatar de drbohler
    Info
    Registro
    Oct 2003
    Mensagens
    1.578
    Verdinhas
    313

    Citação Citando [D] . n . L
    60% de imposto em video game... aff olha que merda.
    La nos EUA um play 2 é 200+ U$. Aqui ainda tá 1000 reais!
    O play 3 vai sair por 500 dólares, se não fosse os impostos seria pouco mais de 1000 reais.
    Essa taxação é absurda. Ainda se o Brasil fosse um produtor de video games, jogos, salvo raras excessões, até concordaria com esses impostos para proteger o mercado nacional. Mas não somos produtores e nem iremos ser, de video games pelo menos, já que até já saíram jogos bons daqui, como OutLive que fiz questão de comprar original.

    É uma imbecilidade taxar coisas que não produzimos aqui e nem temos a intenção de produzirmos. Se colocassem um imposto baixo, apenas para cobrir custos com a entrada do produto no país, já estava de bom tamanho, o que não pode é continuar com esse protecionismo ridículo, que protege o invisível, o inexistente.

    Hardware é outra coisa estúpida. Não produzimos bolhufas de hardware neste paiseco e cobram esse mesmo horror de imposto quando as peças vêm para cá. Cadê a política social, o computador social? Poderia ficar tudo muito mais barato e o povo de baixa renda teria mais chances de adquirir um PC.

    Mas o governo tem que pegar todo esse dinheiro com a desculpa de que irá investir em infra-estrutura e o escambau, pra depois acabar na cueca de alguém

  24. #23
    Membro
    Info
    Registro
    Mar 2003
    Mensagens
    839
    Verdinhas
    0

    Citação Citando MrSatan2
    É uma imbecilidade taxar coisas que não produzimos aqui e nem temos a intenção de produzirmos. Se colocassem um imposto baixo, apenas para cobrir custos com a entrada do produto no país, já estava de bom tamanho, o que não pode é continuar com esse protecionismo ridículo, que protege o invisível, o inexistente.
    Isso não é protecionismo, mas uma chance (muito bem aproveitada, por sinal) de dar MAIS uma mordida no bolso do contribuinte.

  25. #24
    Membro
    Info
    Registro
    Apr 2001
    Mensagens
    8.072
    Verdinhas
    1

    Soh compro original se precisar... pra jogar na net...
    ex : bf2

  26. #25
    Membro Avatar de Cardone
    Info
    Registro
    Jun 2003
    Mensagens
    7.101
    Verdinhas
    628

    BRASIL = país dos impostos.

    Só de CPMF o governo arrecadou 30 bilhões de reais !!! Queria saber pra onde foi esse dinheiro todo, mas pensando bem acho melhor nem querer saber


    Ahh o Xbox360 vai ser comercializado aqui sim ! Por apenas R$3.000,00 !

+ Responder Tópico Ir para o Fórum
Página 1 de 2 1 2 Última

Compartilhar

Permissões