• O autor

      Carlos Eduardo Litwin (aka "Cadu®" ou "KaduLitwin") é Bacharel em direito, Vlogger e Gamer para o canal gordoblog

      O Potencial Inexplorado de Anthem

      Lembrado frequentemente pelo seu potencial não realizado, Anthem ainda ecoa como um jogo cujas promissoras expectativas foram frustradas pela Electronic Arts e Bioware.

      Apresentando uma experiência inicialmente empolgante, o título lançado em 2019 não conseguiu decolar como planejado.

      Recebido com grande entusiasmo, a nova propriedade intelectual da produtora de Mass Effect tinha todas as condições para se tornar uma fenomenal experiência multiplayer como serviço, mas as coisas não seguiram o curso desejado.

      Anthem enfrentou desafios em reter jogadores, falhou em cumprir suas promessas como serviço e gerou controvérsias, nem sempre pelos motivos mais positivos.

      Além das críticas ao design da experiência, houve questionamentos sobre a abordagem ao conceito de serviço.

      O tão aguardado Anthem 2.0 nunca viu a luz do dia, mesmo com a chegada do PlayStation 5 e Xbox Series, e, eventualmente, o suporte foi encerrado.

      Recentemente, foi revelado que Anthem alcançou uma impressionante marca de mais de 5 milhões de unidades vendidas, um número que pode deixar muitos perplexos diante da decisão da Bioware e EA de não dar continuidade ao suporte ao jogo.

      Confira o trailer:
      Para comentar por favor registre-se.