+ Responder Tópico
Página 3 de 4 Primeira 1 2 3 4 Última
  1. #51
    Membro
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Mar 2001
    Mensagens
    767
    Verdinhas
    6

    Citação Citando ThiGuiNhu Ver mensagem
    Nao é só MMO não..

    Eu jogava RTS de forma competitiva, e também segue a mesma fórmula - Quanto mais tempo, melhor. O problema é quando vc deixa chegar nesse nivel de competitividade...

    Você pode ser um jogador de MMO "casual". Não vai ser top. Vai passar umas raivas pq tem gente te matando. No RTS a mesma coisa, vai perder pruns caras que vc ganhava facil soh pq nao tem mais tmepo de treinar, de melhorar o APM, etc.

    Depois da minha fase RTS, fui pro WoW... Foi muito tempo de WoW.. Nossa. Comecei em Molten Core, fui até Naxx. Depois na Burning Crusade foi até Illidan. Passei por todas as fases, Trial, Member, Class Leader, Raid Leader, Officer, Guild Master.

    Quando estava pra sair a Wrath decidi que tinha que parar. Então em Julho/07 parei de jogar WoW de vez.

    Sabe oq é melhor? Esses dias fui jogar, não consegui passar nem 30 minutos e já tava enjoado. Pra mim não faz sentido jogar se nao for bom, entao nem jogo.

    Decidi mudar para TF2, jogo um tempinho por dia, quando dá... Não preciso ficar treinando, sempre tem uns noobs ai nos servers pubs, nao me interesso pelos campeonatos para nao me "atiçar" e o que é melhor: Se eu só tiver 15 minutos pra jogar, eu me divirto tanto quanto jogando 5 horas seguidas! É a vantagem de shooter em relação a MMO, RTS.

    /blog

    Falei pra voce fazer engenharia...

  2. # Publicidade
    Publicidade

  3. #52
    Membro
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Dec 2006
    Mensagens
    360
    Verdinhas
    0

    Eu carrego até hj as sequelas da minha infância/adolecência de viciado em mmorpg e tenho certeza absoluta que quem já foi um viciado tb carrega. Não venham me dizer que largaram o vício e depois conseguiram ter uma vida normal e sadia pq isso é baléla. Se vc era aquele cara que passava horas no fim de semana e nos feriados jogando, mas ainda assim tinha uma certa vida social, vc não sabe o que é ser um viciado. Vício em jogo é uma parada compulsiva, que aos poucos consome TODO o seu tempo, de segunda a segunda, a qualquer horário vc vai tá ali criando raiz na cadeira, sempre procurando um jogo novo pra jogar ou upando aquele levelzinho pra pegar aquela super-armadura que vai te transformar no pica-das-galaxias.
    Vc até consegue diminuir o rítimo com algum esforço, mas não consegue largar totalmente e quando percebe já tá a semanas sem sair da frente do PC. E os problemas são as consequências que vem depois. Alguns desenvolvem distúrbios graves como síndrome do pânico e depressão.
    Viciado em jogo é como dependente químico, o cara não consegue ficar sóbrio por muito tempo, tem a necessidade de estar sempre com a mente ocupada, seja jogando um MMO ou qualquer outra coisa. Se vc fica ocioso já era, fica mal humorado e agressivo.
    Já briguei muito com os meus pais por causa disso, quando vinham me dar sermão eu já mandava se foder e batia a porta do quarto na cara deles. Isso com o que? 16, 17 anos, por ai. Isso afeta até hj a minha relação com os meus pais, não faço mais o que fazia mas tb não tenho "conversas de pai pra filho", ou um "cafuné da mamãe", se é que vcs me entendem.

    Tenho 24 anos, faço faculdade desde os 20 e já mudei de curso duas vezes, não tenho formação profissional nenhuma pois sempre abandono os cursos que começo, amigos de infância eu não tenho mais contato e os amigos da adolecência eu não vejo há anos. Nunca vou a um aniversário de família pois não me sinto bem em lugares tumutuados, festa nem pensar.
    Hj eu tenho uma certa vida social, tenho alguns amigos na faculdade, vida sexual razoavelmente ativa (haha) e as vezes até dou uma saída de leve pra praia ou pro shopping, mas só consegui isso depois de muitos anos tentando.

    Se vc leu até aqui e se identificou com essas situações, meu conselho é que abra os olhos e largue essa merda o quanto antes.
    Não jogue e não deixe os seus filhos jogarem RPG/MMORPG da mesma forma que vc não deve usar crack e não quer que o seu filho use.
    Última edição por incircles : 15-07-2009 às 12:48

  4. #53
    Membro Avatar de Hasgul
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Derp
    Registro
    Jan 2005
    Mensagens
    4.894
    Verdinhas
    156

    Citação Citando incircles Ver mensagem
    Eu carrego até hj as sequelas da minha infância/adolecência de viciado em mmorpg e tenho certeza absoluta que quem já foi um viciado tb carrega. Não venham me dizer que largaram o vício e depois conseguiram ter uma vida normal e sadia pq isso é baléla. Se vc era aquele cara que passava horas no fim de semana e nos feriados jogando, mas ainda assim tinha uma certa vida social, vc não sabe o que é ser um viciado. Vício em jogo é uma parada compulsiva, que aos poucos consome TODO o seu tempo, de segunda a segunda, a qualquer horário vc vai tá ali criando raiz na cadeira, sempre procurando um jogo novo pra jogar ou upando aquele levelzinho pra pegar aquela super-armadura que vai te transformar no pica-das-galaxias.
    Vc até consegue diminuir o rítimo com algum esforço, mas não consegue largar totalmente e quando percebe já tá a semanas sem sair da frente do PC. E os problemas são as consequências que vem depois. Alguns desenvolvem distúrbios graves como síndrome do pânico e depressão.
    Viciado em jogo é como dependente químico, o cara não consegue ficar sóbrio por muito tempo, tem a necessidade de estar sempre com a mente ocupada, seja jogando um MMO ou qualquer outra coisa. Se vc fica ocioso já era, fica mal humorado e agressivo.
    Já briguei muito com os meus pais por causa disso, quando vinham me dar sermão eu já mandava se foder e batia a porta do quarto na cara deles. Isso com o que? 16, 17 anos, por ai. Isso afeta até hj a minha relação com os meus pais, não faço mais o que fazia mas tb não tenho "conversas de pai pra filho", ou um "cafuné da mamãe", se é que vcs me entendem.

    Tenho 24 anos, faço faculdade desde os 20 e já mudei de curso duas vezes, não tenho formação profissional nenhuma pois sempre abandono os cursos que começo, amigos de infância eu não tenho mais contato e os amigos da adolecência eu não vejo há anos. Nunca vou a um aniversário de família pois não me sinto bem em lugares tumutuados, festa nem pensar.
    Hj eu tenho uma certa vida social, tenho alguns amigos na faculdade, vida sexual razoavelmente ativa (haha) e as vezes até dou uma saída de leve pra praia ou pro shopping, mas só consegui isso depois de muitos anos tentando.

    Se vc leu até aqui e se identificou com essas situações, meu conselho é que abra os olhos e largue essa merda o quanto antes.
    Não jogue e não deixe os seus filhos jogarem RPG/MMORPG da mesma forma que vc não deve usar crack e não quer que o seu filho use.
    Puorra, teu caso foi o mais extremo , eu sofri uns 67% disso

  5. #54
    Membro
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Sep 2004
    Mensagens
    4.840
    Blogs
    1
    Verdinhas
    7

    É complicado dizer, mas vamos lá...

    Sempre tive um vida conturbada, briga entre os pais, meu pai sempre largando empregos, quando tinha uns 17 anos conheci o muonline, comecei jogando as vezes e aquilo parecia um remédio, entrava no jogo e a realidade da minha vida ia embora, após um mês jogava a noite inteira e o fim de semana inteiro (internet discada), mas ainda conseguia levar uma vida normal durante o dia, aos 18 anos comecei a dar manutenção em computadores de lanhouses, o que me puxou mais ainda para esse mundo, agora eu jogava 12 a 18 horas por dia, as vezes meus amigos me capturavam pra mim sair ou jogar bola (moro em cidade pequena, as amizades são bem próximas), e numa dessas saídas conheci minha mulher, eu era tão louco, jogava tanto e ficava tão incomunicável (quando não estava dormindo ou trabalhando, estava jogando), que ela aprendeu a jogar e começou a jogar pra pelo menos estar perto de mim e aos poucos ela, a família dela e meus amigos conseguiram me tirar desse vício.

    Ainda tenho muitas sequelas disso tudo, apesar de ser um cara esperto e ser inteligente, não consigo simplesmente trabalhar muito tempo no mesmo lugar, não sou uma pessoa tranquila, não consigo estudar, não gosto muito de abraços e cumprimentos, não consigo me sentir a vontade em lugares de grande aglomeração de pessoas, hoje consegui melhorar em vários aspectos a minha vida e a vida da minha família, mas é só o começo, tento brigar todo dia contra isso. Ainda sou o cara engraçado que contava piada e "zuava" com a "mulekada", mas não tão engraçado assim, ainda sou o cara de bom coração, sempre disposto a ajudar a quem precisa, mas não tão disposto assim, ainda sou o cara educado e interessante que eu era, mas nem tão educado e interessante assim.

    Como podem perceber joguei fora vários pedaços de mim e agora estou lutando todo dia pra achar um por um, mais não é fácil a batalha é dura, mas agradeço por ter sido apenas um jogo, uma virtualidade, poderia ter sido drogas!!!

    Um abraço.

  6. #55
    Membro
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Mar 2001
    Mensagens
    767
    Verdinhas
    6

    Citação Citando incircles Ver mensagem
    Eu carrego até hj as sequelas da minha infância/adolecência de viciado em mmorpg e tenho certeza absoluta que quem já foi um viciado tb carrega. Não venham me dizer que largaram o vício e depois conseguiram ter uma vida normal e sadia pq isso é baléla. Se vc era aquele cara que passava horas no fim de semana e nos feriados jogando, mas ainda assim tinha uma certa vida social, vc não sabe o que é ser um viciado. Vício em jogo é uma parada compulsiva, que aos poucos consome TODO o seu tempo, de segunda a segunda, a qualquer horário vc vai tá ali criando raiz na cadeira, sempre procurando um jogo novo pra jogar ou upando aquele levelzinho pra pegar aquela super-armadura que vai te transformar no pica-das-galaxias.
    Vc até consegue diminuir o rítimo com algum esforço, mas não consegue largar totalmente e quando percebe já tá a semanas sem sair da frente do PC. E os problemas são as consequências que vem depois. Alguns desenvolvem distúrbios graves como síndrome do pânico e depressão.
    Viciado em jogo é como dependente químico, o cara não consegue ficar sóbrio por muito tempo, tem a necessidade de estar sempre com a mente ocupada, seja jogando um MMO ou qualquer outra coisa. Se vc fica ocioso já era, fica mal humorado e agressivo.
    Já briguei muito com os meus pais por causa disso, quando vinham me dar sermão eu já mandava se foder e batia a porta do quarto na cara deles. Isso com o que? 16, 17 anos, por ai. Isso afeta até hj a minha relação com os meus pais, não faço mais o que fazia mas tb não tenho "conversas de pai pra filho", ou um "cafuné da mamãe", se é que vcs me entendem.

    Tenho 24 anos, faço faculdade desde os 20 e já mudei de curso duas vezes, não tenho formação profissional nenhuma pois sempre abandono os cursos que começo, amigos de infância eu não tenho mais contato e os amigos da adolecência eu não vejo há anos. Nunca vou a um aniversário de família pois não me sinto bem em lugares tumutuados, festa nem pensar.
    Hj eu tenho uma certa vida social, tenho alguns amigos na faculdade, vida sexual razoavelmente ativa (haha) e as vezes até dou uma saída de leve pra praia ou pro shopping, mas só consegui isso depois de muitos anos tentando.

    Se vc leu até aqui e se identificou com essas situações, meu conselho é que abra os olhos e largue essa merda o quanto antes.
    Não jogue e não deixe os seus filhos jogarem RPG/MMORPG da mesma forma que vc não deve usar crack e não quer que o seu filho use.
    Kralho... bolei com esse... "as vezes até dou uma saída de leve pra praia ou pro shopping" isso foi pesado...

    realmente não sei oq é vicio

  7. #56
    Membro Avatar de Mirage
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Gold member
    Registro
    Oct 2000
    Mensagens
    4.981
    Verdinhas
    708

    meus pais tinham q ler esses posts

    eu sempre fui bom aluno, "nunca" matei aula, ou faltava prova, nunca repeti de ano e tal
    mas sempre q chegava em casa, ligava o pc e jogava algo para distrair
    ai vinha meu pai e falava: "larga essa doença" heuaha
    cheguei a trocar dias de praia para ficar no pc, mas fazer oq... aborrecente =b

  8. #57
    Membro Avatar de Baskiat
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Membro duro
    Registro
    Nov 1999
    Mensagens
    52.941
    Verdinhas
    58247

    Citação Citando incircles Ver mensagem
    Eu carrego até hj as sequelas da minha infância/adolecência de viciado em mmorpg e tenho certeza absoluta que quem já foi um viciado tb carrega. Não venham me dizer que largaram o vício e depois conseguiram ter uma vida normal e sadia pq isso é baléla. Se vc era aquele cara que passava horas no fim de semana e nos feriados jogando, mas ainda assim tinha uma certa vida social, vc não sabe o que é ser um viciado. Vício em jogo é uma parada compulsiva, que aos poucos consome TODO o seu tempo, de segunda a segunda, a qualquer horário vc vai tá ali criando raiz na cadeira, sempre procurando um jogo novo pra jogar ou upando aquele levelzinho pra pegar aquela super-armadura que vai te transformar no pica-das-galaxias.
    Vc até consegue diminuir o rítimo com algum esforço, mas não consegue largar totalmente e quando percebe já tá a semanas sem sair da frente do PC. E os problemas são as consequências que vem depois. Alguns desenvolvem distúrbios graves como síndrome do pânico e depressão.
    Viciado em jogo é como dependente químico, o cara não consegue ficar sóbrio por muito tempo, tem a necessidade de estar sempre com a mente ocupada, seja jogando um MMO ou qualquer outra coisa. Se vc fica ocioso já era, fica mal humorado e agressivo.
    Já briguei muito com os meus pais por causa disso, quando vinham me dar sermão eu já mandava se foder e batia a porta do quarto na cara deles. Isso com o que? 16, 17 anos, por ai. Isso afeta até hj a minha relação com os meus pais, não faço mais o que fazia mas tb não tenho "conversas de pai pra filho", ou um "cafuné da mamãe", se é que vcs me entendem.

    Tenho 24 anos, faço faculdade desde os 20 e já mudei de curso duas vezes, não tenho formação profissional nenhuma pois sempre abandono os cursos que começo, amigos de infância eu não tenho mais contato e os amigos da adolecência eu não vejo há anos. Nunca vou a um aniversário de família pois não me sinto bem em lugares tumutuados, festa nem pensar.
    Hj eu tenho uma certa vida social, tenho alguns amigos na faculdade, vida sexual razoavelmente ativa (haha) e as vezes até dou uma saída de leve pra praia ou pro shopping, mas só consegui isso depois de muitos anos tentando.

    Se vc leu até aqui e se identificou com essas situações, meu conselho é que abra os olhos e largue essa merda o quanto antes.
    Não jogue e não deixe os seus filhos jogarem RPG/MMORPG da mesma forma que vc não deve usar crack e não quer que o seu filho use.
    Haha.

    Com ctza, q vicio em jogo eh danoso sim. Mas nao compare com crack, cocaina, ou outro vicio pesado. Nao eh nem de LONGE parecido.

    Os processos quimicos sao parecidos. Mas um jogo de computador NUNCA vai deixar sequelas, ou destruir seu corpo (e mente) como um vicio real faria.

    De fato, qualquer exagero eh danoso. Mas viciados reais em drogas, os danos sao infinitamente maiores. Tenho um irmao assim, ta saindo agora do vicio em cocaina. Ele ta bem deteriorado, mas tem uma vida relativamente normal, ate pq o vicio do pó eh mais psicologico, mas nisso vem o alcool junto na maioria dos casos, o q ajuda a destruir mais ainda.

    Nao, nao há comparacao, fora o fato q vc perde os dias jogando (perde os dias subsequentes aos binds de pó, ou bebedeiras, etc). Mas soh isso. Drogas destroem bem mais.

    Eh mto, mto, MTO melhor um filho meu perder um fds, ou uma festinha, ou uma pseudo-vida social, jogando pc do q se viciar realmente em algo quimico.

  9. #58
    Suspenso
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Jun 2007
    Mensagens
    2.589
    Verdinhas
    3319

    Citação Citando Forfeit Ver mensagem

    [...] Tem muitas pessoas com vicio, e isso domina muito a vida delas. Ate hoje não sei se os viciados (seja em jogos de PC, drogas, jogo de azar, mulher, cigarro, alcool) so sentem prazer nisso, e as outras coisas acabam ficando de lado, ou se são as pessoas "normais" mesmo (que não tem esse vicio) que não tem nada de especial na vida delas e por isso elas acabam fazendo tudo que é considerado normal porque pra elas essa é a unica fonte de prazer, mesmo que não chegue aos pés do que um viciado sente quando ta fazendo algo pelo que é obcecado.[...]

    Caralho, essa resposta me faz pensar no sentido de estar vivo, partindo deste presuposto, o melhor que cada um de nós pode fazer é buscar o que mais traz felicidade enquanto vivos.
    Se ficar em frente de um Eletrônico traz mais felicidade e satisfação doque as atividades sociais do mundo real, talvez o problema não esteja no "viciado", mas sim no "mundo real".

    Acredito que o princípio desta discussão seja uma certa preocupação, ou agonia sobre as pessoas estarem perdendo tempo na vida em frente a mundos virtuais, porém, se pararmos para analizar a origem desta "preocupação" que é combustível deste Thread, esta origem se embasa no sistema social que estamos inseridos, percebam que toda atividade que foje do que é tido como correto e "dentro das normas sociais" nos causa um certo incômodo, pois nós fomos a vida toda preparados para contribuir com o meio, contribuir com o "sistema".

    Portanto acredito que antes de julgarmos quem joga, quem fuma ou pratica qualquer tipo de vício, devemos antes refletir, se estas pessoas não estão apenas buscando o que mais as tornam felizes, cada um joga com a arma que tem.

  10. #59
    Membro Avatar de Malandrovsky
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Temet nosce
    Registro
    Apr 2001
    Mensagens
    1.479
    Verdinhas
    16

    perdi uns 4 anos da minha vida jogando uo na tfg...pra nunca mais

    mesmo que eu quisesse não dá pq estragaram o jogo

  11. #60
    Membro Avatar de Baskiat
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Membro duro
    Registro
    Nov 1999
    Mensagens
    52.941
    Verdinhas
    58247

    Citação Citando ganondorfan Ver mensagem
    Caralho, essa resposta me faz pensar no sentido de estar vivo, partindo deste presuposto, o melhor que cada um de nós pode fazer é buscar o que mais traz felicidade enquanto vivos.
    Se ficar em frente de um Eletrônico traz mais felicidade e satisfação doque as atividades sociais do mundo real, talvez o problema não esteja no "viciado", mas sim no "mundo real".

    Acredito que o princípio desta discussão seja uma certa preocupação, ou agonia sobre as pessoas estarem perdendo tempo na vida em frente a mundos virtuais, porém, se pararmos para analizar a origem desta "preocupação" que é combustível deste Thread, esta origem se embasa no sistema social que estamos inseridos, percebam que toda atividade que foje do que é tido como correto e "dentro das normas sociais" nos causa um certo incômodo, pois nós fomos a vida toda preparados para contribuir com o meio, contribuir com o "sistema".

    Portanto acredito que antes de julgarmos quem joga, quem fuma ou pratica qualquer tipo de vício, devemos antes refletir, se estas pessoas não estão apenas buscando o que mais as tornam felizes, cada um joga com a arma que tem.
    Entao, mas o problema nao eh o vicio em si, ou qualquer outra atividade, o problema eh justamente o exagero.

    O cara gosta de beber? Blz. Mas nao precisa passar a noite ou o dia INTEIRO no bar bebendo. Isso deixa ele feliz? Talvez, mas à custo de outras coisas.

    O cara curte assistir tv? Blz. Mas nao precisa deixar de fazer tudo e ficar o dia todo com a bunda colada na poltrona.

    Enumere o que vc quiser: o vicio não eh propriamente o q ele faz, mas como faz.

    Comida eh bom? Ô se é. Mas vc ja deve conhecer os casos de pessoas q sao viciadas em chocolate, ou nao param de comer. A maioria eh obesa, mas tem as q nao sao, mas msmo assim isso eh prejudicial. De novo, o exagero.

    Corra atras sim do q te da prazer, mas sem exageros.

    Passar dos limites uma ou outra vez va la. Mas a frequencia eh q caracteriza o vicio danoso.

  12. #61
    Suspenso
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Jun 2007
    Mensagens
    2.589
    Verdinhas
    3319

    Citação Citando Baskiat Ver mensagem

    [...]Comida eh bom? Ô se é. Mas vc ja deve conhecer os casos de pessoas q sao viciadas em chocolate, ou nao param de comer. A maioria eh obesa, mas tem as q nao sao, mas msmo assim isso eh prejudicial. De novo, o exagero.

    Corra atras sim do q te da prazer, mas sem exageros.

    Passar dos limites uma ou outra vez va la. Mas a frequencia eh q caracteriza o vicio danoso.

    A pergunta é, danoso para quem? Para o indivíduo ou para posição que o indivíduo ocupa no sistema?

    É disso que eu estou falando, o conhecimento comum prega que devemos levar uma vida equilibrada, ou seja, devemos ser mais ou menos felizes e ter uma conduta aceitável e proveitosa dentro do meio social.

    A vida é muito curta, e ela da muito murro na gente durante o processo, se o vício que o indivíduo possui é o melhor que a vida tem a oferecer pra ele acredito como sonhador que sou, que este deve mergulhar de cabeça e viver a experiência.

    Como ja citado anteriormente, "não devemos nos arrepender das coisas que fizemos, e sim das que não foram feitas...".

  13. #62
    hardMOB Staff - Moderação Avatar de Spidey
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Feb 2002
    Mensagens
    21.470
    Verdinhas
    1924

    Daí você entra em contradição, porque mergulhando de cabeça numa só atividade você deixa todas as outras, das quais você com certeza vai ter se arrependido de não ter feito, de lado.

  14. #63
    Banido
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Jun 2009
    Mensagens
    17
    Verdinhas
    0

    Citação Citando psycr0w Ver mensagem
    exato!!! Quem não jogou UO não pode falar oq é mmorpg, tem visão distorcida demais. Tem cara que fala merda de UO sem nunca ter instalado e vem falando que WOW é uma maravilha, hahaha, tenho até pena sabe? O jogo mais insano até hoje foi UO, não existe NADA equiparado a ele, absolutamente nada, talvez o promissor Darkfall, que pretendo jogar para experimentar.

    Joguei UO no Mystara por cerca de 10 anos, fora outros servidores que caí nesse meio tempo como Zulu Canada, OSI e etc, mas enfim, eu era uma criança de 12 anos quando comecei, joguei essa merda até meus 20 e poucos anos, inclusive tenho ele instalado aqui no pc, que uso para passear mas n jogo nada.

    Eu acho que não perdi muita coisa não, já que fiz muitos amigos reais lá, gente que frequenta minha casa e etc, claro que deixei sim de estudar como deveria, mas sempre fui em festa, bebi, pegava mulher, trabalhava qndo pintava um, enfim...tive vida e tive jogo.

    Mas a unica coisa que o jogo me estragou foi realmente na escola, mas minhas amizades, minhas conquistas, minhas fodas e etc jamais ficaram para trás, mas sempre rolava de ao invés de sair ir jogar um wow as vezes, mas só qndo não tnha NADA pra fazer, já que moro numa cidade de interior e festa é vez ou outra que rola.

    Atualmente muito no meu recém adquirido xbox360, como o Forfeit, meu vicio é jogo, qualquer jogo. FPS, RTS, Corrida, Luta...menos futebol, que odeio. Mas antes de comprar, eu tava jogando muito DOTA nas horas livres, inclusive tenho servidor de TS dedicado e meio que tenho um clã não oficial, não temos tag e nem nada, apenas "amiguxos jogando".

    Mas esses caras do ts privado começaram a jogar WOW recentemente e eu parei de frequentar, meio que me deu nojo em algumas paradas, pq qq papo que rola os kras vinham falando que eram os melhores no WOW, e como eles não conheceram o UO na época de ouro, não dou moral. Até tentei jogar com eles, mas joguei 10 dias de trial, paguei para jogar um mês, comprei a burning crusade e desses 30 dias que eu tive, joguei 15 e nunca mais, não curto, não engulo.

    É um jogo completamente imbecil, eu nunca quis ter os melhores items de um jogo ou matar o chefe mais difícil, meu negócio é matar os outros e deixar o cara sem nada, coisa que o uo cumpria muito bem. Fora que tinha casas, profissões realmente bem definidas, enfim..não dá pra explicar.

    Acho que tudo que você faz ou passa é válido, sejam coisas boas ou ruims...agora é foda quando você fica estagnado nisso. Por isso eu falo: jogar um jogo é sadio sim, desde que você jogue o jogo por diversão, não para ser o melhor sempre, não vou ser hipócrita em dizer que não tento ser bom no que jogo, claro que tento, mas é aquilo que eu disse: ou eu sou bom ou sou ruim, não fico perdendo meu tempo treinando não...:P

    Quando ao UO, joguei de 1997 até 2007, tive paradas ao longo do tempo, mas o jogo nunca saiu do meu hd e continua aqui até hoje. As vezes logo no Demise ou no Hybrid, mas sem amizades jogando não consigo jogar...então minhas contas tão paradas, mas faço questão de não perdê-las.

    E parei de jogar no Mystara (mesmo em runuo) porque tomei ban pq arrumei um bug nervoso :P

    Não era só UO assim não, Tibia era muito mais doença do que jogo (mais do que uo)
    quanto nego eu conheci que estourou o cartão do banco da mãe pra gastar em PA, quanta briga eu ja vi por tibia.
    joguei UO meados de 98 quando deu uma "caça as bruxas" no tenebra, joguei umas 4 semanas, depois acabou a caça no Tibia e eu voltei correndo e larguei UO, mas eu lembro de uma galera viciada em UO e alguns eram viciados nos dois jogos.
    UO divertia mais o pessoal, Tibia era um jogo de guerra, deixava o cara nervoso irritado, alguem chegava perto pra desligar o pc de sacanagem tu ja grudava um murro na cara da pessoa (ja vi isso em uma lan iuaiejiaehu). Fora morrer e perder lot, toma uma ruim de redskull e perder tudo pro cara, quantas acc roubadas, quanta emboscada pra dropa neguin.

    enfim, ambos ótimos e viciantes jogos que realmente valiam a atenção do cara.

    depois destes pra mim só vieram Diablo II, AOE, e SC pra roubar um pouco de vida.

  15. #64
    Membro
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Jul 2003
    Mensagens
    1.537
    Verdinhas
    287

    Já joguei MMO tbm, por alguns anos até, mas no WoW por exemplo cheguei a ter um char lvl 60 apenas, e foi lvl 60 e só, nunca tive nada de equipamentos bons ou algo do tipo, jogava coisa de tipo uma hora por dia, alguns dias mais, outros menos, mas nunca foi nada que me fizesse deixar de sair pra uma festa ou jogar futebol (Jogo 2/3x por semana).

    Unica coisa que eu vi que me prejudicava era o fato de que eu perdia MUITO tempo lendo foruns e sites do gênero quando estava no trabalho ou apenas navegando na Internet, tempo que hoje utilizo pra coisas mais uteis, como pesquisas e pra aprender algo novo (Trabalho com programação).

    Enfim, mesmo que você não seja um viciado que joga várias horas por dia, ainda assim o jogo acaba consumindo muito do seu tempo, e o pior é que se você quiser jogar casualmente é praticamente impossível ir pra frente no jogo, sem contar que TODOS os MMOs, sem exceção são jogos repetitivos d+, o que torna o mesmo com o tempo chato d+.

    Atualmente jogo só um Starcraft as vezes com alguns amigos, mas é coisa de 30/60 minutos e um ou outro dia, só volto a jogar alguma coisa mesmo quando sair o Sc2, mas ainda assim não vai ser muito tempo.

    Não que eu não goste de jogar, pelo contrário, gosto de vários tipos de jogos, como FPS por exemplo, pretendo inclusive comprar um video game de ultima geração pra mim no futuro, mas agora a prioridade é trabalhar pra que a minha empresa recem aberta saia do lugar.

  16. #65
    Membro Avatar de syndragon
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    acidez construtiva
    Registro
    Apr 2000
    Mensagens
    9.953
    Verdinhas
    1602

    Ultima Online, TFG, Sphere? Quem só jogou isso é que nunca jogou UO na realidade.
    Sair da Town e ter medo de perder sua plate de iron era algo que sequer existia na TFG, itens eram fáceis demais nos shards Sphere. Era morrer, correr pra sua casa, se equipar o mais rápido possível e voltar pro pvp. Em servers de UO de verdade as coisas eram BEM difererentes.


    Noobs

    Fora isso, exageram demais em relação ao Ultima Online.
    Tudo bem, foi o único jogo que me fez tremer as pernas ao sair da cidade(literalmente).
    Mas esse estilo de jogo era algo único na época, o primeiro do estilo, e 95% da emoção está inserida nesse sentido.
    Última edição por syndragon : 18-07-2009 às 4:27

  17. #66
    Suspenso
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Come get some!
    Registro
    Dec 2002
    Mensagens
    4.541
    Verdinhas
    150

    Como ex jogador assíduo de vários RPGS, entre eles MU, Cabal, Lineage, até mesmo Tibia, posso dizer que MMO é definitivamente um atraso na vida real. Hoje eu trabalho e faço diferença, não fico mais em casa, sou elogiado por pessoas, desde o chefe a mulheres, e são coisas que fazem diferença... já num MMO, voce pode ser o mais foda, mas na verdade tem grandes chances de continuar sendo um merda na vida.

  18. #67
    Membro
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Dec 2006
    Mensagens
    360
    Verdinhas
    0

    Citação Citando Baskiat Ver mensagem
    Haha.

    Com ctza, q vicio em jogo eh danoso sim. Mas nao compare com crack, cocaina, ou outro vicio pesado. Nao eh nem de LONGE parecido.

    Os processos quimicos sao parecidos. Mas um jogo de computador NUNCA vai deixar sequelas, ou destruir seu corpo (e mente) como um vicio real faria.

    De fato, qualquer exagero eh danoso. Mas viciados reais em drogas, os danos sao infinitamente maiores. Tenho um irmao assim, ta saindo agora do vicio em cocaina. Ele ta bem deteriorado, mas tem uma vida relativamente normal, ate pq o vicio do pó eh mais psicologico, mas nisso vem o alcool junto na maioria dos casos, o q ajuda a destruir mais ainda.

    Nao, nao há comparacao, fora o fato q vc perde os dias jogando (perde os dias subsequentes aos binds de pó, ou bebedeiras, etc). Mas soh isso. Drogas destroem bem mais.

    Eh mto, mto, MTO melhor um filho meu perder um fds, ou uma festinha, ou uma pseudo-vida social, jogando pc do q se viciar realmente em algo quimico.
    Eu tenho um primo dependente químico que começou com maconha e foi parar no crack. O cara vive até hj em clínicas se tratando, por isso eu sei muito bem a diferença. De maneira nenhuma eu quis comparar a gravidade de uma coisa com a outra. Eu sei que depedência química é muito pior, a única comparação que eu fiz foi com relação a necessidade de estar sempre se drogando ou, no caso do vicio em jogo, jogando e o atraso que isso causa na vida da pessoa.

    Seu filho perder uma festinha ou alguns dias jogando não é o problema, nota-se que vc não entendeu a parte que eu disse que quem já fez isso nem de longe pode se considerar um ex-viciado pois é uma coisa normal. Problema é quando a pessoa começa a parar de estudar, largar a faculdade, não arrumar um emprego, deixar de viver por causa de jogos, desenvolver distúrbios psicológicos como a drepressão e ter uma série de outros problemas relacionados a falta de convívio social. Ou vc acha que isso não acontece? Acontece meu caro, e aconteceu comigo.

    Eu geralmente não falo sobre isso e tento manter as aparências de um cara normal, mas achei o tópico interessante e resolvi dar o meu relato. Se tem gente que acha que é brincadeira, que é draminha ou sei lá o que, blz. Continua nessa vida sedentária ai na frente do PC que tu vai ver onde isso vai dar.

  19. #68
    Membro Avatar de Diego - Evil
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Loading...
    Registro
    Jun 2002
    Mensagens
    8.645
    Verdinhas
    1432

    Citação Citando Forfeit Ver mensagem
    Algumas pessoas tem uma disposição inata pra vicios. Eu sou uma, por isso tenho que me cuidar. É coisa de familia, cada um tem um vicio. Minha irma tem com sapatos (tem uns 200 pares), minha mãe com livros, meu tio com cartões de celular e meu outro tio com bebida, cigarro e mulher.

    Meu vicio sempre foi jogo. Tambem joguei muito UO e nunca joguei War pq se jogar sei que vou ficar viciado mesmo. EU não posso fazer nada. Joguei muito UO e não me achava loser nem nada, continuava saindo e fazendo as mesmas coisas que fiz. Mas, sem duvida, no auge do UO achava muito mais divertido ficar em casa jogando do que saindo ou fazendo coisas que as outras pessoas acham mais interessantes. Saia com os amigos pra ir tomar ceva ou ver jogo e ficava pensando "qual a graça desse jogo de futebol? eu não tenho controle nenhum sobre o que ta acontecendo. Quando eu jogo eu pelo menos posso escolher o que fazer e quando fazer". Sempre achei jogos muito melhores que filmes, futebol ou festas de familia.

    Era um loser por pensar nisso? Na minha opinião, não. Fazia o que queria e me divertia muito. Isso não prejudicou minha formação e isso é o mais importante. Hoje em dia eu manero mas sempre acabo exagerando e gastando mais tempo do que imaginava. FAzer o que, eu gosto. Vo pra frente do PC e passo horas me divertindo e o tempo mal passa. Vou numa festa chata e cada minuto parece uma eternidade e eu fico pensando no tempo que to perdendo fazendo uma coisa que não me da prazer.

    Agora, sobre mulher, felizmente tem muita no mundo e isso nunca me faltou. A melhor coisa a fazer é arranjar uma mulher que não seja grude e que não se importe que tu gaste um pouco de tempo fazendo o que tu gosta de fazer.

    Tem muitas pessoas com vicio, e isso domina muito a vida delas. Ate hoje não sei se os viciados (seja em jogos de PC, drogas, jogo de azar, mulher, cigarro, alcool) so sentem prazer nisso, e as outras coisas acabam ficando de lado, ou se são as pessoas "normais" mesmo (que não tem esse vicio) que não tem nada de especial na vida delas e por isso elas acabam fazendo tudo que é considerado normal porque pra elas essa é a unica fonte de prazer, mesmo que não chegue aos pés do que um viciado sente quando ta fazendo algo pelo que é obcecado.

    Conheço gente na faculdade que é viciada em trabalho. Esses a gente acha que vão se dar bem na vida, e até podem conseguir sucesso profissional, mas a maioria é, assim como outros viciados, um "loser" na area social. Faço medicina e tem muita gente assim la: a maioria namora gente de outras cidades (e ve uma vez por mes, se isso), quando sai só sai pra encher a cara ou nem isso, passa metade do dia estudando.
    Concordo com vc cara.

    E a teoria dos exessos.

    Sempre tive em mente que existe TODO o tipo de nerd.
    No meu tempo de escola, tinha um amigao que era vciadissimo em futebol.
    Diziamos que ele era nerd por futebol.
    Na epoca nerd eram apenas aqueles que so falavam de computador.
    ele, so falava de futebol.

    Hj, na minha faculdado os caras se matam p ficar falando de futebol.
    é um saco, me sinto deslocado.
    Simplesmente nao rola um assunto legal, mais cult.
    sempre cai na mesma merda.

    Conheço gente viciada, "nerd" de trabalho e de dinheiro.
    so pensa em trabalho, ou so pensa em dinheiro.
    E acaba fodendo todas as outras relações.

    Vejo todos da mesma forma.
    são manifestações diferentes de um mesmo fenomeno.

  20. #69
    Membro Avatar de Diego - Evil
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Loading...
    Registro
    Jun 2002
    Mensagens
    8.645
    Verdinhas
    1432

    Citação Citando ganondorfan Ver mensagem
    Caralho, essa resposta me faz pensar no sentido de estar vivo, partindo deste presuposto, o melhor que cada um de nós pode fazer é buscar o que mais traz felicidade enquanto vivos.
    Se ficar em frente de um Eletrônico traz mais felicidade e satisfação doque as atividades sociais do mundo real, talvez o problema não esteja no "viciado", mas sim no "mundo real".

    Acredito que o princípio desta discussão seja uma certa preocupação, ou agonia sobre as pessoas estarem perdendo tempo na vida em frente a mundos virtuais, porém, se pararmos para analizar a origem desta "preocupação" que é combustível deste Thread, esta origem se embasa no sistema social que estamos inseridos, percebam que toda atividade que foje do que é tido como correto e "dentro das normas sociais" nos causa um certo incômodo, pois nós fomos a vida toda preparados para contribuir com o meio, contribuir com o "sistema".

    Portanto acredito que antes de julgarmos quem joga, quem fuma ou pratica qualquer tipo de vício, devemos antes refletir, se estas pessoas não estão apenas buscando o que mais as tornam felizes, cada um joga com a arma que tem.
    Interessantissimo seu ponto de vista.

    Me lembrou os tempos que eu dava "role" a noite...crtia uma heavy metal..troquei ideias com uns punks bem chucros, outros punks inteligentes e talz.

    O negocio e o seguinte:"SOCIEDADE ALTERNATIVA".
    as vezes, o individuo descontente com o meio que vive, busca um outro meio que lhe faça feliz.
    busca pessoas semelhantes.

    Eu mesmo, buscava o "movimento" do rock pra abrir a cabeça, conhecer opinioes de pessoas como eu, que de algum jeito estavam descontentes com o mundo/sociedade em que viviam.

    Hj eu jogo pra distrair.
    pra esquecer do mundo por umas horas.
    assim como aquele que bebe, assim como aquele que joga futebol pra desestressar/esquecer do mundo e responsabilidades.

    As sociedades alternativas estao cada vez mais frequentes.
    elas acontecem em jogos como lineage, second-life, wow, tibia etc.

    assimo ate com quem mora em condominios.
    é um especie de sociedade alternativa.
    alguem que busca uma realidade de morar/viver um pouco diferente do mundo lá fora.

    ....este topico "ta ficando" bom
    doidera...viagem

  21. #70
    Membro Avatar de Diego - Evil
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Loading...
    Registro
    Jun 2002
    Mensagens
    8.645
    Verdinhas
    1432

    Citação Citando Cross(|_uiz) Ver mensagem
    É complicado dizer, mas vamos lá...

    Sempre tive um vida conturbada, briga entre os pais, meu pai sempre largando empregos, quando tinha uns 17 anos conheci o muonline, comecei jogando as vezes e aquilo parecia um remédio, entrava no jogo e a realidade da minha vida ia embora, após um mês jogava a noite inteira e o fim de semana inteiro (internet discada), mas ainda conseguia levar uma vida normal durante o dia, aos 18 anos comecei a dar manutenção em computadores de lanhouses, o que me puxou mais ainda para esse mundo, agora eu jogava 12 a 18 horas por dia, as vezes meus amigos me capturavam pra mim sair ou jogar bola (moro em cidade pequena, as amizades são bem próximas), e numa dessas saídas conheci minha mulher, eu era tão louco, jogava tanto e ficava tão incomunicável (quando não estava dormindo ou trabalhando, estava jogando), que ela aprendeu a jogar e começou a jogar pra pelo menos estar perto de mim e aos poucos ela, a família dela e meus amigos conseguiram me tirar desse vício.

    Ainda tenho muitas sequelas disso tudo, apesar de ser um cara esperto e ser inteligente, não consigo simplesmente trabalhar muito tempo no mesmo lugar, não sou uma pessoa tranquila, não consigo estudar, não gosto muito de abraços e cumprimentos, não consigo me sentir a vontade em lugares de grande aglomeração de pessoas, hoje consegui melhorar em vários aspectos a minha vida e a vida da minha família, mas é só o começo, tento brigar todo dia contra isso. Ainda sou o cara engraçado que contava piada e "zuava" com a "mulekada", mas não tão engraçado assim, ainda sou o cara de bom coração, sempre disposto a ajudar a quem precisa, mas não tão disposto assim, ainda sou o cara educado e interessante que eu era, mas nem tão educado e interessante assim.

    Como podem perceber joguei fora vários pedaços de mim e agora estou lutando todo dia pra achar um por um, mais não é fácil a batalha é dura, mas agradeço por ter sido apenas um jogo, uma virtualidade, poderia ter sido drogas!!!

    Um abraço.

    Pow cara, que foda.....
    jogo fode com o cara...mas como dizem muitos pais..e eu ate concordo..."melhor aqui do que na rua".

    Droga e pior.

    Eu tenho um pouco disso que vc diz.
    eu sempre fui um cara muito engraçado, contador de historias...hj nem tanto...
    sempre tive facilidae pra me comunicar e auto confiança...hj isso esta um pouco diferente...mas ainda bem, a diferença é leve.
    sempre me relacionei muito bem com pessoas mais novas q eu...hj nem tanto.


    Mas depois de ler seu depoimento e o do cara que disse que praticamente tem fobia de lugares cheio de gente...vejo que o que rolou comigo foi/é leve.

    PS acabei de apagar lineage 2 aqui.
    nem estava jogando, mas e pra garantir que nao volte.
    de hoje em diante, só single player....acabou, chega

    tenho jogado d2 a 15 dias...to parando tb...ate pq jaja terminam as ferias da facu.
    depois acho q nao jogarei mais...nao tantos dias seguidos....em breve desinsta-lo.
    tenho mais 10 dias de ferias.

  22. #71
    Membro Avatar de Diego - Evil
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Loading...
    Registro
    Jun 2002
    Mensagens
    8.645
    Verdinhas
    1432

    PS: imaginem quem mora em paises onde chove ou neva muito?
    nem que eles queiram nao podem sair de casa......
    sao bem mais propicios a mergulhar em vicios e nao conseguir sair.

    Graças a Deus moro num pais tropical
    hj fez um dia lindo

  23. #72
    Membro
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Jul 2003
    Mensagens
    21.624
    Verdinhas
    464

    Instalei UO, entrei num server por 3 minutos, matei 2 skeletals e desinstalei.

    Não é a mesma coisa...

  24. #73
    Membro
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Apr 2003
    Mensagens
    3.537
    Verdinhas
    0

    bom que nem todo mundo é assim, joguei wow por 2 meses no vicio pq varios amigos meus compraram juntos, dai parei de jogar, eles continuaram e todos eles tem vida.
    o tipo descrito no topico normalmente tem meio cerebro "a gente" se aproxima deles no jogo e usa bastante depois descarta.

  25. #74
    Membro Avatar de Elrond
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Oct 2001
    Mensagens
    10.136
    Verdinhas
    72

    3min é o tempo que vc gasta pra vender a roupa e os itens inuteis que vem com o personagem na hora da criação, para depois pegar a grana, comprar uma picareta e se dirigir a mina de Minoc.

    Se vc ñ escolheu pra nascer em Minoc, se ferrou.

  26. #75
    Membro
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Jul 2003
    Mensagens
    21.624
    Verdinhas
    464

    Citação Citando Death_ Ver mensagem
    Pra vc ter instalado e em 3min ter conseguido matar 2 skeletons, realmente, nao eh a msm coisa...

    Entrei no UOemise, um dos poucos freeshards que prestam hoje em dia. Na verdade, matei mais alguns zombies também. Acho que 2.

+ Responder Tópico Ir para o Fórum
Página 3 de 4 Primeira 1 2 3 4 Última

Assuntos do tópico

Compartilhar

Permissões