+ Responder Tópico
Página 2 de 3 Primeira 1 2 3 Última
  1. #26
    Membro
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Jan 2002
    Mensagens
    22.949
    Verdinhas
    345

    Porra, ficou com medo pq eram crianças né? Pq em termos de TERROR mesmo, FPS que mais meteu medo até hoje acho que foi Doom 3... Eu nem esquento pq eu não sinto msm, filme de terror e tal, acho bobeira, no geral eu não gosto... Mas eu curti jogar Doom 3 de madruga no escuro E foi o que eu ouvi mais relatos de nego se cagando hehe

  2. # Publicidade
    Publicidade

  3. #27
    hardMOB Staff - Moderação Avatar de 3,14k2|P1k4chu
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Jun 2003
    Mensagens
    42.363
    Verdinhas
    653

    Sanitaruim era tenso mesmo, um jogo q nao era pra dar medo, dava pra caralho

    Na epoca eu era pirralho, me caguei todo e fiquei no Twinsen Odissey mesmo

  4. #28
    hardMOB Staff - Moderação Avatar de Kyle
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Nov 1999
    Mensagens
    13.419
    Verdinhas
    4841

    Citação Citando HajkoV Ver mensagem
    joguem clyve barker´s undying

    nao tem criancinhas mas eh simplesmente foda... se vc prestar atencao na historia ainda...

    eh de 2001, engine do UT
    Eu joguei mas não fui muito longe pq deu pau no pc e fiquei com preguiça de continuar jogando, mas a história e os fantasmas era loco

  5. #29
    Membro Avatar de MA.Outlaw
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Dec 2002
    Mensagens
    2.375
    Verdinhas
    1

    o único jogo que me deu medo msm eh FEAR, beeem imersivo
    agora susto, vários...

  6. #30
    Membro
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Dec 2002
    Mensagens
    7.147
    Verdinhas
    334

    Citação Citando Borg Ver mensagem
    Único jogo que me deu sustos, não medo, foi o AVP2, agora coisas que são muito surreais, tipo doom3, não me dão medo.
    assino em baixo... avp eh pro em dar sustos...
    fora q o jogo bota vc pra ir entrando em cada buraco...

    mas acho q o avp 1 ainda da mais sustos pelo simples fato de ter mais facehugger no jogo e os bichos faziam um barulho do caralho tb...
    a cada curva no avp 1 era um cagaço de um bixo desse pular em vc...

  7. #31
    Membro
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Dec 2002
    Mensagens
    7.147
    Verdinhas
    334

    Citação Citando HajkoV Ver mensagem
    joguem clyve barker´s undying

    nao tem criancinhas mas eh simplesmente foda... se vc prestar atencao na historia ainda...

    eh de 2001, engine do UT
    putz undying nao rodo aqui de jeito nenhum... dava um bug violento nas texturas...

  8. #32
    Membro Avatar de Jaymz Hetfield
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Oct 2004
    Mensagens
    3.056
    Verdinhas
    28

    Silent Hill é uma boa pedido pra Medo

  9. #33
    Suspenso
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Jun 2004
    Mensagens
    5.311
    Verdinhas
    1

    Cagão você hein, campeão?
    Seja macho!

  10. #34
    UmK
    UmK está offline
    Suspenso
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Aug 2000
    Mensagens
    12.180
    Verdinhas
    7

    ...
    esse jogo n tem nada demais em terror. é pura ação sem-cerebro. exageradamente, inclusive. ficou muito desagradavel a jogabilidade.

    resumindo: voce é cagão demais e o jogo é uma merda

    tenho dificuldade em sentir medo em jogo. medo de verdade nunca senti (ahn, ok, quando era mulequinho eu sentia medo sim, tinha um jogo de atari que eu adorava, soh que entrava em panico quando tava morrendo ehehe) Agora desses supostos jogos de terror atuais, nem "tentando propositalmente" consigo ter medo. FEAR todos tavam no hype falando que era super de terror, catei e fui até o fim tentando procurar doq tavam falando e não achei, aff doom3 idem. soh que pelomenos o doom3 me de 2 sustos (o imp dentro do tanque de conserva que do nada bate no vidro, e um pedaço de metal voando da parede)

    o que conta então é mais o suspense e a atmosfera que o jogo gera, que as vezes é bem legal (silent hill por exemplo)
    susto é com alone in the dark e fatal frame. putz, no fatal frame 2 TODA HORA que eu passava por aquela escada lá e caia aquela mulher quebrada do telhado gritando, eu assustava, ahahah

    mas meio offtopic, lembrei daquele jogo de atari que era tipo um rpg, que vc tinha que achar as chaves e ir nos lugares, e tinha um pato assassino que perseguia voce. nosssssa aquele jogo era o pior hahah dava muito panico aquele pato loco seguindo agente. o outro que mencionei antes era um que no topo da tela tinha um carinha, e quando vc ia demorando, ele ia ficando verde. e cada "pixel" que ficava verde, ele fazia um barulho e dava dois pisãos no chão (tanto que eu chamava o jogo de pizam-pizam - que também é uma onomatopéia pro som que fazia quando ele pisava. acho q o nome certo é sexta feira 13)

    viajei
    Última edição por UmK : 05-01-2007 às 20:43

  11. #35
    Membro Avatar de MeStRe SpLiNtEr
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Aug 2003
    Mensagens
    2.112
    Verdinhas
    15

    Tem akele clockwork mansion (o nome com certeza n eh esse), um de terror q vc tem q se esconder... mas era pra snes. Lancaram ateh uma versao nova q eu ACHO q tem pra pc (agora eu n toh conseguindo lembrar d + nada do jogo). Vc tinha q correr dum anaozinho corcunda a la assistente do dr frankenstein e ele carrega uma tesoura grande pra kct... nessa versao nova eles mudaram bastante, tem umas barras de panico e n eh mais o cara da tesoura, sao umas aberracoes assassinas. Joguinho mais adventure mesmo.

  12. #36
    Banido
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Oct 2005
    Mensagens
    2.749
    Verdinhas
    1

    mais é uma bichonaaaa ^^...sobre o sanitarium antes do xp eu babva nesse jogo...um dos melhores que eu joguei facil , mas depois que eu instalei o xp mesmo com o patch num consigo joga direito x((((

  13. #37
    Membro Avatar de TM99
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Oct 1999
    Mensagens
    5.992
    Blogs
    1
    Verdinhas
    298

    aloko velho, medo no pain killer?

    pain killer eh um Serious Sam de fantasma, nao consigo sentir o menor respingo de medo nesse jogo.

    fora q eu achei o single player dele horrivel.



    Jogos de Terror bons são os Silent Hills mesmo.. Mas mesmo assim eu so vacinado contra esses negocios de ter medo =p

    eu nao fico com "medo" de jogo nenhum, mas o silent hill eh o unico q me deixa "tenso"

  14. #38
    Membro
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Jun 2002
    Mensagens
    3.179
    Verdinhas
    1

    Citação Citando MeStRe SpLiNtEr Ver mensagem
    Tem akele clockwork mansion (o nome com certeza n eh esse), um de terror q vc tem q se esconder... mas era pra snes. Lancaram ateh uma versao nova q eu ACHO q tem pra pc (agora eu n toh conseguindo lembrar d + nada do jogo). Vc tinha q correr dum anaozinho corcunda a la assistente do dr frankenstein e ele carrega uma tesoura grande pra kct... nessa versao nova eles mudaram bastante, tem umas barras de panico e n eh mais o cara da tesoura, sao umas aberracoes assassinas. Joguinho mais adventure mesmo.
    Clock Tower.
    Eu joguei ele, mas depois de algumas vezes enjoa porque é muito linear.
    Aliás, existe o Clock Tower 2 pra playstation e o 3 pra play2.

    o primeiro, de snes:


    o terceiro, de play2:


    Não vou postar videos, mas no youtube tem bastante.
    edit: tá, só um pros antigos que já jogaram, video do jogo até o final B, lembrando que esse é o final ruim, mais rápido e mais sem graça:
    http://www.youtube.com/watch?v=dW2LcS7WIcw

    Citação Citando farofawoo Ver mensagem
    mais é uma bichonaaaa ^^...sobre o sanitarium antes do xp eu babva nesse jogo...um dos melhores que eu joguei facil , mas depois que eu instalei o xp mesmo com o patch num consigo joga direito x((((
    Aqui rodou sem problema, nem troquei opções de compatibilidade... a versão relançada de 2002 não tem problema, a versão antiga pode ser ajustada fazendo umas configurações chatinhas, aí vai o site com toda a explicação (em ingles)

    http://home.earthlink.net/~infernofi...rium_Setup.htm
    Última edição por Encapuzado : 06-01-2007 às 14:49

  15. #39
    Banido
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Oct 2005
    Mensagens
    2.749
    Verdinhas
    1

    Citação Citando Encapuzado Ver mensagem

    Aqui rodou sem problema, nem troquei opções de compatibilidade... a versão relançada de 2002 não tem problema, a versão antiga pode ser ajustada fazendo umas configurações chatinhas, aí vai o site com toda a explicação (em ingles)

    http://home.earthlink.net/~infernofi...rium_Setup.htm

    vlw tio depois eu testo aki tenho que acha o cd do jogo ^^

  16. #40
    Membro Avatar de MeStRe SpLiNtEr
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Aug 2003
    Mensagens
    2.112
    Verdinhas
    15

    Citação Citando Encapuzado Ver mensagem
    Clock Tower.
    Eu joguei ele, mas depois de algumas vezes enjoa porque é muito linear.
    Aliás, existe o Clock Tower 2 pra playstation e o 3 pra play2.
    Isso mesmo, pqp olha o nome q eu digitei. Esse mais novo eh MUITO diferente do antigo putz

  17. #41
    Membro
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Jan 2002
    Mensagens
    22.949
    Verdinhas
    345

    Citação Citando UmK Ver mensagem
    ...
    esse jogo n tem nada demais em terror. é pura ação sem-cerebro. exageradamente, inclusive. ficou muito desagradavel a jogabilidade.

    resumindo: voce é cagão demais e o jogo é uma merda

    tenho dificuldade em sentir medo em jogo. medo de verdade nunca senti (ahn, ok, quando era mulequinho eu sentia medo sim, tinha um jogo de atari que eu adorava, soh que entrava em panico quando tava morrendo ehehe) Agora desses supostos jogos de terror atuais, nem "tentando propositalmente" consigo ter medo. FEAR todos tavam no hype falando que era super de terror, catei e fui até o fim tentando procurar doq tavam falando e não achei, aff doom3 idem. soh que pelomenos o doom3 me de 2 sustos (o imp dentro do tanque de conserva que do nada bate no vidro, e um pedaço de metal voando da parede)

    o que conta então é mais o suspense e a atmosfera que o jogo gera, que as vezes é bem legal (silent hill por exemplo)
    susto é com alone in the dark e fatal frame. putz, no fatal frame 2 TODA HORA que eu passava por aquela escada lá e caia aquela mulher quebrada do telhado gritando, eu assustava, ahahah

    mas meio offtopic, lembrei daquele jogo de atari que era tipo um rpg, que vc tinha que achar as chaves e ir nos lugares, e tinha um pato assassino que perseguia voce. nosssssa aquele jogo era o pior hahah dava muito panico aquele pato loco seguindo agente. o outro que mencionei antes era um que no topo da tela tinha um carinha, e quando vc ia demorando, ele ia ficando verde. e cada "pixel" que ficava verde, ele fazia um barulho e dava dois pisãos no chão (tanto que eu chamava o jogo de pizam-pizam - que também é uma onomatopéia pro som que fazia quando ele pisava. acho q o nome certo é sexta feira 13)

    viajei
    Vc falando de jogos de vg, lembrei de Dino Crisis, tinha uma sala que vc entrava e tinha uma janela enorme na parede... Aí blz. Vc tava lá e tal, do nada um tiranossauro assassino quebra o vidro com a cabeça heauhae, a primeira vez o susto é animal. E pior que vc sempre leva susto, mesmo que já tenha visto, pq a parada é aleatória, não tem nenhum trigger ou tempo certo pra acontecer.

    Um amigo meu que me emprestou o jogo, ele ficou aqui em casa vendo eu jogar só pra me dar susto nessa sala aeuheahu

  18. #42
    Membro Avatar de Whisky
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Mar 2001
    Mensagens
    1.676
    Verdinhas
    167

    AVP2


    Vampire Bloodlines nakela fase da mansao q vc tem q entrra pra fazer nao sei oq!!!

    Altos vultos q fazem vc empacar no lugar e nao kerer andar! heheheh



    DOOM3 e ia correndo e atirando... se vc vai muito devagar leva cagaco memso aiuehaieu

    eu saia correndo

  19. #43
    hardMOB Staff - Moderação Avatar de Kyle
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Nov 1999
    Mensagens
    13.419
    Verdinhas
    4841

    Clyve Barkers foi um jogo que dava pra sentir um certo medo, o suspense era legal, os sons, etc...
    Doom3 foi um jogo que dava pra assustar no começo e em algumas partes tb.
    AVP só joguei o 1 e dava medo os bixos se aproximando, os sons

    O Silent Hill eu só joguei o primeiro e o que estragava o medo era o radinho q avisava quando vinha bixo =/

  20. #44
    Membro
    Autor do tópico
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Nov 1999
    Mensagens
    5.023
    Verdinhas
    1319

    Monstros em geral, apesar do sustinho, principalmente quando pulam na tela subitamente, não me amedrontam.

    Joguei Doom 3 e AVP. Não terminei nenhum dos dois. Mas em nenhum momento achei verdadeiramente assustadores, porque, como foi dito, principalmente Doom 3, explora chavões da cultura do terror.

    Quando eu postei as telas, não sei se todos leram, abaixo da última tela, o que eu disse. Tirei as telas logo ao amanhecer, e o pessoal aqui em casa ainda dormia. Então, joguei até a segunda fase absolutamente sem som. Não imaginam o quanto o fator TERROR ficou diminuído.

    Interessante como a mente humana trabalha. Quem já leu Edgar Alan Poe, Álvares de Azevedo, ou mesmo alguns contos do outro mundo do Guimarães Rosa, ou pelo menos participou de uma simples rodinha ao pé da fogueira com contos macabros, sabe o quanto a sugestão é capaz na mente humana. Qualquer experiência não visual, mas relatada, é muito mais aterradora. Deixar a mente brincar é o melhor método para o terror.

    Meu avô paterno é espanhol. Quando era criança, minha tia, filha dele, contáva-me na madrugada algumas estórias "fantabulosas" espanholas, que devem ter-se originado na Europa, na idade média, nos vilarejos mais sombrios e isolados, talvez assolados pela terrível Inquisição espanhola, e que percorreram gerações. Como criança, quando minha tia estava em casa, frequentemente eu pedia para ela repetir esta ou aquela estória, pois cada vez que ela contava, minha imaginação era estimulada de maneira diferente, e o conto tornava-se geralmente mais amedrontador, mas sempre mais estimulante!

    Tenho um professor; seríssimo, têm 77 anos e o vigor de um jovem. Ele trabalha com uma questão muitíssimo controversa. Quando jovem aplicava hipnose em pacientes - de forma não declarada - para amenizar os tratamentos. Foi um caos total, quando isso chegou ao conhecimento público. Naquela época, os homens da cidade ficaram receosos e amedrontados que o dito professor fosse utilizar-se de suas competências para "acochar-se" impunemente com as esposas e filhas! Foi um rebu. Segundo ele, bom contados de histórias, houve tamanha comoção que por pouco não inviabilizou a vida profissional dele no local.

    Por ter profundo conhecimento sobre hipnose, embora ele não desenvolva formalmente a questão na faculdade, sempre faz profundas reflexões sobre o poder da sugestão na mente humana. Uma vez instalado ali um medo, uma ordem; a reativa a determinada situação é automática e involuntária. Pena eu não saber muito sobre o assunto pra melhor convencê-los!!! Conversar com ele sempre é um misto de aula acadêmica, lição de vida e conversa de botequim.

    E este é o grande mérito de "Painkiller: Battle Out of Hell", que explora, ao menos na primeira fase, o não dito, o subentendido. Alguém que jogue percebendo as criancinhas apenas como fantasmas ou zumbis, vai assustar-se pouco. Mas quem joga atento, observativo, "sentindo" a música e o ambiente; sobretudo não passando batido nas fases e simplesmente matando os monstros, mas que observa o clima local, onde crianças parecem ter sido maltratadas das mais diversas formas, num passado doentio, amedronta-se! Jogando a primeira fase, observem as jaulas para bebês, as camas pontiagudas, o caixão de pregos, algum sangue, entre outros elementos macabros e sugestivos. Quem foi uma criança criativa, vívida e imaginativa envolve-se.

    Hoje como adulto e, particularmente, na qualidade de estudante de Medicina, sei, pelo bem da profissão e na preservação de minha integridade psicológica, bem distinguir o real do imaginativo. Há momentos comtemplativos, momentos de falar, e momentos de agir.

    Profissões que exigem contato íntimo com a maldade humana, como policiais e militares em guerra por exemplo, quando não bem preparados ( situação frequente ), não por acaso levam a altíssimos níveis de suicídios. Aqui mesmo, há não muitos anos, um psiquiatra formado, analisado, velho de mercado, cometeu suicídio não por outro motivo que não seja: "pirou com os pacientes o coitado"... seria cômico se não fosse trágico.

    Tenho um amigo de família, que é neurologista. Por muitos anos ele atendeu indistamente a quaisquer pessoas. Começou a ficar desequilibrado, e hoje só atende pacientes previamente avaliados, e com comprovada implicação neurológica, especialidade dele, e não qualquer pessoa com distúrbios emocionais.


    Não tenho números, mas posso atestar que em Pronto-Socorro ( falo pelos que tive contato ), de 60 a 70% das pessoas que ali se dirigem não tem nada! A imensa maioria são apenas pessoas carentes, sem amigo, sem afeto, em desatenção permanente, que somatizam das mais diversas formas e vão ali a procura de auxílio. Geralmente uma simples conversa de alguns minutos e algum afeto é o melhor atendimento. Alguns mais hipocondríacos insistem em "tomar um sorinho" senão não ficam satisfeitos com o atendimento e não desencanam.

    Notem que por definição PS são pra atendimento médico emergencial! Imaginem como andam os amulatórios... meu Deus!

    Galera, eu viajei mesmo! Mas tudo foi para tentar expressar de forma sucinta a complexidade da mente humana e o poder da sugestão. E os roteiristas de games e filmes de terror ( não teRRir ), são profundos conhecedores dos nossos medos coletivos. Tão ae milionários !



    Thor

  21. #45
    Membro Avatar de Cantor
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Nov 2002
    Mensagens
    2.177
    Verdinhas
    0

    Citação Citando DouglasteR Ver mensagem
    AJEaEea



    Joga Condemned !
    Bingo....to jogando aqui com tudo full.....cagaço do caraleo!!

  22. #46
    Membro Avatar de Quetzacoalt
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Nov 2001
    Mensagens
    5.724
    Verdinhas
    0

    Citação Citando Thor Ver mensagem
    Monstros em geral, apesar do sustinho, principalmente quando pulam na tela subitamente, não me amedrontam.

    Joguei Doom 3 e AVP. Não terminei nenhum dos dois. Mas em nenhum momento achei verdadeiramente assustadores, porque, como foi dito, principalmente Doom 3, explora chavões da cultura do terror.

    Quando eu postei as telas, não sei se todos leram, abaixo da última tela, o que eu disse. Tirei as telas logo ao amanhecer, e o pessoal aqui em casa ainda dormia. Então, joguei até a segunda fase absolutamente sem som. Não imaginam o quanto o fator TERROR ficou diminuído.

    Interessante como a mente humana trabalha. Quem já leu Edgar Alan Poe, Álvares de Azevedo, ou mesmo alguns contos do outro mundo do Guimarães Rosa, ou pelo menos participou de uma simples rodinha ao pé da fogueira com contos macabros, sabe o quanto a sugestão é capaz na mente humana. Qualquer experiência não visual, mas relatada, é muito mais aterradora. Deixar a mente brincar é o melhor método para o terror.

    Meu avô paterno é espanhol. Quando era criança, minha tia, filha dele, contáva-me na madrugada algumas estórias "fantabulosas" espanholas, que devem ter-se originado na Europa, na idade média, nos vilarejos mais sombrios e isolados, talvez assolados pela terrível Inquisição espanhola, e que percorreram gerações. Como criança, quando minha tia estava em casa, frequentemente eu pedia para ela repetir esta ou aquela estória, pois cada vez que ela contava, minha imaginação era estimulada de maneira diferente, e o conto tornava-se geralmente mais amedrontador, mas sempre mais estimulante!

    Tenho um professor; seríssimo, têm 77 anos e o vigor de um jovem. Ele trabalha com uma questão muitíssimo controversa. Quando jovem aplicava hipnose em pacientes - de forma não declarada - para amenizar os tratamentos. Foi um caos total, quando isso chegou ao conhecimento público. Naquela época, os homens da cidade ficaram receosos e amedrontados que o dito professor fosse utilizar-se de suas competências para "acochar-se" impunemente com as esposas e filhas! Foi um rebu. Segundo ele, bom contados de histórias, houve tamanha comoção que por pouco não inviabilizou a vida profissional dele no local.

    Por ter profundo conhecimento sobre hipnose, embora ele não desenvolva formalmente a questão na faculdade, sempre faz profundas reflexões sobre o poder da sugestão na mente humana. Uma vez instalado ali um medo, uma ordem; a reativa a determinada situação é automática e involuntária. Pena eu não saber muito sobre o assunto pra melhor convencê-los!!! Conversar com ele sempre é um misto de aula acadêmica, lição de vida e conversa de botequim.

    E este é o grande mérito de "Painkiller: Battle Out of Hell", que explora, ao menos na primeira fase, o não dito, o subentendido. Alguém que jogue percebendo as criancinhas apenas como fantasmas ou zumbis, vai assustar-se pouco. Mas quem joga atento, observativo, "sentindo" a música e o ambiente; sobretudo não passando batido nas fases e simplesmente matando os monstros, mas que observa o clima local, onde crianças parecem ter sido maltratadas das mais diversas formas, num passado doentio, amedronta-se! Jogando a primeira fase, observem as jaulas para bebês, as camas pontiagudas, o caixão de pregos, algum sangue, entre outros elementos macabros e sugestivos. Quem foi uma criança criativa, vívida e imaginativa envolve-se.

    Hoje como adulto e, particularmente, na qualidade de estudante de Medicina, sei, pelo bem da profissão e na preservação de minha integridade psicológica, bem distinguir o real do imaginativo. Há momentos comtemplativos, momentos de falar, e momentos de agir.

    Profissões que exigem contato íntimo com a maldade humana, como policiais e militares em guerra por exemplo, quando não bem preparados ( situação frequente ), não por acaso levam a altíssimos níveis de suicídios. Aqui mesmo, há não muitos anos, um psiquiatra formado, analisado, velho de mercado, cometeu suicídio não por outro motivo que não seja: "pirou com os pacientes o coitado"... seria cômico se não fosse trágico.

    Tenho um amigo de família, que é neurologista. Por muitos anos ele atendeu indistamente a quaisquer pessoas. Começou a ficar desequilibrado, e hoje só atende pacientes previamente avaliados, e com comprovada implicação neurológica, especialidade dele, e não qualquer pessoa com distúrbios emocionais.


    Não tenho números, mas posso atestar que em Pronto-Socorro ( falo pelos que tive contato ), de 60 a 70% das pessoas que ali se dirigem não tem nada! A imensa maioria são apenas pessoas carentes, sem amigo, sem afeto, em desatenção permanente, que somatizam das mais diversas formas e vão ali a procura de auxílio. Geralmente uma simples conversa de alguns minutos e algum afeto é o melhor atendimento. Alguns mais hipocondríacos insistem em "tomar um sorinho" senão não ficam satisfeitos com o atendimento e não desencanam.

    Notem que por definição PS são pra atendimento médico emergencial! Imaginem como andam os amulatórios... meu Deus!

    Galera, eu viajei mesmo! Mas tudo foi para tentar expressar de forma sucinta a complexidade da mente humana e o poder da sugestão. E os roteiristas de games e filmes de terror ( não teRRir ), são profundos conhecedores dos nossos medos coletivos. Tão ae milionários !



    Thor

    putz cara, nao consigo ler teus textos gigantes... tua linguagem é muito monotona.

  23. #47
    Membro
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Jan 2002
    Mensagens
    22.949
    Verdinhas
    345

    Citação Citando Thor Ver mensagem
    Monstros em geral, apesar do sustinho, principalmente quando pulam na tela subitamente, não me amedrontam.

    Joguei Doom 3 e AVP. Não terminei nenhum dos dois. Mas em nenhum momento achei verdadeiramente assustadores, porque, como foi dito, principalmente Doom 3, explora chavões da cultura do terror.

    Quando eu postei as telas, não sei se todos leram, abaixo da última tela, o que eu disse. Tirei as telas logo ao amanhecer, e o pessoal aqui em casa ainda dormia. Então, joguei até a segunda fase absolutamente sem som. Não imaginam o quanto o fator TERROR ficou diminuído.

    Interessante como a mente humana trabalha. Quem já leu Edgar Alan Poe, Álvares de Azevedo, ou mesmo alguns contos do outro mundo do Guimarães Rosa, ou pelo menos participou de uma simples rodinha ao pé da fogueira com contos macabros, sabe o quanto a sugestão é capaz na mente humana. Qualquer experiência não visual, mas relatada, é muito mais aterradora. Deixar a mente brincar é o melhor método para o terror.

    Meu avô paterno é espanhol. Quando era criança, minha tia, filha dele, contáva-me na madrugada algumas estórias "fantabulosas" espanholas, que devem ter-se originado na Europa, na idade média, nos vilarejos mais sombrios e isolados, talvez assolados pela terrível Inquisição espanhola, e que percorreram gerações. Como criança, quando minha tia estava em casa, frequentemente eu pedia para ela repetir esta ou aquela estória, pois cada vez que ela contava, minha imaginação era estimulada de maneira diferente, e o conto tornava-se geralmente mais amedrontador, mas sempre mais estimulante!

    Tenho um professor; seríssimo, têm 77 anos e o vigor de um jovem. Ele trabalha com uma questão muitíssimo controversa. Quando jovem aplicava hipnose em pacientes - de forma não declarada - para amenizar os tratamentos. Foi um caos total, quando isso chegou ao conhecimento público. Naquela época, os homens da cidade ficaram receosos e amedrontados que o dito professor fosse utilizar-se de suas competências para "acochar-se" impunemente com as esposas e filhas! Foi um rebu. Segundo ele, bom contados de histórias, houve tamanha comoção que por pouco não inviabilizou a vida profissional dele no local.

    Por ter profundo conhecimento sobre hipnose, embora ele não desenvolva formalmente a questão na faculdade, sempre faz profundas reflexões sobre o poder da sugestão na mente humana. Uma vez instalado ali um medo, uma ordem; a reativa a determinada situação é automática e involuntária. Pena eu não saber muito sobre o assunto pra melhor convencê-los!!! Conversar com ele sempre é um misto de aula acadêmica, lição de vida e conversa de botequim.

    E este é o grande mérito de "Painkiller: Battle Out of Hell", que explora, ao menos na primeira fase, o não dito, o subentendido. Alguém que jogue percebendo as criancinhas apenas como fantasmas ou zumbis, vai assustar-se pouco. Mas quem joga atento, observativo, "sentindo" a música e o ambiente; sobretudo não passando batido nas fases e simplesmente matando os monstros, mas que observa o clima local, onde crianças parecem ter sido maltratadas das mais diversas formas, num passado doentio, amedronta-se! Jogando a primeira fase, observem as jaulas para bebês, as camas pontiagudas, o caixão de pregos, algum sangue, entre outros elementos macabros e sugestivos. Quem foi uma criança criativa, vívida e imaginativa envolve-se.

    Hoje como adulto e, particularmente, na qualidade de estudante de Medicina, sei, pelo bem da profissão e na preservação de minha integridade psicológica, bem distinguir o real do imaginativo. Há momentos comtemplativos, momentos de falar, e momentos de agir.

    Profissões que exigem contato íntimo com a maldade humana, como policiais e militares em guerra por exemplo, quando não bem preparados ( situação frequente ), não por acaso levam a altíssimos níveis de suicídios. Aqui mesmo, há não muitos anos, um psiquiatra formado, analisado, velho de mercado, cometeu suicídio não por outro motivo que não seja: "pirou com os pacientes o coitado"... seria cômico se não fosse trágico.

    Tenho um amigo de família, que é neurologista. Por muitos anos ele atendeu indistamente a quaisquer pessoas. Começou a ficar desequilibrado, e hoje só atende pacientes previamente avaliados, e com comprovada implicação neurológica, especialidade dele, e não qualquer pessoa com distúrbios emocionais.


    Não tenho números, mas posso atestar que em Pronto-Socorro ( falo pelos que tive contato ), de 60 a 70% das pessoas que ali se dirigem não tem nada! A imensa maioria são apenas pessoas carentes, sem amigo, sem afeto, em desatenção permanente, que somatizam das mais diversas formas e vão ali a procura de auxílio. Geralmente uma simples conversa de alguns minutos e algum afeto é o melhor atendimento. Alguns mais hipocondríacos insistem em "tomar um sorinho" senão não ficam satisfeitos com o atendimento e não desencanam.

    Notem que por definição PS são pra atendimento médico emergencial! Imaginem como andam os amulatórios... meu Deus!

    Galera, eu viajei mesmo! Mas tudo foi para tentar expressar de forma sucinta a complexidade da mente humana e o poder da sugestão. E os roteiristas de games e filmes de terror ( não teRRir ), são profundos conhecedores dos nossos medos coletivos. Tão ae milionários !



    Thor
    Realmente não sei como vc conseguiu escrever tanto sobre um assunto tão simples eahhuae, infelizmente não tô com saco de ler

  24. #48
    Membro Avatar de Quetzacoalt
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Nov 2001
    Mensagens
    5.724
    Verdinhas
    0

    hehehe, tava jogando sanitarium... achei meio devagar, mas qdo vi q falava de aztecas e quetzalcoatl resolvi continuar.

  25. #49
    Membro Avatar de [D] . n . L
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Agora tem isso aqui.
    Registro
    Jun 2004
    Mensagens
    2.953
    Verdinhas
    0

    Unico jogo que ja fiquei com medo: Fatal Frame 2

  26. #50
    Membro Avatar de *Slicer*
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Feb 2000
    Mensagens
    7.250
    Verdinhas
    3946

    num é jogo, mas eu tava vendo o filme macabro: The Hills have Eyes. Isso era num sábado deitado na minha cama aonde a cabeceira fica voltada pra porta do meu quarto. daí a faxineira q tava em casa chegou por trás e deu um grito. na hora eu fiquei dando um now loading no meu cerebro e pensei q tinha vindo do filme blz... mas uns 2 seg depois eu achei o grito mó real e achei estranho. Dai eu virei a cara e a mulhe tava me olhando com cara feia com a cabeça por de cima da cabeceira, pqp quase q eu dei um pulo da cama.

    Outra coisa q eu tava vendo ontem a noite era o anime Monster, não chega a assustar, mas tem muito suspense no ínicio dele, e q te deixa ansioso.

    no mais, faz muito tempo q eu não me assusto de verdade. a ultima vez foi no jogo RE, e numa cena de uma sala de interrogatório aonde tem um espelho q as pessoas q estão atrás te enxergam, e vc não. pulei da cadeira por causa disso
    Última edição por *Slicer* : 07-01-2007 às 20:13

+ Responder Tópico Ir para o Fórum
Página 2 de 3 Primeira 1 2 3 Última

Assuntos do tópico

Compartilhar

Permissões