• Cadê o rock nacional? Alguém viu por aí?

      Não sei exatamente quando o rock nacional entrou em catarse, hoje delicado, frágil e chato, uma catarrada etílica poria fim a essa agonia, enterrando em bolachas de acrílico impresso derretido tamanha mediocridade por que passa nossa cena musical comercial.

      Vejam bem, bandas para menininhas choronas sempre existiram, grupos de acasalamento musical da mesma forma, e sempre vão existir, o problema é que houve um tempo em que elas coadjuvavam, hoje estão a frente do palco, drenando toda a iluminação, ofuscando comercialmente qualquer outra oportunidade, e parece não vão mais desgrudar das estações e canais.

      Este modelo de banda que ainda cheira a leite materno ou empresário do sexo, vende a aparência andrógena (uma fada nua acaba de morrer no ombro de Bowie) ou bundas volumosas, tão populares entre a petizada, é apenas um instrumento de inflar egos e cuecas. Felizmente, trazem em sua origem os elementos de sua derrocada. Sua base é desengonçada, consolidada em laquê e silicone, seu interesse musical equiparado ao de uma hiena frente a uma salada de cebola e sua motivação puramente financeira.


      O tempo antes se encarregava de acabar com essas prateleiras de fantoches musicais e nádegas cantantes, quando as rugas começavam a aparecer, a cara endurecia ou as bundas caiam eles se esvaiam, sem deixar saudade alguma, sem contribuir com nada além de uma incômoda lembrança vergonhosa.

      Mas o rock nacional esta enterrado nas rádios e na televisão, tão fundo quanto a base das torres de transmissão e tão visível quanto. Ele ainda existe, em porões úmidos e endereços estranhos na internet, mas para chegar a ele precisamos cavar muito.

      Quando foi que isso aconteceu?

      Muito embora tenham lá sua parcela, não dá para culpar apenas as rádios e os canais musicais de televisão. Eles estão aí para atender a um público, e mesmo entre um jabá e outro, entre um empresário e outro entulhando "investimento" para empurrar seus rebentos ou "clientes" na programação, ainda existia espaço para divulgar música que não soasse como o som que deve fazer o peido de um arco-íris ou o relincho de uma esfincter.

      Então, se bandas para menininhas sempre estiveram na cena, assim como grupos musicais pornôs, tímidos e recolhidos a inerente vergonha de sua existência, o que aconteceu que causou tal infecção generalizada? Como foi que elas infestaram a cena musical ao ponto de dominar toda a programação?

      A resposta pode ser assustadora e esta bem em frente ao espelho: não existe espaço para o rock pois não existem mais rockeiros.

      O velho rock só pode ser cultivado a constantes regas de suor e álcool, em estufas esfumaçadas, fertilizado à botinadas (não quero fazer apologia aqui, é simplesmente assim) e entremeado a crítica política e contra-cultura. Isso não existe mais. A testosterona que antes fluía dos bagos da juventude e que impulsionava bandas de rock hoje não existe mais, castrada em adolescentes xaropes, egocêntricos e acomodados que nunca espatifariam seus instrumentos com receio de quebrar uma unha ou queimariam suas guitarras com medo de inalar fumaça cancerígena. Os clubes hoje são passarelas inócuas, lugares tediosos entulhados de gente desinteressante que esta lá para ser vista, esta é trilha sonora deles, cânticos ao ego, música para aparecer.


      Os últimos padres não foram enforcados nas tripas dos últimos políticos, os últimos rockeiros é que morreram afogados em seus próprios vômitos, enforcados por cordas distorcidas enferrujadas ou empalados por agulhas contaminadas, e não fertilizaram mais o solo musical. Hoje a terra esta seca, estéril e contaminada de tanto laquê, maquilagem, silicone e cacos de espelhos. Numa sociedade que pretende viver para sempre, esta será nossa trilha musical. O ego venceu a criatividade, bundas e coxas ofuscaram o talento, o sangue desceu todo para dentro das calças e a culpa é nossa, a mídia esta aí para nos alimentar culturalmente com o que queremos: lixo.
      Este artigo foi publicado originalmente no tópico do fórum: Cadê o rock nacional? Alguém viu por aí? iniciado por kingMOB Mensagem original
      Comentários 157 Comentários
      1. Avatar de Nimrod
        Concordo em genero, numero e grau!
      BEST_ANSWER_PLACEHOLDER
      1. Avatar de #SpiDeY# :D
        Lobão discorda.



        Vale a pena ouvir!
      1. Avatar de DiRe
        é complicado... antigamente as gravadoras garimpavam talentos, só gravava quem tinha talento... hj em dia isso foi desvirtuado, a gravadora fabrica o popular, já não o busca mais...
      1. Avatar de lepletier
        pqp#, concordo 100%.

        bom texto.
      1. Avatar de sound.man
        <jovem emo>Prr# e qq tu me diz d restart eim???</jovem emo>
        Concordo 100% com teu texto.
        Realmente ta foda og em dia.
        Ainda bem q existiu o tal do gravador e armazenador nos bons tempos.
      1. Avatar de Aveia Quaker
        Legal seu texto. Depois que Raimundos "acabou" realmente não vi mais nada de bom no rock nacional.
      1. Avatar de Mendigo
        frequento pubs voltados aos rockeiros, vejo uma grande quantidade de bandas de garagem com um som muito bom, mas o que vejo no cenário da mídia é esse populixo que toca na mtv
      1. Avatar de manisnk
        Morreu em 96.
      1. Avatar de .Cthulhu.
        É só eu que não entendo o que o king fala ou mais alguém ? As vzs parece que foi tudo feito no gerador de lero lero..lol

        Nunca é demais lembrar o peso e o significado destes problemas, uma vez que a contínua expansão de nossa atividade oferece uma interessante oportunidade para verificação do processo de comunicação como um todo. Do mesmo modo, a complexidade dos estudos efetuados possibilita uma melhor visão global das direções preferenciais no sentido do progresso. Pensando mais a longo prazo, a execução dos pontos do programa auxilia a preparação e a composição do sistema de participação geral. As experiências acumuladas demonstram que a mobilidade dos capitais internacionais obstaculiza a apreciação da importância dos índices pretendidos.
        @topic

        Quando ouço as palavras "rock" e "nacional" logo eu lembro dos mamonas....aquilo sim era som, eles eram demais !!!
        Pena uma tragédia terminar com uma banda que prometia.

        Hoje me dia é como já falaram, só rola o que a MTV colocar lá....mas em parte também discordo disso, pois sou bastante fã da banda matanza, eles tem um estilo único
      1. Avatar de hirano
        A útlima boa banda de rock brasileiro foi Los Hermanos, que ainda assim era um rock quase MPB.
        As bandas novas realmente são lixo, vide NX zero que começou já com o pé esquerdo e o Fresno que se abonholou gradativamente até chegar ao insuportável.
        As bandas da era de ouro do rock nacional ou vivem do passado, das versões acústicas ou simplesmente se tornaram um lixo comercial que não dá para engolir (Capital Inicial).
        Eu ainda ouço o Barão da época do Cazuza e o Titãs das antigas, por falta de opção mesmo.
      1. Avatar de Kill 4 FuN
        Eu concordo, mas também não levo tão a sério esta critica porque acredito, e espero, que é apenas uma fase da música que sempre tem seus altos e baixos.

        Muitos dizem que em tal década houve muitos sucessos e clássicos inesquecíveis, enquanto em outras décadas não houve tanta inovação ou brilhantismo.

        Talvez em alguns anos percam o interesse por esta moda porcaria e apareça um novo estilo com uma real qualidade.

        Gosto muito de relógios, então queria fazer uma comparação que acho pertinente: ultimamente as pessoas só tem se importado com a beleza dele e não ligam mais pra qualidade da máquina, estão nem aí se por dentro é oco ou se tem mais de 500 peças confeccionadas minuciosamente e montadas ao longo de meses, até mais de um ano, para se chegar em algo que pode durar gerações.

        Assim é a música de qualidade, essas bandas porcarias que tocam atualmente logo cairão no esquecimento e os clássicos serão sempre os clássicos, mas, cedo ou tarde, o que é bom virá a tona porque sempre vão existir aqueles que sabem apreciar uma música de qualidade.

        Se haverá outro legião urbana, cazuza e afins? Provavelmente não, este estilo de música talvez nunca se repita com a mesma intensidade, mas com certeza não chegamos no auge da produção artística do homem.

        Lembro de uma frase de algum europeu das antigas que disse que depois de um tal músico clássico, não haveria mais o que ser inventado na música. Enganou-se, pois depois deste músico veio Beethoven e vários outros músicos clássicos e até mesmo a música moderna (que representa ainda um período muito curto para a música, se formos analisar) que revolucionou totalmente a maneira que fazemos música.

        Mas ótimo post, foi o que mais gostei até hoje! Parabéns
      1. Avatar de Kill 4 FuN
        Quero apenas acrescentar que também há a música internacional e nela há MUITOS mitos que tocam até hoje, mesmo que seus maiores sucessos sejam do passado.
      1. Avatar de Xp3rT
        Concordo. Onde está o solo hoje em dia? Essas merdinhas de banda arco-iris que infesta nosso cotidiano são uma bosta e essa é a verdade.

        NEM ME LEMBRO A ÚLTIMA VEZ QUE OUVI MÚSICA NA RÁDIO, a não ser notícia e informação sobre o trânsito aqui em sampa a rádio ta uma merda no que se trata de música. Assim que começa eu ligo o ipod e um abraço pq não dá pra conviver com esses lixos.
      1. Avatar de fmenah
        Se no mundo o rock já perdeu campo e não é mais o mesmo, diria até decadente infelizmente (grandes bandas envelhecidas, outras alteraram profundamente o estilo e não surgiu novas bandas de peso nos últimos anos), imagina aqui que nunca foi de gosto das massas.

        Outra, essa de banda que coloca no mesmo CD rock, MPB, axé, rebolation, etc... só para tentar atirar para mais lados e agradar mais pessoas não está com nada.

        Resultado: Teremos Claudia Leitte no Rock in Rio.
      1. Avatar de Føxy
        Cara, esse é meu sentimento desde o sempre. Tenho algumas coletâneas do rock nacional dos anos 80 e dá uma dor no coração quando escuto essas [email protected]#$% que existem hoje.

        Kid Abelha, Capital, Titãs, Legião, Plebe Rude, Lulu Santos, Leo Jayme, Barão...

        Putz
      1. Avatar de Diego - Evil
        "A testosterona que antes fluía dos bagos da juventude e que impulsionava bandas de rock hoje não existe mais, castrada em adolescentes xaropes, egocêntricos e acomodados que nunca espatifariam seus instrumentos com receio de quebrar uma unha ou queimariam suas guitarras"

        PERFEITA ESTA FRASE.

        O meio do Texto foi meio "rebuscado" em demasia.
        Mas o Inicio e o Final, mataram a PAU!

        A juventude hj age como se estivesse em uma VITRINE... Não fazendo nada com medo de estragarem suas aparencias.

        Imagina a merda que isso vai estar daqui a 20 anos?!
      1. Avatar de Suicyco
        O “rock” brasileiro virou música de criança. O público de restart,replace,game over, select, download e bandas afins são crianças de 12 e 16 anos.

        Essas bandas estão atualmente para a criançada assim como na minha época era o trem da alegria,xou da xuxa, disco do jáspion.
        A mulecada é o maior consumidor de produtos que existe independente da época. E se você promove uma banda pro público juvenil eles vão consumir absurdamente, pq eles nunca fizeram isso na vida e qualquer merda que for bombardeada pra eles na internet eles vão querer fazer parte disso.

        E os produtores sacaram que se você fizer um rock pra criança o consumo dessa música vai ser muito maior que se você investir num rock adulto pq adulto não procura banda nova, adulto não vai pra show pra conhecer a banda, adulto não compra camiseta de banda nova e nem para pra escutar pra ver se é boa.

        Quantos aqui de vocês em 2010 foram num show que você não conhecia o nome de nenhuma banda e foi lá pra escutar um som novo???
        Aposto que não chega a 10% do fórum

        Essa onda de coloridos,emos e bandas bundonas é culpa nossa. É culpa da galera que ta chegando aos 30 anos e desistiu de procurar por shows novos. E desistiu de ter banda pq agora não tem tempo pra ensaiar 2x por semana pq precisa comprar maminha pra levar pra casa da sogra no domingo...
        O restart é culpa dos balzaquianos.!!!

        Eu só me pergunto o que aconteceria com o Rappa,O paralamas, o skank se eles aparecessem agora nesse meio "colorido,emo de 25 anos e bandinha de mina desafinada de cabelo azul no vocal".
      1. Avatar de Trilobito
        Ótimo o texto do King. Hoje escuto apenas rock nacional dos anos 80 e início dos anos 90. Abro uma exceção para bandas como Cachorro Grande, Faichecleres, etc. Para mim, Raimundos já foi algo quase que desprezível.

        Citação Citando #SpiDeY# :D Ver mensagem
        Lobão discorda.



        Vale a pena ouvir!
        Sempre achei o Lobão um Troll, mas o cara conhece de música e dá um surra no cara que fala que o Kiss era um bando de babaca que se pintava e mostrava a língua.
      1. Avatar de Dito
        Não é só no Brasil. A música em geral está passando por uma fase complicada.

        O rock, da forma como existia, não existe mais. Os primeiros a perceberem essa mudança foram os integrantes do Metallica. O mundo ficou horrorizado quando eles lançaram um disco mais pop, e cortaram os cabelos. Foi como uma heresia praticada diretamente pelo papa. Muitos criticaram a atitude, mas hoje fazem a mesma coisa. Fala a verdade: cabelos compridos hoje não têm o mesmo significado que há 10 anos. Parece até ridículo quando aparecem bandas novas com cabelos, roupas, ou significados de outras épocas.

        As porcarias tendem a desaparecer. Isso acontece com o rock também. Quem de vocês tinha um poster do Skid Row no quarto, porque gostavaa música da banda? Tem muita banda aí que somente está precupada em aparecer. Da mesma comparação, existems excelentes que não fazem questão alguma de estarem na mídia. Acredito que a sobrevivência de uma carreira musical deve estar equilibrada entre estes dois pilares.

        Falaram aí do Kiss. É uma excelente banda. Com um rock simples com mensagens potentes, os "pintados" conseguiram o foco da mídia. Essa postura foi importante porque permitiu que sua mensagem fosse levada a outras pessoas que não a conheciam. É a realidade, e não é uma verdade nova.

        "Pop" vem de popular. Virou um estilo musical, para abranger músicos como Michael Jackson e Madonna, que não se encaixavam em nenhum outro. Mas todo músico tem que ter algo pop. De que adianta sua música ser genial, inovadora, se ninguém terá acesso a ela?

        O problema na minha opinião é que o pop se tornou mai importante que a música. As gravadoras, com suas necessidades comerciais (diga-se egos gigantescos de seus proprietários) focaram naquilo que é "vendável", mesmo que somente especulação musical. Antes as bandas demoravam 4 anos para fazer um disco. Hoje, os dias dos músicos são divididos entre compor músicas, fazer shows, dar entrevistas, comparecer a eventos sociais, enquanto "tweetam" em seus celulares. Tudo para satisfazer a necessidade urgentista dos fãs. Mas é estafante, e poucos bons músicos conseguem sobreviver a essa loucura. Com isso as gravadoras criaram as "imagens" de músicos, que são pessoas bonitas, geralmente cantam e dançam bem, mas não conseguem compor músicas. Coitados? Não, é a especialização da mídia.

        Usei o termo especulação musical antes. Quem se lembra do grupo As Meninas, com seu hit "Bom-tchi-bom"? Agora, quem se lembra de outro hit da mesma banda? Ela teve seu momento, e passou, foi esquecida, ou ficou no limbo com seus poucos fãs. Provavelmente, a gravadora dela achou um grupo mais interessante, ao qual valeria mais investir naquele momento. É o mundo capitalista.

        É o final do rock? Ainda vemos boas bandas tentando seguir seus sonhos, mas é difícil. Os instrumentos, equipamentos, gravações são caros. Conseguir a atenção das pessoas é difícil. A solução é a internet. Mas não somente como forma de divulgação. A net é uma excelente fonte de pesquisa. Os músicos têm que ter um canal direto com os fãs, e saber o que eles querem é importante. Porque o que as gravadoras querem é lucrar, somente.
      1. Avatar de Alex.
        Ouçam RANCORE, banda nacional de qualidade e com mensagens!
      Para comentar por favor registre-se.