+ Responder Tópico
Página 2 de 3 Primeira 1 2 3 Última
  1. #26
    Membro Avatar de CiD Fairbanks
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Mar 2002
    Mensagens
    4.446
    Verdinhas
    1012

    Eu acredito que as placas mãe mais baratas, em determinadas condições, abrem o bico.

    Puro achismo, mas atravez da minha experiencia nos ultimos 18 meses.

    Mesmo assim, após minha g31m-es2c parar de funcionar, fui lá e comprei uma identica, pois pelo custo/beneficio, valia a pena pagar mais barato.

    Neste meu kit da assinatura, já é minha terceira placa mãe num período de 18 meses.

    Acredito que usando muitos HDs, (eu uso 5), e placas perifericas (vga+ audigy), as placas mais baratas tendem a ter uma vida uito mais curta do que o que seria o normal.

  2. # Publicidade
    Publicidade

  3. #27
    Membro Avatar de Argusk
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Jan 2006
    Mensagens
    2.984
    Blogs
    7
    Verdinhas
    3814

    É como dizem né: a ignorância é uma bença.
    Vamos lá: para quem não sabe o arroz tem parte como composto o amido, AMPLAMENTE UTILIZADO, na industria em geral. O fato é como eu disse antes: como o arroz é abundante em outros países, eles fazem uso dele (aqui no Brasil, por exemplo, usa-se mandioca). Como conseque-se mesclar polimeros com amido, o que até deixa mais barato o produto, fazem uso disso.

    Caros amigos, não é porque vocês nunca ouviram falar que não existe. Tem nego aqui que acredita que eu retirei esse papo de arroz do meu imaginário mundo de bob. Faz-me o favor. Nunca que eu viria num lugar, igual hardmob, falar um trem desse sem nunca ter visto nada parecido.

    Para os que duvidam da aplicabilidade do amido (arroz) vai umas infos: (em spoiler, porque alguns aqui já demonstraram não ter qualquer interesse em ler, falam pelos cutuvelos no auge de suas arrogâncias)

    Spoiler:


    Com tecnologia nacional, Brasil se prepara para liderar indústria de biopolímeros
    por Fernanda Dalla Costa — última modificação Jun 07, 2010 02:04 PM
    tags: Reciclagem, biopolímeros, dia do meio ambiente, compostagem, biodegradável, Eficiência energética
    Sendo um dos principais celeiros do mundo, com grande diversidade biológica, o Brasil está bem posicionado para ser um dos principais produtores de biopolímeros no mundo, inclusive com tecnologia nacional, mas para isso precisará superar os desafios de criar demanda no mercado interno e desenvolver metodologias de certificação próprias para ganhar confiança da cadeia produtiva e dos consumidores.


    >Fabricantes de bioplásticos juntam forças em torno de associaç
    >Braskem e Fapesp destinam R$ 50 milhões para desenvolvimento de
    Segundo estudos da consultoria americana Frosta & Sullivan, o mercado de biopolímeros no Brasil atingiu cerca de R$7,9 milhões em 2009. Enquanto isso é pequeno comparado com setor de petroquímico que fatura anulamente mais de R$10 bilhões anuais, a taxa de retorno de investimentos no setor podem crescer anualmente cerca de 140% até 2015.

    Este crescimento se dá com maior demanda por embalagens e produtos que possam substituir o plástico oriundo de petróleo, que ao mesmo tempo emitam menos gases efeito estufa e sejam biodegradáveis. Atualmente os grandes motores desta demanda são o setor alimentício e o automotivo, que já buscam alternativas.

    João Carlos de Godoy Moreira, diretor de Tecnologia e Inovação da Biomater Eco-Materiais, empresa que saiu dos laboratórios da Universidade Federal de São Carlos e se associou à holandesa Rodenburg Biopolymers, sente esta crescente demanda na pele, o que afeta as suas ações de marketing, o que contrasta com a necessidade de difundir a tecnologia,

    "Somos uma empresa pequena e já estamos com uma capacidade tomada de clientes, tanto que estamos deixando de investir em publicidade e participar de feiras porque estamos trabalhando com a nossa capacidade máxima," explicou.

    A Biomater já está estudando planos de abrir uma fábrica para atender à demanda.

    Diferentemente do México, o maior concorrente regional que produz biopolímeros do milho, o Brasil pode escolher a fonte da matéria prima entre mandioca, batata, cana de açúcar e até outras culturas que não competem diretamente como fonte de alimentos.

    Também diferenciando-se do bioplástico, que é um polímero tradicional como polietileno só que feito de matéria renovável com o etanol – um dos principais produtos que a Braskem e Solvay Indupa estão usando para surfar a crescente onda verde – os biopolímeros propriamente ditos são materiais com as mesmas características de alguns plásticos, mas que são totalmente biodegradáveis.

    ORIGEM E PROCESSOS ORGÂNICOS

    Existem na verdade três principais tipos de biopolímeros no mundo: o baseado em amido, que pode ser usado para vários usos como copos, sacolas e embalagem de alimentos como iogurte; o PLA (ácido polilático) que pode ser usado para os mesmos fins, com a vantagem de ter resistência térmica; e o BHP (polihidroxibutirato) que é manufaturado por meio fermentação bacteriana de matéria orgânica.

    Além das grandes empresas no Brasil como Braskem, Basf e Solvay, que estão pesquisando estes materiais, existem vários laboratórios dentro das universidades e pequenas empresas que estão estudando estes materiais e aprimorando tanto a técnica de produção quanto as suas características físicas para ampliar criar cada vez mais usos para estes produtos.

    Com as pesquisas que estão sendo realizadas em institutos de pesquisas, universidades e empresas, o setor espera aperfeiçoar o material e diminuir as suas limitações.

    "Os biopolímeros têm muito que caminhar, mas já evoluíram bastante, até pouco tempo eles não agüentavam altas temperaturas, hoje eles já suportam", disse Walcenyr Neto, gerente de produto do Ingeo®, biopolímero desenvolvido há nove anos pela Cargill na América de Norte.

    A alemã Basf, por exemplo, em parceria com a Corn Products, está apostando no material, mesmo produzindo outros tipos de polímeros de matéria prima não orgânica. Como qualquer produto novo que chega ao mercado, os biopolímeros ainda não têm a mesma escala de produção de um material que já é uma commodity, o que reflete no alto custo do material, afirmou Letícia Mendonça, gerente de Negócio de Especialidades da Basf para a América do Sul.

    "O material começa sendo usado em um nicho específico, que com o tempo vai se ampliando", disse Mendonça, da Basf. "Eu não acredito que ele irá substituir o plástico convencional em tudo que a gente vê no mercado hoje".

    O material já vem sendo usado para a fabricação de embalagens, especialmente as que se contaminam com alimentos, sacos para lixo orgânico, produtos descartáveis em geral e produtos para agricultura, porém está ganhando outras aplicações mais elaboradas, que exigem alta performance e estabilidade ambiental, como em produtos semi-duráveis e duráveis.

    "A presença de biopolímeros em eletrônicos verdes e na indústria automobilística está crescendo", comentou Moreira, da Biomater. "O material é reciclável, como qualquer outro plástico, com a vantagem de ser biodegradável quando as outras alternativas de reciclagem se esgotarem".

    GANHAR CONFIANÇA

    Um dos grande desafios, no entanto, é a padronização e certificação do produto.

    No Brasil não existem laboratórios homologados para certificar nem os biopolímeros, nem os produtos transformados, indicando que realmente o material é de fonte renovável e/ou biodegradável e compostável. O sistema de certificação deverá ser ligado ao Inmetro, que homologa os laboratórios aptos a realizarem os testes.

    Moreira, da Biomater afirma que não é apenas o produtor de resina que necessita da certificação, mas também os transformadores, têm que certificar o produto final, para dar garantias ao consumidor de que ele realmente está manipulando um material compostável.

    Sem a possibilidade de comprovação da origem do material, o acesso aos benefícios fiscais fica bloqueado, mesmo que governo ainda preste pouca atenção a este setor.

    "Como o governo dará incentivos se não tem a comprovação da origem do produto?", questiona Moreira. "O primeiro passo é ter o sistema de certificação organizado para podermos organizar todo o processo".

    A opção no momento é buscar certificação no exterior, que além de custa caro, leva cerca de sete meses.

    Como falta de padronização e certificação nacional, a cadeia também demora a desenvolver-se, principalmente na adaptação do setor transformador que precisa investir em maquinário e conhecer melhor as cacaratecrísticas físcias do produto. Analogamente, o setor de plásticos oriundos da petroquímica conta com cerca dezenas de fabricantes de resinas e mais cerca de 5 mil transformadores.

    Apesar da diretora da Basf afirmar que os transformadores precisam fazer poucos investimento para manipular os biopolímeros, existem diferenças importantes.

    "Não é tão simples, não basta pegar um plastico biodegradável e colocar na extrusora, existem uma série de complicantes", afirmou Maria Filomena Rodrigues, pesquisadora do Centro Tecnologia de Processos e Produtos do IPT.

    Ademar Benévolo Lugão, pesquisador do Instituto de Pesquisas Energéticas Nucleares, órgão vinculado à USP acredita que, para o transformador, seja muito difícil processar alguns tipos de biopolímeros, em particular os originados do amido.

    "Quanto mais natural ele for, mais difícil é o processamento, o polímero sintético, já está aperfeiçoado para um sistema de produção adaptado ao maquinário disponível em nossos parques industriais," explicou.

    Não obstante estas questões, as pesquisas têm reduzido os preços, fato que permitiu à Cargill e a Bunge testar o mercado agrícola importando sacaria feitas de biopolímeros, à transportadora aérea Tam, que já introduziu o material biodegradável como seus pratos de refeição servidos durante os voos, enquanto grandes redes de varejo com o Wal Mart estuda a introdução de bandejas biodegradáveis para vendar frutas e legumes.

    "Os biopolímeros já custaram 14 mais que os sintéticos, sendo que hoje os valores já estão bastante próximos devido à escala de produção que já atingimos", disse Neto. "Nesse ritmo, em breve teremos valores competitivos ou mesmo inferiores ao dos polímeros convencionais".

    Para ele, o ganho de escala vai ser a principal chave para destravar o setor. Ele compara com o desenvolvimento de mercado de outras resinas que enfrentaram um ciclo longo até ganhar ubiquidade no mercado.

    "A consultoria McKinsey mediu o tempo que os principais plásticos demoraram para vender 150 mil toneladas em um ano", disse Neto. "O estudo mostrou que o PET demorou 12 anos, o polipropileno seis anos e o Ingeo entre 9 a 11 anos, sendo que já estamos completando nove anos no mercado".

    Com as grandes empresas do setor petroquímico cada vez mais desafiadas a melhorar sua pegada de carbono e com um público cada vez mais consciente, o espaço para novos produtos menos impactantes ao meio ambiente, mas que tenham bom espectro de uso, está aberto.

    Mas para isso é preciso de políticas públicas para distinguir como melhor usar os biopolímeros e quais os usos mais adequados, pois os plásticos feitos de petróleo ainda vão estar presente na sociedade.

    fonte: http://www.revistasustentabilidade.c...e-biopolimeros



    O uso do amido é tão amplo que é utilizado na industria aérea, como se pode ver no seguinte link:
    http://www.unimep.br/phpg/editora/re...rct16art07.pdf

    Casca de arroz para substituir silica:

    Título da Patente:Obtenção da sílica presente na cinza da casca de arroz (cca) a partir da queima da casca de arroz (ca).
    Patente número:PI0804379-5A2

    Obtenção da sílica presente na cinza da casca de arroz (cca) a partir da queima da casca de arroz (ca). Que se baseia na combustào controlada da ca (casca do arroz) que gera cinzas em formas estruturais variáveis dependendo do tipo de equipamento usado para a sua queima como também o tempo e temperatura resultando na cca (cinza da casca do arroz) que é composta em até 95% de dióxido e em sua estrutura amorfa quando queimada em intervalos de temperatura de 400 a 800°c com patamar de duas a oito horas e sendo posteriormente micronizada com sua aplicaçâo como matéria prima para a produção de peças termo-moldadas por injeção atendendo aos mercados de autopeças e brinquedos e carcaças para eletrodomésticos e com a sua reciclagem ajuda na conservação do meio ambiente substituindo em parte a extração da areia na natureza e podendo ajudar a incentivar a plantação de arroz.

    ---------------------------------------------------------------------
    Para o amigo que veio falar que conhece computador da época que monitor era de fosforo. Por favor, perca esa mania de brasileiro que conhece meia dúzia de coisas acha que mais ningúem conhece. Parece técnico em computador que acha que todo mundo é semi-letrado igual ele. É o cúmulo da arrogância. Você conhece computador da época do monitor de fosforo? Parabéns. Eu conheço da época do Cobra. Salienta-se, com essa informação sua, que, então, vive ainda naquele momento, vindo com essas prepotência pra cima de mim como se me conhecesse. Poderia ter se poupado e ter feito uma busca sobre o assunto, antes de vim pra cima de mim com pau e pedra sem menos ter conhecimento sober tal.

    Faz me rir os brasileiros. Vivemos na época das pedras em relação a tecnologia e ainda tem nego que teima e dúvida da existência de certas coisas SÓ porque ele nunca ouviu falar.

    Façam uma busca sobre o uso de amido no google e vejam por si só.

    Como eu disse em outro post: não vou ficar discutindo isso; quanto mais num local igual hardmob que é composta por 90% de xiitas (de acordo com cada area). Não querem aceitar ?? Beleza. Não fiquem ressentidos comigo. =*** beijonãomeliga
    Última edição por Argusk : 14-06-2010 às 22:40

  4. #28
    Membro Avatar de hirano
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    hiranosan
    Registro
    Nov 2007
    Mensagens
    4.020
    Verdinhas
    251

    Lembro de um teste de um chipset AMD (790GX talvez?) em que os benchmarks do Modern Warfare 1 tinham uma grande diferença trocando apenas a placa-mae/chipset, isso usando video offboard obviamente.

    [edit]
    Amazing look at that ... interestingly enough COD4 benefits from CPU differences in the higher resolutions from more processor power, meaning in the lower resolutions our graphics card is the bottleneck.

    Among the GF8200 and 680I based mainboards very marginal differences. But the 790GX kicks in much harder, I have no explanation for this, we ran the test 3 times to make sure the results could be replicated and for all setups we used the same graphics driver. No clue.
    http://www.guru3d.com/article/amd-79...7das-review/12

  5. #29
    Membro
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Mar 2003
    Mensagens
    20.930
    Verdinhas
    489

    Citação Citando hirano Ver mensagem
    Lembro de um teste de um chipset AMD (790GX talvez?) em que os benchmarks do Modern Warfare 1 tinham uma grande diferença trocando apenas a placa-mae/chipset, isso usando video offboard obviamente.

    [edit]

    http://www.guru3d.com/article/amd-79...7das-review/12
    mas como mesmo ele ficou espantado, isso é uma exceção, mesmo em mbs diferentes com o mesmo chipset pode existir alguma variação (não tao grande) ai era o caso de investigar mais e tentar repetir em outros jogos, caso não exista algo assim descobrir por que aconteceu nesse jogo esse "bug", bug causado por software, hardware, se sim, tetar com outra vga, outra MB com o mesmo chipset e etc

    aqui
    http://www.overclockersclub.com/reviews/a7das/15.htm

    a MB com o 8300 (que é exatamente igual ao 8200 quando você desativa o IGP) esta praticamente igual a com 790GX no COD4 com VGA externa o que é o normal e esperado, e em geral voce vai econtrar, variações pouco significantes entre varias mbs bem diferentes em jogos,

  6. #30
    Membro
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Jul 2004
    Mensagens
    7.314
    Verdinhas
    2306

    O champz ali me coloca um wall of text gigante offtopic sobre o amido que não fala absolutamente nada,e ainda depois das asneiras que falou vem dizendo que a gente não sabe nada?
    Não espere mesmo que alguem vai ler essa citação enorme de quem falou de "slot ddr que não passa bem os dados"
    E se não tá satisfeito com a HM ou o Brasil,pq ta aqui ainda?

    Citação Citando CiD Bobera Ver mensagem
    Eu acredito que as placas mãe mais baratas, em determinadas condições, abrem o bico.

    Puro achismo, mas atravez da minha experiencia nos ultimos 18 meses.

    Mesmo assim, após minha g31m-es2c parar de funcionar, fui lá e comprei uma identica, pois pelo custo/beneficio, valia a pena pagar mais barato.

    Neste meu kit da assinatura, já é minha terceira placa mãe num período de 18 meses.

    Acredito que usando muitos HDs, (eu uso 5), e placas perifericas (vga+ audigy), as placas mais baratas tendem a ter uma vida uito mais curta do que o que seria o normal.
    Tem algo realmente errado no seu sistema(veja se a fonte ta certa,seila).
    Eu tive uma g31m-s2l,ótima placa alias,ficou cmg mais de 1 anos e meio até eu vender,funcionava perfeito,qualidade de construção boa(caps sólidos no VRM,bobinas de ferrite,etc)
    Última edição por DVSV : 16-06-2010 às 18:58

  7. #31
    UmK
    UmK está offline
    Suspenso
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Aug 2000
    Mensagens
    12.180
    Verdinhas
    7

    Citação Citando Argusk Ver mensagem
    blablablabla brasileiros blbalbalba
    interessante como você inclui outras 190 milhões de pessoas em uma autocritica.

    Eu conheço da época do Cobra.
    conhecer tudo bem, mas entender até hoje nada né.
    Última edição por UmK : 16-06-2010 às 3:27

  8. #32
    hardMOB Staff - Moderação Avatar de eduhunter
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    test automation
    Registro
    Sep 2004
    Mensagens
    10.696
    Verdinhas
    4726

    Citação Citando CiD Bobera Ver mensagem
    Eu acredito que as placas mãe mais baratas, em determinadas condições, abrem o bico.

    Puro achismo, mas atravez da minha experiencia nos ultimos 18 meses.

    Mesmo assim, após minha g31m-es2c parar de funcionar, fui lá e comprei uma identica, pois pelo custo/beneficio, valia a pena pagar mais barato.

    Neste meu kit da assinatura, já é minha terceira placa mãe num período de 18 meses.

    Acredito que usando muitos HDs, (eu uso 5), e placas perifericas (vga+ audigy), as placas mais baratas tendem a ter uma vida uito mais curta do que o que seria o normal.
    Eu desconfiaria da fonte Cid..

    Já tive um sistema com 4 hd's + P35 (P5K-Premium) + LGA 775 + VGA 9800GTX (a primeira versão) numa PSU Enermax 500W e a bichinha segurou rock solid por 2 anos seguidos..

  9. #33
    Membro Avatar de Erich
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Jan 2001
    Mensagens
    1.605
    Verdinhas
    80

    Placas feitas de prensado de arroz.
    Sim, agora já quase posso dizer que já vi de tudo na vida.
    Pior num foi nem a merda que o cara disse mas sim as tentativas de se explicar.
    Desculpa mas sou obrigado a colocar isso:

  10. #34
    Membro Avatar de svee
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Apr 2003
    Mensagens
    12.828
    Verdinhas
    1100

    Citação Citando ABADDON Ver mensagem

    HEHAEHAEH essa valeu o dia


    @topico
    Hoje a grande diferença entre mobos caras e baratas é ter ou não suporte a RAID, SLI, Crossfire e capacidade de overclock.

  11. #35
    Membro Avatar de ]D.HunteR[
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Apr 2003
    Mensagens
    671
    Verdinhas
    31

    manda para o botecoooooo!!!11!!1!onze!
    precisamos de um novo meme, por favor!
    o trovalds jah caiu =P !!!

    @topic
    Nova linha de placa mãe da asus!!!
    Se vc sentir fome, acrescente um pouco de água fervente, aguarde 3 min, abra o case do PC e estará pronto o seu Nissin MB !!!

  12. #36
    Membro
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Oct 2003
    Mensagens
    7.568
    Verdinhas
    585

    Para o champs aí:

    BIOPOLÍMERO é diferente de ARROZ PRENSADO

  13. #37
    Membro
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Mar 2006
    Mensagens
    367
    Verdinhas
    78

    Citação Citando BlackOmega 99 Ver mensagem
    Que bom q vc conhece pessoas que mexem, pq eu e o umk mexemos com computadores desde que eles tinham telas de fosforo e ateh hj soh vi ninho de formiga em computador de quem não cuida...
    O mecânico do morro atras do meu condominio mexe com carro desde o segundo fusquinha e eu não deixo o meu na mão dele nem fudendo.
    O fato de fuçar com computador desde que tinha 10 anos não significa que você está atualizao e muito menos que trabalha com qualidade...
    Ainda mais se tratanto de algo que evoluiu pouco né... desde as telas de fosforo.

    fail esse argumento...

  14. #38
    Membro Avatar de Argusk
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Jan 2006
    Mensagens
    2.984
    Blogs
    7
    Verdinhas
    3814

    Citação Citando TheLittle Ver mensagem
    Para o champs aí:

    BIOPOLÍMERO é diferente de ARROZ PRENSADO
    Realmente, expressei de forma errada. Não trata-se de utilizar o arroz em si, mas o amido retirado dele. O fato de ter dito isso, não muda a existencia da aplicabilidade do amido e muito menos o seu uso no meio eletrônico.

    Citação Citando Punisher_BR Ver mensagem
    O mecânico do morro atras do meu condominio mexe com carro desde o segundo fusquinha e eu não deixo o meu na mão dele nem fudendo.
    O fato de fuçar com computador desde que tinha 10 anos não significa que você está atualizao e muito menos que trabalha com qualidade...
    Ainda mais se tratanto de algo que evoluiu pouco né... desde as telas de fosforo.

    fail esse argumento...
    Foi bem por ae que eu quis dizer quando falei que conhecia computadores desde a época do Cobra. Porém, alguns aqui não conseguem ter a mesma percepção.

    Citação Citando UmK Ver mensagem
    conhecer tudo bem, mas entender até hoje nada né.
    Digo o mesmo para você.

  15. #39
    UmK
    UmK está offline
    Suspenso
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Aug 2000
    Mensagens
    12.180
    Verdinhas
    7

    Citação Citando Argusk Ver mensagem
    Digo o mesmo para você.
    a diferença é que tenho evidencia do contrario

  16. #40
    Membro Avatar de Argusk
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Jan 2006
    Mensagens
    2.984
    Blogs
    7
    Verdinhas
    3814

    Citação Citando UmK Ver mensagem
    a diferença é que tenho evidencia do contrario
    Quais? Você refutou o que disse com base na sua opinião. Assim é fácil.
    Eu continuo afirmando, com base na minha opinião, que placa-mãe de baixo custo leva componentes vagabundos e que podem acarretar em problemas futuros, desvinculados dos fps. Quer dizer que eu estou errado e você certo ?!? Sendo que ambos partimos da premissa do que achamos.

  17. #41
    Membro Avatar de Diablero
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Exorcista
    Registro
    Jul 2004
    Mensagens
    7.337
    Verdinhas
    1707

    Argusk.
    Soh pq estao PENSANDO e ESTUDANDO o uso de placas de bio-polimero e etc.., nao significa q estejam. No proprio texto em q vc linkou, estao falando q placas de bio-polimero ainda sao mais caras q placas de silicio normais.

    Viagem sua.

    Daqui a poco vc vem e coloca um wall of text onde dizem que a computacao baseada em proteinas eh o futuro, entao vai afirmar que "placas de arroz" sao melhores....

    E outra, cade as evidencias que as supostas "placa de arroz" sao piores q as de silicio?? da onde vc tirou isso?

    ---

    @ topic.
    Epoca de placas mae lixosos era PCchips, na epoca de 99-2000, onde o mercado e a concorrencia eram limitados, e a busca por produtos baratos era insana... capacitores com produtos lixos, mao de obra sem capacitacao e pessimo controle de qualidade em fabricas chinesas...
    Hoje em dia as fabricas lixosas ja foram pro lixo, ou entao se ajustaram a nova realidade. Hj em dia busca-se o barato, mas com padrao de qualidade. Todas as marcas tem linhas de produtos baratos e caros, e grande parte dos produtos vem de um mesmo fornecedor e mesmo preços.
    Vide a Foxconn, maior fabricante de placas mae do mundo, soh recentemente passou a vender com marca propria, mas ela vendia para Asus, Msi, e pcchips da vida..., seus produtos iam desde as -X SE até as Rampage Extreme.

    Biostar é uma ótima marca, onde tem produtos de baixa linha, e alta linha, como falaram, a maior diferença é o numero de funcoes integradas, onde cada funcao a mais, aumenta-se de forma exponencial a complexidade da placa.

    As placas funcionam em layers, placas baratas variam de 3 a 4 layers, e placas caras chegam a 16 layers para poder interligar todos os chips necessarios.

    Mas a qualiade dos componentes não é para variar dentro dentro de uma mesma marca, ja q seu fornecedor eh o mesmo.

    Uma placa com 2 portas SAta, sem raid, 2 slots DDR2, e 4 slots pci com pci-e 8x eh, com 1 chipset q controla tudo inclusive audio, eh muitossimo mais simples e barato de prodzir q uma placa com 8 Satas onboard+8 satas com chip dedicado com 5 tipos de raids diferentes, 44 slots DDR3 maximizados para overclock (capacidade de subrir tensão estavel), + um chip de som X-FI onboard, + 4 slots PCI-E 16X ...


    Finalizando:
    Se vc nao vai fazer overclock, escolha uma marca de confiança e pegue a mais barata, tendo noção de q vc esteja escolhendo um chipset decente. G41 eh uma boa pedida.

  18. #42
    UmK
    UmK está offline
    Suspenso
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Aug 2000
    Mensagens
    12.180
    Verdinhas
    7

    Citação Citando Argusk Ver mensagem
    Quais? Você refutou o que disse com base na sua opinião. Assim é fácil.
    Eu continuo afirmando, com base na minha opinião, que placa-mãe de baixo custo leva componentes vagabundos e que podem acarretar em problemas futuros, desvinculados dos fps. Quer dizer que eu estou errado e você certo ?!? Sendo que ambos partimos da premissa do que achamos.
    se fosse algo subjetivo opinião valeria alguma coisa. acontece que são fatos e opinião nenhuma vai desfigurar a realidade.
    placa mãe barata != placa mãe ruim. isso tem um bom tempo ja (10 anos talvez)

    eu não criticaria se vc tivesse só expondo o que acha, por mais bobo que seja o seu ponto de vista. o problema começa quando você induz alguem ao erro como você fez aqui. vai fazer o cara torrar 1000 pau numa placa mãe "extreme overclock edition" por que você pensa (erroneamente) que as baratas são "ruins"? que trilha de memoria ram "não passa os dados direito"?
    pelo amor de deus né.

    mas que foi hilário você cavando a internet atrás de algo pra defender suas abobrinhas, ah isso foi
    Última edição por UmK : 18-06-2010 às 19:03

  19. #43
    Membro Avatar de Argusk
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Jan 2006
    Mensagens
    2.984
    Blogs
    7
    Verdinhas
    3814

    Citação Citando UmK Ver mensagem
    se fosse algo subjetivo opinião valeria alguma coisa. acontece que são fatos e opinião nenhuma vai desfigurar a realidade.
    placa mãe barata != placa mãe ruim. isso tem um bom tempo ja (10 anos talvez)

    eu não criticaria se vc tivesse só expondo o que acha, por mais bobo que seja o seu ponto de vista. o problema começa quando você induz alguem ao erro como você fez aqui. vai fazer o cara torrar 1000 pau numa placa mãe "extreme overclock edition" por que você pensa (erroneamente) que as baratas são "ruins"? que trilha de memoria ram "não passa os dados direito"?
    pelo amor de deus né.

    mas que foi hilário você cavando a internet atrás de algo pra defender suas abobrinhas, ah isso foi
    Se você tivesse lido o mínimo que eu escrevi não ia falar tamanho absurdo. Falei desde o inicio para o cara: não gaste absurdo numa placa, mas também não va pegar uma placa barata demais. Momento algum falei para gastar horrores numa placa.
    Porque raio cargas d´agua nego aqui na hardmob tem leitura seletiva ? Lê somente o que lhe agrada.
    Outra coisa, não cavei nada na internet. Tenho plena consciência do que eu estou falando. Lembro de ter lido sobre o assunto. Como eu disse antes: você acha mesmo que eu, safra 2006 (sendo que conheço hardmob desde 1999), iria vim aqui na hard escrever algo que sem sombra de dúvida iriam me zoar? Claro que não. Sei que nego aqui encarna por muito menos. Mas, não posso forçar ninguém acreditar em mim. É como aquele programa que existia: acredite se quiser

    Gostaria muito de achar a reportagem específica de onde eu tirei a informaação. Mas está dificil.
    Lembro que na época em que li, fiquei de cara e lembro de ler que eram placas fabricadas na china e que deu muito problema para as empresas que as fizeram.

    Voltando ao assunto da placa, releia o que eu disse logo no inicio, antes da discussão partir para o arroz, falei várias vezes para o cara não pagar caro, mas também não pegar coisa vagabunda. Não induzi nada. Falei o que eu faria e faço quando compro peças para mim.
    Última edição por Argusk : 18-06-2010 às 23:17

  20. #44
    Membro
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Jul 2004
    Mensagens
    7.314
    Verdinhas
    2306

    Alguem me cita um exemplo de placa vabagunda,mais barata possível,feita com equipamentos ruins,que aquece e queima os outros componentes e que o slot RAM não "passa os dados de forma eficaz"?
    Pq eu ja tive uma ga-g31m-s2l,ótima mobo hyper barata(já chegou a custar R$130+-),caps sólidos e bobinas de ferrite no VRM,estável,boa construção e BIOS bem completa e de quebra fazia over no meu e2180 pra 3Ghz e e7500 pra 3.5Ghz com total estabilidade.
    Diria que hje é mais fácil se arrepender por ter gasto muito em mobo,isso sim.
    Mas é aquilo né,2010,mta coisa mudou,não é mais 1998,pc chips,socket 7,cdh,etc..

  21. #45
    Membro Avatar de Diablero
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Exorcista
    Registro
    Jul 2004
    Mensagens
    7.337
    Verdinhas
    1707

    Citação Citando DVSV Ver mensagem
    Alguem me cita um exemplo de placa vabagunda,mais barata possível,feita com equipamentos ruins,que aquece e queima os outros componentes e que o slot RAM não "passa os dados de forma eficaz"?
    Pq eu ja tive uma ga-g31m-s2l,ótima mobo hyper barata(já chegou a custar R$130+-),caps sólidos e bobinas de ferrite no VRM,estável,boa construção e BIOS bem completa e de quebra fazia over no meu e2180 pra 3Ghz e e7500 pra 3.5Ghz com total estabilidade.
    Diria que hje é mais fácil se arrepender por ter gasto muito em mobo,isso sim.
    Mas é aquilo né,2010,mta coisa mudou,não é mais 1998,pc chips,socket 7,cdh,etc..



    10 characteres

  22. #46
    UmK
    UmK está offline
    Suspenso
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Aug 2000
    Mensagens
    12.180
    Verdinhas
    7

    Citação Citando Argusk Ver mensagem
    você acha mesmo que eu, safra 2006 (sendo que conheço hardmob desde 1999), iria vim aqui na hard escrever algo que sem sombra de dúvida iriam me zoar? Claro que não. Sei que nego aqui encarna por muito menos. Mas, não posso forçar ninguém acreditar em mim. É como aquele programa que existia: acredite se quiser
    não só acho que faria como você ja fez isso.
    por que você acha q esse tópico ta com tantos posts?

  23. #47
    Membro Avatar de hirano
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    hiranosan
    Registro
    Nov 2007
    Mensagens
    4.020
    Verdinhas
    251

    Placa-mae barata nao aguenta overclock. Minha ultima placa da Foxconn depois de um over mal sucedido...
    Spoiler:


  24. #48
    Membro Avatar de IceTea Limão
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Jun 2003
    Mensagens
    7.640
    Verdinhas
    27

    se você quer saber do que as placas mãe são feitas, era bem mais fácil ter ido no wikipedia: http://en.wikipedia.org/wiki/Printed_circuit_board

    O seu link diz que é possível usar o amido do arroz para fazer pecas de plástico, mas o próprio texto diz que é um processo experimental e dá para perceber que não vinha sendo usado em larga escala.


    Cara, você errou e quase ensinou mais um mito para o cara.

  25. #49
    Membro
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Oct 2003
    Mensagens
    7.568
    Verdinhas
    585

    Citação Citando hirano Ver mensagem
    Placa-mae barata nao aguenta overclock. Minha ultima placa da Foxconn depois de um over mal sucedido...
    Spoiler:


    eauhaeuhaeuuheuhae


    Aproveito pra deixar uma dica:

    Pra não queimar a placa mãe com overclock, basta botar um pouco mais de óleo no gabinete!

  26. #50
    Membro
    Info Conteúdo e Citações Jogos Mensageiros
    Registro
    Oct 2003
    Mensagens
    7.568
    Verdinhas
    585

    Citação Citando DVSV Ver mensagem
    Alguem me cita um exemplo de placa vabagunda,mais barata possível,feita com equipamentos ruins,que aquece e queima os outros componentes e que o slot RAM não "passa os dados de forma eficaz"?
    Pq eu ja tive uma ga-g31m-s2l,ótima mobo hyper barata(já chegou a custar R$130+-),caps sólidos e bobinas de ferrite no VRM,estável,boa construção e BIOS bem completa e de quebra fazia over no meu e2180 pra 3Ghz e e7500 pra 3.5Ghz com total estabilidade.
    Diria que hje é mais fácil se arrepender por ter gasto muito em mobo,isso sim.
    Mas é aquilo né,2010,mta coisa mudou,não é mais 1998,pc chips,socket 7,cdh,etc..


    bem nessa, antigamente tinham umas placas vagabundas mesmo...

    eu to usando essa mesmo placa mãe que você citou aí num micro do trabalho, a 3.5GHz também num E7500 e tá rodando de boa. Compramos 8 computadores com essa mesma placa pelo ótimo C/B e por saber que tem uma boa durabilidade, mas claro, todos montados com uma fonte razoavelmente boa (400w reais).


    ps.: por coincidência, algumas formigas começaram a fazer ninho no meu conector RJ 45 dessa placa Gigabyte aheehauhaeuheauh mas já resolvi o problema: o lixeiro ficava perto do PC, e como tomo café com muito acúcar, sempre sobra um pouco no fundo do copo, aí sempre tem "acucar" no lixo, as formigas faziam a festa e iam se "aquecer" no computador aehueahuaeuhea.. formigas cafeinadas ainda por cima! Limpei o gabinete e mudei o lixeiro de lugar hahaha..
    e antes que me chamem de porco, é questão de 1h pras formigas tomarem conta do copo descartável de café.

+ Responder Tópico Ir para o Fórum
Página 2 de 3 Primeira 1 2 3 Última

Assuntos do tópico

Compartilhar

Permissões